A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Extintores podem voltar a ser obrigatórios, Mercedes lança C450 AMG no Brasil, Controle de Estabilidade será obrigatório e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Extintores podem voltar a ser obrigatórios

FlatOut-2015-09-17-às-15.22.46

Se você tirou o extintor de incêndio do carro depois da revogação da obrigatoriedade do equipamento, é melhor não jogá-lo fora. A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados suspendeu a resolução 556/15 do Contran, que desobrigava o uso de extintores em automóveis e utilitários.

A anulação foi justificada pela Comissão pois “o Contran agiu de forma unilateral” e causou “transtornos aos fabricantes e vendedores” que aumentaram produção e estoques para atender a demanda (que era artificial, diga-se de passagem). O relator da comissão, o deputado Hugo Leal, justificou a anulação com o seguinte argumento:  “Não nos parece razoável a súbita mudança no entendimento do Contran havido por décadas quanto à importância e à obrigatoriedade desse equipamento de segurança. Sequer foram apresentadas as justificativas para a medida imposta, causando perplexidade e desconfiança sobre o órgão consultivo”.

O Contran justificou a desobrigação do extintor com estudos que constataram a baixa incidência de incêndios em relação proporcional ao número de acidentes, e que também concluiu que o uso do extintor por um motorista despreparado representa um risco maior que o próprio incêndio. Este último, aliás, é o motivo pelo qual o extintor é opcional em praticamente todo o mundo.

A suspensão ainda precisará ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania antes de ser votada pelo Plenário da Câmara. Só então ela poderá ser definitivamente implementada e todos teremos que voltar a usar extintores nos carros.

 

Controle de estabilidade será obrigatório em todos os carros brasileiros a partir de 2020

Captura de Tela 2015-12-17 às 12.36.34

Nesta última quarta-feira (16) o Conselho Nacional de Trânsito aprovou a obrigatoriedade do controle de estabilidade para todos os carros novos vendidos no Brasil a partir de 2020. A resolução será publicada no Diário Oficial da União e aplicada em duas etapas.

A primeira delas começa em 1º de janeiro de 2020, e exigirá o controle de estabilidade em todos os veículos novos ou homologados a partir de 2020. A segunda etapa será implementada em 2022, quando o controle será obrigatório em todos os modelos produzidos, mesmo lançados antes da lei entrar em vigor.

A LatinNCAP e a associação Proteste tentou pressionar o Contran para antecipar a obrigatoriedade do ESP para 2017, mas os fabricantes dizem ser necessário um período de cinco a sete anos para desenvolver e implementar o sistema em todos os carros vendidos aqui.

Como já explicamos anteriormente, os controles de tração e estabilidade são derivações do ABS, e usam sensores de posição do volante, de rotação e posição das rodas e acelerômetros para detectar destracionamentos e derrapagens, e atuar para controlar a trajetória do carro. Veja como tudo funciona exatamente neste post.

 

Mercedes lança C450 AMG no Brasil

mercedes-c450-amg-228

A Mercedes está lançando seu primeiro modelo da nova linha AMG Sport no Brasil, o C450 AMG 4Matic. O modelo substitui o antigo C350 Sport, e vem equipado com um novo motor V6 3.0 biturbo de 367 cv e tração integral.

mercedes-c450-amg-111

Como todo modelo AMG Sport, o C350 AMG não é fabricado pela divisão esportiva (somente os modelos Mercedes-AMG, sem o Benz, são), mas usa componentes fornecidos pela AMG, como suspensão magnética Ride Control e o sistema de tração integral 4Matic com distribuição de torque maior na traseira. Já o câmbio é o mesmo 7G-Tronic Plus das versões mais comportadas — os Mercedes-AMG usam uma variação chamada Speedshift, que tem trocas mais rápidas por não usar conversor de torque.

mercedes-c450-amg-565

O motor é o novo M256, um V6 3.0 biturbo com injeção direta (BlueDirect), 367 cv e 53 mkgf. O novo motor leva o C450 AMG do zero aos 100 km/h em 4,9 segundos. O modelo tem cinco modos de condução —  Eco, Comfort, Sport, Sport+ e Individual — que alteram rigidez da suspensão, respostas da direção e do acelerador, e atuação do câmbio automático. A suspensão Ride Control também pode ser ajustada de três formas distintas independentemente do modo de rodagem escolhido.

mercedes-c450-amg-16

A AMG também cedeu alguns elementos estéticos como a grade dianteira, difusor traseiro, escape com saída dupla, defletores de ar nas laterais e na tampa do porta-malas e rodas de 19 polegadas (calçadas em pneus 225/40 e 225/35.

mercedes-c450-amg-665

Por dentro ele ganha bancos de couro vermelho, preto ou cinza claro, airbags de cortina, laterais, dianteiros e para os joelhos do motorista, sistema multimídia com DVD e GPS.  O C450 AMG 4Matic já está à venda por preços que partem de R$ 310.000.

 

Os novos motores de quatro cilindros do Porsche 718

wcf-porsche-718-porsche-718-teaser

Se você nos acompanha diariamente já sabe que o Porsche Cayman e seu irmão Boxster passarão a se chamar 718 em alguns meses. Junto com o novo nome, virá uma nova família de motores flat-4, mas até agora não se sabia muito sobre eles. Até agora, pois o pessoal da Autocar conseguiu uma volta exclusiva com um protótipo de testes e descobriu detalhes precisos sobre os novos motores e modelos.

A revista britânica descobriu que haverá apenas dois motores flat-4: o primeiro será um 2.0 sobrealimentado por um único turbo com geometria variável. Ele irá produzir 300 cv e 35,6 mkgf, enquanto o diâmetro e o curso serão 91 mm e 76,4 mm respectivamente. Ele será muito semelhante ao flat-6 turbo que equipa o 911 991 reestilizado. O outro flat-4, que equipará o 718 Boxster S e o 718 Cayman S, terá 2,4 ou 2,5 litros e também usará somente um turbo de geometria variável para produzir 360 cv e 40,7 mkgf.

Embora a potência seja maior que nos modelos flat-6 aspirados, eles também serão mais pesados. O novo 718 Boxster pesa 1.400 kg, enquanto o atual modelo aponta 1.315 kg na balança. Mesmo assim, as fontes da Autocar na Porsche falam em um tempo de 5,5 segundos para ir de zero a 100 km/h, enquanto os modelos S farão o mesmo em 5 segundos.

 

Ford GT terá para-brisa de Gorilla Glass

A nova geração do Ford GT será o primeiro carro da história a usar para-brisa de Gorilla Glass, aquele vidro ultra resistente que você encontra no seu smartphone. Produzido por uma empresa chamada Corning, ele é mais leve, mais resistente a riscos e mais durável que o vidro comum usado nos para-brisas tradicionais. Com a adoção do Gorilla Glass, o para-brisa do Ford GT será 30% mais leve que um similar de vidro.

Gorilla Glass do Ford GT será composto por uma placa de vidro automotivo temperado na camada interna, uma camada termoplástica intermediária para absorção de ruído e um vidro recozido como camada externa. Assim, ele será mais forte e mais fino que o para-brisa comum.

Matérias relacionadas

Semana do Subaru no GT40: todos os modelos anunciam na faixa até a próxima terça (e veja o que já temos por lá)!

Juliano Barata

Os primeiros detalhes da Ferrari 488 “GTO”, novo Toyota Supra será apresentado em março, Camaro Yenko volta com 1.000 cv e mais!

Leonardo Contesini

Uma visita à exposição “Ayrton Senna L’Ultima Notte” no Museu Lamborghini

Leonardo Contesini