A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Acordo com União Europeia irá zerar imposto de importação, o novo Audi S8 de 571 cv, os detalhes do novo Defender e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Acordo com União Europeia irá zerar imposto de importação em 15 anos

Na semana passada, durante a reunião do G20 em Osaka, no Japão, os países do Mercosul firmaram um acordo de livre comércio com a União Europeia para reduzir ou isentar as tarifas de importação entre os dois blocos econômicos. Segundo o texto provisório divulgado na segunda-feira (1º) os carros europeus terão o imposto de importação reduzido a zero em 15 anos.

Atualmente os carros importados da Europa pagam 35% de imposto de importação para entrar no Brasil, mas com o acordo a alíquota passaria a zero. Contudo, isso acontecerá gradualmente. Primeiro ela será reduzida à metade (17,5%) por sete anos para uma cota de 50.000 veículos por ano para todo o Mercosul — sendo 32.000 para o Brasil.

Depois desse prazo inicial, a alíquota será reduzida gradualmente ao longo de mais sete anos, até ser zerada. Atualmente 15% dos veículos importados pelo Brasil são fabricados na Europa. De acordo com o Secretário de Comércio Exterior do Brasil, Marcos Troyjo, o pedido de “carência” de sete anos foi feito pelas fabricantes por questões de planejamento.

O acordo ainda precisa ser aprovado pelo congresso nacional de cada país envolvido, por isso ainda não tem data para entrar em vigor. (LC)

 

Novo Audi S8 é híbrido e vem com motor V8

A Audi revelou o S8 baseado na atual geração do A8, depois de um ano do A8 no mercado. O novo S8 usa auxílio de tecnologia híbrida leve para ajudar no desempenho do V8 4.0 biturbo, esse conjunto produz 571 cv e 81 kgfm. Esse é o primeiro modelo do A8 atual a ser oferecido regularmente com mais de seis cilindros, o V8 TFSI e o W12 são oferecido apenas por encomenda na Europa.

Para auxiliar esse sedã de duas toneladas nas curvas a Audi equipou ele com suspensão ativa preditiva, que usa o radar do cruise control adaptativo para ler a superfície de rodagem e preparar a suspensão para curvas e buracos. Essa suspensão limita a rolagem da carroceria em no máximo 2,5 graus e pode inclinar a carroceria em até cinco graus no sentido da curva para ajudar a absorver forças laterais.

Em conjunto com essa suspensão inteligente há a tradicional tração Quattro e rodas traseiras esterçantes. Para segurar o S8 a Audi instalou discos de carbono-cerâmica de 16,5 polegadas na dianteira e 14,6 polegadas na traseira. Os dados de desempenho ainda não foram divulgados.

A decoração esportiva é discreta, como é tradição no S8, com emblema do modelo na grade, rodas de cinco raios, tomadas de ar redesenhadas e quatro saídas de escape. No interior o S8 vem recheado de tecnologia como o A8, trazendo um acabamento chamado Carbon Vector com efeito 3D. Os bancos com costura matelassê e desenho mais esportivo são exclusivos também. Segundo a Audi um S8 equipado com todos os opcionais virá com cinco radares, seis câmeras, 12 sensores ultrassônicos e um scanner a laser.

O novo S8 será oferecido na Europa na carroceria de entre-eixos curto e nos EUA na carroceria de entre-eixos longo, o modelo ainda não foi anunciado para o Brasil. (ER)

 

As especificações técnicas e equipamentos do novo Land Rover Defender

A lista de segredos sobre o Defender para o lançamento oficial em Frankfurt está diminuindo: um usuário do fórum Disco4.com publicou fotos das especificações técnicas e versões do novo Defender. A origem das fotos é desconhecidas, mas parecem ser de uma apresentação interna do grupo Jaguar Land Rover.

O Defender será oferecido inicialmente em duas opções de carroceria, a 90, de duas portas e 2.587 mm de entre-eixos, e a 110, de quatro portas e 3.022 mm de entre-eixos. No modelo 2021 chegará a versão 130, de quatro portas e também com 3.022 mm de entre-eixos, mas com balanço traseiro maior. Na apresentação consta que o Defender 110 começará a ser vendido em outubro de 2019, o Defender 90 em março de 2020 e o Defender 130 em agosto de 2020.

