A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Acredite: isto é um Porsche – e custa R$ 850 mil!

À primeira vista, você pode pensar que o veículo militar aí em cima não é um Volkswagen Thing, mais conhecido como “o carro do Senhor Barriga em Acapulco“. O chamado Volkswagen 181 foi criado para o exército alemão em 1968, e teve mais de 50.000 unidades produzidas até 1979. Neste meio tempo, foi transformado em um carro de passeio e era bastante comum no México, onde foi vendido até 1980.

Este é bem mais antigo, de 1955. E, pasme, foi projetado e fabricado pela Porsche! Seu nome é comprido: Porsche 597 Jagdwagen 4×4 Utility e, como dá para ver, também foi criado com fins militares. Ele também foi uma encomenda do exército alemão, e o objetivo era criar um veículo nos moldes do clássico Jeep, do VW Kübelwagen (o antecessor do VW Thing) ou mesmo do Land Rover original.

porsche-jagdwagen (6)

A receita era praticamente a mesma dos veículos militares da VW, como o próprio Kübelwagen, ou o anfíbio Schwimmwagenq: desenho simples, zero itens de conforto e um flat-four na traseira. A diferença é que, no caso do Jagdwagen (que significa algo como “veículo de caça” em alemão), o motor em questão é o mesmo do Porsche 356. Um jipe militar com motor de esportivo!

Claro, não era um motor exatamente potente com seus 50 cv, mas era o bastante para levar o utilitário de 990 kg aos 100 km/h – uma das exigências do exército alemão. O câmbio era manual de cinco marchas, era possível escolher entre tração traseira ou integral de acordo com a situação.

porsche-jagdwagen (7)

Uma das maiores diferenças entre o Jagdwagen e os outros veículos militares da época era seu modo de construção: em vez de carroceria sobre chassi, ele tinha estrutura monobloco. Os primeiros protótipos tinha, a carroceria fabricada pela própria Porsche em Stuttgart, mas a versão de produção era construída pela Karmann – mais uma evidência da proximidade entre a Porsche e a VW. Os ângulos de ataque e saída, bastante abertos, e o entre-eixos curto, de apenas 2,06 metros, permitia que o Jagdwagen encarasse inclinações de até 65°. Um detalhe ainda mais interessante: apesar de não parecer, o utilitário era capaz de flutuar e, por isso, na prática era um veículo anfíbio.

porsche-jagdwagen (15)

Apesar de tudo isto, o Porsche 597 não foi o projeto escolhido pelo exército germânico. Em vez disso, eles preferiram ficar com o DKW Munga, desenvolvido e fabricado pela Auto Union, que teve mais de 48.000 unidades fabricadas entre 1956 e 1968. Isto aconteceu porque, além de o Munga ser mais simples e barato, a Auto Union não era uma empresa de nicho como a Porsche e, para os militares alemães, tinha melhor capacidade de atender à demanda.

Dkw-munga-4

DKW Munga. Note os emblemas da Audi na dianteira

A Porsche não queria desperdiçar um bom projeto – e nem os 1,8 milhões de marcos alemães investidos nele – e, por isto, decidiu transformar o Jagdwagen em um veículo de uso civil. No total, 71 unidades foram fabricadas entre 1955 e 1958, fazendo do 597 um dos Porsche mais raros de todos os tempos. Recentemente, um deles foi leiloado como parte da coleção de Jerry Seinfeld.

porsche-jagdwagen (16)

É por isto que este exemplar, que será leiloado pela agência Bonhams no Googwood Revival, marcado para o dia 10 de setembro, tem valor de arremate estimado entre £170.000 e £200,000, ou o equivalente a R$ 720-850 mil. Ele foi comprado por seu último dono, que morava no Japão, em 2012. De acordo com a descrição, ele só está vendendo o carro porque tem pena de utilizá-lo, de tão bem conservado. Se você, por acaso, é um colecionador de Porsche e achou que já tinha de tudo, eis sua próxima aquisição.

Matérias relacionadas

Os melhores hot hatches do universo que você (provavelmente) não conhecia

Dalmo Hernandes

Afinal, de onde vem o nome “Jeep”?

Leonardo Contesini

Supervans: quando a Ford decidiu que a Transit era, na verdade, um carro de corrida

Dalmo Hernandes