A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

2008 DKR é o monstro que a Peugeot vai levar para o Rali Dakar 2015

Em 1990, a Peugeot vencia o Rali Dakar pela quarta vez consecutiva — infelizmente, porém, aquele seria o último ano dos franceses na competição. Naquele mesmo ano, o piloto espanhol Carlos Sainz levava seu primeiro título do WRC pela Toyota. Agora, 25 anos depois, os dois vão se juntar para a volta da Peugeot ao Dakar — e o carro que Sainz vai dirigir é nada menos do que sensacional.

O Peugeot 205 T16 foi usado por Ari Vatanen em 1987 e 1988 no Paris-Dakar e em Pikes Peak depois do fim do Grupo B. Depois disso, o piloto esteve atrás do volante do Peugeot 405 T16, que seguia os mesmos princípios, mas era ainda mais potente — se a potência declarada dos monstros do Grupo B ficava abaixo dos 400 cv, o 405 tinha, oficialmente, pelo menos 600 cv. E ambos certamente tinham, na prática, bem mais.

2008-dkr (5)

O caso é que depois de quatro anos consecutivos de vitórias no Rali Dakar, a Peugeot deixou a competição para se concentrar no WRC, mas as vitórias (três com Ari Vatanen e uma com Juha Kankkunen) sempre tiveram um lugar especial na história da marca francesa, e o carisma dos carros de rali europeus é indiscutível. Sendo assim, foi com grande entusiasmo que a Peugeot anunciou, há cerca de três semanas, sua volta ao Rali Dakar, que há tempos não se limita apenas ao percurso entre a capital da França e a capital do Senegal (Paris-Dakar, ora essa) e, desde 2009, acontece na América do Sul.

Na verdade o anúncio não vem como uma surpresa: a Peugeot tem dado bastante atenção a sua história nos ralis, e em junho passado o Peugeot 208 T16 fez um sucesso absurdo na edição 2013 do Pikes Peak Hill Climb com Sébastien Loeb ao volante, levando para a casa o recorde absoluto de 8 min 13 s na montanha. Depois do anúncio de que Loeb e o 208 vão participar do Goodwood Festival of Speed, um retorno ao Dakar não poderia vir em melhor momento.

2008-dkr (6)

A equipe Peugeot Total se juntou novamente à Red Bull para dar corpo à empreitada. Carlos Sainz fará dupla com o francês Cyril Despres ao volante do Peugeot 2008 DKR, uma reinterpretação do SUV/crossover compacto baseado no hatch 208. O carro foi desenvolvido pelo Centro de Estilo da Peugeot e o departamento de design da Peugeot Sport, e competirá na categoria buggy do Rali Dakar em 2015.

Além de seu visual musculoso, que não traz lá muita semelhança com o modelo civil, o 2008 DKR (de Dakar) tem um peculiaridade em relação ao que se costuma ver hoje em dia em competições de rali: tração traseira no lugar do sistema de tração integral. Jean-Christophe Pailler, chefe de projeto da Peugeot Sport, conta que a equipe avaliou todos os aspectos dos dois tipos de tração. “Ao final, optamos por um enfoque muito diferente para a competição, em função da capacidade off-road da transmissão em duas rodas motrizes e também para rodar na areia”, diz o chefe do projeto. Graças a sua configuração, o 2008 DKR tem suspensão mais elevada com curso maior, e por isso pode usar enormes pneus de 37 polegadas.

2008-dkr (7)

A pintura em preto-fosco em breve deverá dar lugar às cores da Red Bull, de maneira semelhante ao que fizeram com o 208 T16 no ano passado, que exibia uma carroceria monocromática antes de ganhar as cores definitivas. Nós gostamos da ideia e das cores da Red Bull, mas seria bem legal vê-lo cruzando a Argentina, a Bolívia e o Chile todo vestido de negro.

As especificações técnicas ainda não foram comentadas e deverão ficar para os próximos dias, mas a Peugeot deve estar confiantes — Sainz e Despres já manifestaram empolgação com o novo carro, e o experiente piloto espanhol venceu a edição de 2010 do Paris-Dakar ao volante de um VW Touareg. Não há por que ele não ser capaz de repetir o desempenho com o carro francês, ainda mais se ele tiver algo perto dos 800 cv do 208 T16.

Peugeot 2008 DKR

Nós vamos aguardar ansiosos por mais detalhes.

Matérias relacionadas

Estes são os 16 Porsches raríssimos que Jerry Seinfeld colocou à venda

Dalmo Hernandes

Um Skyline “Kenmeri” da década de 1970 com motor RB26DETT de 550 cv: seria este o restomod perfeito?

Dalmo Hernandes

Quem inventou o estepe? E por que ele é chamado assim?

Dalmo Hernandes