A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Cinema

A história de Christine, o carro assassino mais famoso do cinema

Carros são perigosos, como quase tudo neste mundo. Cada vez que senta em um carro para dirigir, você está correndo o risco de ferir alguém, ou se ferir. De matar alguém, ou de morrer. Mas os carros, por si, não fazem nada. Um carro, sozinho, não é capaz de ferir ou matar ninguém. Exceto por um carro. Um Plymouth Fury 1958 vermelho que, por conta de um antigo espírito maligno, possui vida própria e sede de sangue. Sim, estamos falando de "Christine, o Carro Assassino". O clássico cult de 1983, dirigido por John Carpenter, teve o roteiro baseado no livro homônimo de Stephen King, publicado no mesmo ano. A união de um escritor e de um diretor apaixonados por histórias de terror e pela cultura dos anos 1950 só poderia resultar em uma obra emblemática – e, de fato, "Christine" um dos mais conhecidos filmes sobre carros já feitos. https://www.youtube.com/watch?v=9aU5l2e9YlQ Da mesma forma que "Encurralado", de 1971, sobre o qual o Leo falou há algumas semanas, "Christine" coloca o c

Matérias relacionadas

Como foram escolhidos e montados os carros do primeiro “Velozes e Furiosos”?

Dalmo Hernandes

Bullitt, 1968: tudo o que você sempre quis saber sobre a perseguição mais famosa do cinema

Dalmo Hernandes

Aviões, hot rods e rockabilly: a história das pin ups e da Kustom Kulture – parte 2

Dalmo Hernandes