A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos

Acredite: tem um Dodge Viper escondido debaixo deste Chevrolet Camaro 1968

À primeira vista, isto parece um Chevrolet Camaro muito bem cuidado e customizado com bom gosto. Olha só estas rodas do Dodge Viper! Acontece que, bem, não são só as rodas. Tem um Viper inteirinho escondido ali embaixo. É isso mesmo: estamos diante de um Dodge Viper 2002 com carroceria de Camaro 1968.

É diferente de um Chevrolet Camaro 1968 com motor de Dodge Viper, como o carro do vídeo abaixo. Seu dono, um americano chamado Roger Agee, vem trabalhando no projeto há pelo menos quatro anos e, depois de adaptar toda a estrutura do muscle car para receber um motor V10 de mais de oito litros, finalmente colocou o monstro para funcionar.

Ainda há muito o que fazer no carro, mas ao menos já sabemos: o ronco é animal.

O dono do Camaro de que vamos falar hoje, porém, optou por uma solução mais radical: simplesmente transplantar todas as “entranhas” da víbora para o Camaro. Ou seja: assoalho, motor, transmissão, suspensão e freios, tudo está ali embaixo.

vipermaro (9)

O projeto foi executado por uma preparadora americana chamada Miller Automotive. De cara, dá para ver que os para-lamas foram alargados para acomodar os pneus mas, por incrível que pareça, não há tanta diferença entre as bitolas dos dois carros – ambos têm cerca de 1,5 m na dianteira e na traseira, sendo que no Viper são cerca de 2 cm a mais. No entre-eixos, a disparidade é maior: são 2,5 metros no Viper e 2,74 m no Camaro, o que provavelmente exigiu um cardã mais comprido e que se alongasse o assoalho em alguns centímetros. De qualquer forma, o visual ficou bastante harmônico, apesar das proporções ligeiramente diferentes.

vipermaro (10)vipermaro (4)

Sendo um Viper 2002, estamos falando de um motor V10 de 8,3 litros e capacidade para entregar 517 cv a 5.600 rpm e  73,9 mkgf de torque a 4.200 rpm, acoplado a uma caixa manual Tremec T-56 de seis marchas. Lembre-se: o Viper ficou famoso por trazer toda esta força nas rodas traseiras sem qualquer tipo de assistência eletrônica. O Camaro deverá ficar um pouco mais estável por causa do entre-eixos longo, mas ainda assim deve ser um verdadeiro monstro. O desempenho em linha reta também não deve ficar muito distante, o que significa 0-100 km/h em 3,8 segundos, 0-160 km/h em 8,4 segundos, quarto-de-milha em 11,8 segundos a 200 km/h e máxima de 305 km/h.

vipermaro (11)

A parede corta-fogo precisou ser refeita para que o motor fosse recuado, ficando todo atrás do eixo dianteiro e, consequentemente, melhorando a distribuição de peso. Com isto, o painel e os bancos dianteiros também foram movidos para trás, o que transformou este Camaro em um dois-lugares. Um novo painel foi fabricado para abrigar instrumentos aftermarket. Note como a disposição dos relógios é bastante parecida com a encontrada no Viper:

vipermaro

O visual do carro ficou realmente agradável, por mais que alguns provavelmente não aprovem a diferença de quase 40 anos entre o carro e as rodas. E, obviamente, haverá ainda mais gente torcendo o nariz para a combinação Chrysler-General Motors. “Ao menos poderia ter sido um Challenger!”, devem estar pensando os mais conservadores.

vipermaro (5)

Honestamente, a gente também acharia mais apropriado se a carroceria fosse a de um Dodge Challenger. Seria até mais bacana que o Dodge Charger “Juiced” com o V10 de 8,4 litros do Viper atual, preparado para render 660 cv, que a própria fabricante fez para o SEMA Show 2012. Mas você acha que a gente recusaria um passeio nesse monstro por causa disso? Não mesmo!

vipermaro (12)

Fotos: SpeedSociety/Facebook, FUELEDMag

Matérias relacionadas

11.000 rpm: o som e a fúria de um Alpine A110 com motor Kawasaki na subida de montanha

Dalmo Hernandes

Jay Leno mostra em detalhes o motor do seu McLaren F1

Leonardo Contesini

Motor do AE86, 11.000 rpm e um piloto destemido: delicie-se com esse Toyota Starlet rasgando a montanha!

Dalmo Hernandes