Os motores serão todos da família Ingenium, com o quatro cilindros 2.0 à diesel, o seis em linha 3.0 à diesel e três variações do seis em linha 3.0 à gasolina, sendo uma dela a P400e Plug-in Hybrid que estreou no Range Rover Sport no início desse ano. Segundo a ficha vazada os tempos de aceleração de zero a 100 km/h variam de 10 segundos para o 2.0 diesel a 5,9 segundos para o modelo híbrido. A única transmissão disponível será a automática de oito marchas.

Segundo a Land Rover o público alvo será famílias com estilo de vida ativo e que curte viajar, casais aventureiros que trabalham por conta própria ou indivíduos jovens influentes que procuram diversão. Para atender a esses públicos serão disponíveis versões de cinco e seis lugares do Defender 90, de cinco, seus ou sete lugares para o Defender 110 e oito lugares para o Defender 130.

Na lista de equipamentos constam as tecnologias modernas que a Land Rover adota no resto de sua linha, deixando de lado a simplicidade do Defender antigo. Som Meridian de 740 watts, cluster digital com tela de TFT, bancos com 16 tipos de regulagens elétricas, faróis de matriz de LED e cruise control adaptativo são algumas das tecnologias exibidas nas fichas. (ER)

 

Carros que não forem reparados em recall serão notificados

O Ministério da Justiça e o Ministério da Infraestrutura assinaram nesta última segunda-feira (1º) uma portaria que prevê a notificação de veículos que não atenderem o recall de seus fabricantes.

De acordo com o documento, se o proprietário de um carro envolvido em uma campanha de recall não realizar o reparo no prazo de um ano, o aviso de recall será impresso no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), o popular “documento do carro”. A portaria também prevê que a comunicação do recall possa ser feita pelo Denatran por meio do sistema de Registro Nacional de Veículos Automotores, o Renavam.

Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o percentual de carros convocados que realizam o reparo é de apenas 40%, enquanto nos EUA é de 90%. Com o documento, o governo espera aumentar a efetividade dos recalls, facilitando a notificação e localização dos proprietários de veículos envolvidos.

Além da notificação ao motorista, a portaria também autoriza a divulgação de recais por redes sociais e sites de empresas, e também obriga a fabricante a alertar os riscos em seu site oficial. (LC)

 

GP da Grã-Bretanha poderá trocar Silverstone por circuito de rua em Londres

O circuito de Silverstone, o mais tradicional do automobilismo britânico e palco do primeiro GP da Fórmula 1 poderá ser substituído por um circuito de rua nos próximos anos. Segundo a BBC, o contrato de Silverstone com a Fórmula 1 termina logo após a corrida deste ano, daqui a pouco menos de 15 dias, e já faz algum tempo que a Liberty Media cogita realizar uma prova de rua em Londres.

O diretor da F1, Ross Brawn, disse anteriormente que um circuito de rua em Londres não substituiria o GP da Grã-Bretanha em Silverstone. O diretor do autódromo, Stuart Pringle, acredita que caso ocorram duas provas no Reino Unido, uma delas não será comercialmente viável devido ao esvaziamento do público, uma vez que Silverstone fica a apenas 80 milhas de Londres. (LC)

 

Triumph Street Twin é lançada por R$ 40.300

A ofensiva de lançamentos da Triumph no Brasil continua. Agora, a tradicional fabricante britânica anuncia a chegada da nova Street Twin, um dos modelos mais acessíveis da família Boneville. Por R$ 40.300 (um aumento de R$ 810 em relação ao modelo antigo.

A novidade principal é uma nova versão do motor monocilíndrico de 900 cm³ com arrefecimento líquido. Ele agora agora entrega 65 cv – 10 cv a mais que antes – enquanto o torque permanece em 8,1 kgfm a 3.200 rpm. A Street Twin também ganha freios Brembo com discos perfurados e pinças de quatro pistões, além de novos amortecedores com 120 mm de curso.

A Triumph Street Twin continua equipada com lanternas de LED, freios ABS, porta-objetos debaixo do banco (com porta USB!) e um catálogo de acessórios com mais de 140 itens. (DH)

 

Bentley Continental GT quebra recorde de Pikes Peak para carros produzidos em série

A Bentley conseguiu o que queria em Pikes Peak: seu Continental GT agora é o carro produzido em série mais rápido do mundo na lendária subida de montanha no Colorado. O sedã equipado com um motor W12 biturbo de seis litros, 632 cv e 91,8 kgfm de torque completou o trajeto de 19,9 km em 10min18s488. Ao volante, o experiente Rhys Millen conseguiu marcar uma velocidade média de 112,3 km/h ao longo do percurso. A tentativa fez parte das comemorações pelo centenário da Bentley, que foi fundada em 1919.

