FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos GT40 Classificados Zero a 300

À venda: este raro Chevrolet Chevette GP 78 muito original e pode ir para sua garagem

Apostamos que, caso você tenha visto um Chevette GP rodando por aí, não foi um desses: foram fabricados pouquíssimos exemplares em 1978, ano em que a família Chevette passou por sua primeira reestilização, e o último ano da versão esportiva. Sendo assim, o carro anunciado no GT40 é mais que digno de ser nosso Achado Meio Perdido de hoje, não concordam?

O Chevette é um carrinho cheio de potencial, todo mundo aqui sabe disso, mas a real é que a Chevrolet não aproveitou este potencial como deveria. Não estamos exigindo um motor de 2,3 litros e 135 cv igual ao utilizado pelo Vauxhall Chevette HS no Reino Unido – seria incrível, mas não. Só que, puxa vida, o motor 1.4 8v de 70 cv não era exatamente o que se esperava de um carro compacto de desenho tão interessante, com câmbio manual e tração traseira. Os Chevette GP e GP II, de 1975 e 1977, respectivamente, tinham decoração especial na carroceria, faróis auxiliares pintados de amarelo, painel com conta-giros e volante exclusivo, rodas e pneus mais largos… e o mesmo motor usado pelo restante da linha.

chevette-gp-78-achados (13)

A sigla GP era resultado de uma parceria com os organizadores do Grande Prêmio do Brasil, e voltou em 1978 quando o Chevette ganhou uma nova dianteira, inspirada no Pontiac Firebird da época, com grade bipartida e a face inclinada que lhe rendeu o apelido de “bicudo”. Coincidentemente, o GP do Brasil também mudou: em 1978, foi realizado pela primeira vez no Autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

img_103544_4_1db0cb50-3114-4d63-8616-a186090c94e2

O novo GP tinha visual bem interessante, com capô e colunas pintados de preto, faróis de longo alcance amarelos embutidos na grade, e a inscrição “GP” nos para-lamas traseiros, ao lado do porta-malas. Por dentro, tinha volante exclusivo, painel com conta-giros, instrumentos auxiliares no console central e revestimento de curvim preto nos bancos.

chevette-gp-78-achados (3)

Os faróis de longo alcance são um dos poucos itens não-originais: de fábrica, eles tinham lentes amarela. Estes são um par de Cibié Serra II

chevette-gp-78-achados (11) chevette-gp-78-achados (10)

O dono do exemplar anunciado no GT40 é Carlos Otobone, e ele conta que comprou o Chevette GP 78 em novembro de 2016. Segundo Carlos, o carro veio de Porto Alegre/RS para a capital paulista há sete anos, de cegonha, trazido pelo proprietário anterior. Este encontrou encontrou o carro na abandonado na rua e, o comprou devido a seu aparente bom estado – e foi ele o responsável por colocar o Chevette de volta para andar e pela placa preta.

img_103548_4_1db0cb50-3114-4d63-8616-a186090c94e2

A partir de dezembro de 2016, Carlos começou a consertar todos os defeitos que encontrava no carro: recondicionou o carburador, consertou o distribuidor e deu um jeito no sistema de arrefecimento. Borrachas e máquinas dos vidros das portas foram substituídos, e foi instalado um alternador novo. Mais recentemente, o eixo dianteiro foi todo refeito, com troca de bandejas, pivôs e rolamentos – falta fazer o mesmo com o eixo traseiro. Por sorte, o dono anterior refez os freios do carro, que são novos nas quatro rodas.

chevette-gp-78-achados (1)

Carlos observa que o interior e o exterior do carro são originais, mas que o painel está rachado. Ele diz que é igual ao de qualquer outro Chevette da época (com exceção do SL), e que uma peça de reposição já foi comprada – falta instalar. No mais, o carro está íntegro estruturalmente e não parece difícil de deixar tinindo. Carlos diz que o carro é usado frequentemente, em dias de rodízio, e que não dá problemas – embora mereça um carburador novo, visto que o original (um Solex H32) já não está como deveria para alimentar adequadamente o motor.

Se você se interessou, basta clicar aqui para acessar o anúncio e pegar todos os detalhes e contatos do dono!

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Este DeLorean vermelho passou os últimos 31 anos esquecido em um galpão sob uma capa

Leonardo Contesini

Hyundai i30N esgota edição de lançamento em 2 dias, Maserati terá somente modelos híbridos, BMW X5 M confirmado no Brasil e mais!

Leonardo Contesini

Shelby GT500 Super Snake 1967 à venda: conheça a história do Mustang com motor de Ford GT40

Dalmo Hernandes