FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos Vídeo

A emocionante história do rapaz que prometeu – e conseguiu – um Bel-Air 57 para o pai em seu aniversário de 57 anos

Todo mundo tem um sonho automotivo — um carro que, por qualquer razão, habita nossos sonhos mais do que qualquer outro. E, muitas vezes, não passa de um sonho inviável — por questões financeiras, práticas, falta de tempo, ou uma combinação de tudo. O pai deste rapaz passou a vida sonhando com um Bel-Air 1957 e, em seu 57º aniversário, ganhou o carro de presente do seu filho. A reação? Nada menos que emocionante.

Mike King, do estado do Kentucky, nos EUA, postou na internet o momento em que o pai descobre que ganhou um carro. Quando tinha 8 anos de idade, o rapaz prometeu ao pai que daria a ele o carro dos seus sonhos, um Bel-Air 1957, em seu 57º aniversário.

Na descrição do vídeo ele explica: “meu pai passou a juventude sonhando em ter um Chevy Bel-Air 57. Ele cresceu em uma família pobre com sete irmãos, e achou que nunca seria capaz de ter seu carros dos sonhos, mas falava disso o tempo todo.

Não tem como não se emocionar junto — o choro engasgado, o abraço, e depois o deslumbramento: “isto está mesmo acontecendo?”, o pai pergunta. Está, sim — na verdade, o rapaz explica que comprou o carro há dois anos e o manteve guardado, escondido do pai. De vez em quando ele até mostrava algumas fotos, perguntando o que o pai achava do carro — e tinha cada vez mais certeza de que fez a coisa certa.

57belair (1) 57belair (3)

Assistindo ao vídeo, não há como não lembrar deste comercial da Chevrolet, veiculado em 2011, que conta a história de um filho que reencontra o Chevrolet Impala 1965 do pai – quase duas décadas depois que o carro foi vendido. O pai comprou o carro novo, e precisou vendê-lo nos anos 80 por dificuldades financeiras. Depois de uma busca que durou cinco anos, o carro foi encontrado e entregue ao seu primeiro e mais apaixonado dono:

É por este tipo de coisa que a gente acredita que, para quem os ama, carros são muito mais do que meros objetos. Eles são quase como entidades, capazes de unir pessoas, realizar sonhos e transformar vidas.

Matérias relacionadas

Exclusivo: o reencontro de Emerson Fittipaldi com o Renault R8 de sua primeira vitória – contado pelo dono do carro!

Dalmo Hernandes

As teorias sobre carros mais absurdas que nossos leitores tinham quando eram crianças

Dalmo Hernandes

Este Subaru Impreza WRX STi 22B com 4.000 km rodados é um verdadeiro nocaute

Dalmo Hernandes