Sem qualquer moidificação mecânica, e apenas uma gaiola de proteção instalada (por exigência do regulamento), o Bentley Continental GT foi 8,4 segundos mais rápido do que o recordista anterior, David Donner, que correu em 2015 com um Porsche 911 Turbo S.

Agora, a Bentley detém tanto o recorde para automóveis quanto para SUVs – este, conquistado em 2018 pelo Bentley Bentayga, que subiu Pikes Peak em 10min49s902. (DH)

 

“Vazam” imagens do novo BMW X6

A BMW marcou o lançamento da nova geração do SUV-coupé X6 para o fim deste ano. Naturalmente, não demoraria tanto tempo para que “vazassem” na internet as primeiras imagens do modelo – três, no total.

Baseado no novo BMW X5, o SUV também passará a utilizar a nova arquitetura CLAR da BMW, compartilhada com os sedãs Série 5 e Série 7. Esteticamente, ele também herda a identidade visual do X5, com linhas mais angulares e agressivas na dianteira (faróis, grade e para-choque) e na traseira.

Da mesma forma que o X5, o novo X6 deverá ter versões a diesel e a gasolina, começando com o xDrive30d e o xDrive45e, este último com tecnologia híbrida. Nesta linha, mais adiante deverá ser apresentado o X6M, certamente equipado com o mesmo motor V8 biturbo de 4,4 litros e mais de 600 cv, já usado no X5M, no M5 e no M8.

Mais informações deverão ser reveladas oficialmente nos próximos dias, como manda o roteiro de praticamente todo lançamento moderno. (DH)

 

Nissan GT-R ganha edição especial de 50 anos – com tom de azul clássico

Em 2019 completam-se 50 anos do primeiro Skyline GT-R, o lendário Hakosuka. Embora não carregue o nome Skyline, o atual – e veterano – Nissan GT-R é descendente direto na linhagem, e com isto a Nissan apresentou a série comemorativa 50th Anniversary Edition de seu esportivo.

A principal característica da edição é pintura, que traz de volta o icônico tom de azul Bayside Blue, também conhecido como Wangan Blue, usada pela última vez no GT-R R34, descontinuado em 2002. Por dentro, o carro traz o acabamento Prestige, com revestimento de couro cinza nos bancos, painel de instrumentos, revestimentos de porta, volante e alavanca de câmbio; além de teto e para-sóis revestidos em Alcantara.

A mecânica permanece a mesma: o motor VR38DETT, V6 biturbo de 3,8 litros, com 565 cv e 64,5 kgfm de torque, acoplado a uma caixa de dupla embreagem e seis marchas que leva a força do motor para as quatro rodas.

O Nissan GT-R 50th Anniversary Edition terá 50 unidades fabricadas para o mercado europeu, sendo 18 delas com mão inglesa. (DH)

 

Hyundai HB20 é convocado para recall de semi-árvore

 

A Hyundai está convocando 6.025 unidades do HB20 e HB20S para um recall da semi-árvore direita. O fabricante identificou que um lote da peça apresenta baixa resistência ao torque e pode se desgastar com o tempo e quebrar prematuramente, trazendo riscos de acidente. A Hyundai recomenda que os donos dos carros afetados não utilizem o carro até o reparo ser feito.

Os modelos defeituosos são fabricados entre abril e maio de 2019 e equipados com motor 1.0 e possuem os últimos oito dígitos do chassi de KP026254 a KP0525555. A Hyundai diz que a troca do componente leva aproximadamente duas horas e o agendamento do recall pode ser feito diretamente nas concessionárias. (ER)

Matérias relacionadas

Alonso fora da Indy 500, Chevrolet atualiza pacotes e preços da S10, TRD apresenta pacote para o Supra e mais!

Alonso vence as 24 Horas de Daytona, BMW inicia vendas do X5 no Brasil, JAC anuncia modelo elétrico por R$ 140.000 e mais!

Leonardo Contesini e Dalmo Hernandes

Project Cars #502: a evolução mecânica do Puma P052 e os novos acertos do carro

Leonardo Contesini