A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Cinema

A história de Christine, o carro assassino mais famoso do cinema

Carros são perigosos, como quase tudo neste mundo. Cada vez que senta em um carro para dirigir, você está correndo o risco de ferir alguém, ou se ferir. De matar alguém, ou de morrer. Mas os carros, por si, não fazem nada. Um carro, sozinho, não é capaz de ferir ou matar ninguém. Exceto por um carro. Um Plymouth Fury 1958 vermelho que, por conta de um antigo espírito maligno, possui vida própria e sede de sangue. Sim, estamos falando de "Christine, o Carro Assassino". O clássico cult de 19

Matérias relacionadas

É assim que se deve fazer perseguições policiais nos filmes de ação

Dalmo Hernandes

Jackie Chan: o que o astro do kung fu e o Mitsubishi Lancer Evolution têm em comum?

Dalmo Hernandes

Overdose de dorifuto: assista a “Initial D”, o filme, na íntegra

Dalmo Hernandes