A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos Zero a 300

Afinal, como foi que o Jaguar E-Pace deu aquele salto parafuso no lançamento?

A Jaguar não economizou no espetáculo na hora de apresentar seus dois SUVs. O F-Pace, primeiro utilitário da marca, foi apresentado em 2015 com um looping de 19,08 metros de altura – foi o looping mais alto já realizado por um automóvel na história.

Agora, com o lançamento do E-Pace – SUV criado para brigar com o Audi Q3 e o Mercedes-Benz GLC, equipado com motor dois-litros turbo de 250 cv ou 300 cv –, a Jaguar decidiu ir além e, literalmente, lançar o E-Pace em um salto parafuso, manobra em que  carro salta por uma rampa inclinada e gira sobre seu próprio eixo antes de pousar do outro lado.

Foi exatamente a mesma manobra realizada por James Bond (interpretado pelo grande Roger Moore) em “007 e o Homem da Pistola de Ouro” (The Man with the Golden Gun, de 1974).

Costumam dizer que esta é uma das maiores manobras já realizadas no cinema, arruinada por um dos piores efeitos sonoros já utilizados no cinema. O que você acha?

Mas como foi que um utilitário de 1.700 kg conseguiu realizar tal manobra? A Jaguar decidiu mostrar o making of para responder a esta pergunta. Porque definitivamente este não é um salto qualquer. Há muitas coisas que podem dar errado envolvidas: a velocidade do carro, o ângulo das rampas e a distância entre as mesmas precisam ser perfeitos.

Você pode assistir ao making of abaixo:

Por esta razão, foi necessário realizar simulações computadorizadas antes de colocar um E-Type de verdade para fazer os primeiros testes. O programa em CAD determinou todas as constantes, usando o peso do carro e a distância entre as rampas para calcular a velocidade na qual o mesmo deveria “levantar voo”. Aliás, o salto do filme de James Bond foi a primeira a ser simulada virtualmente antes da execução.

Depois disto, foi a vez de testar os dados fornecidos pelo programa depois de 756 horas (!) de simulações virtuais. Seria preciso que o piloto tomasse uma distância de 160 metros e mantivesse uma velocidade constante de 67,5 km/h. O E-Pace ficaria por 1,5 segundo no ar, dando um giro de 270 graus (uma volta e meia, a 180 graus por segundo) em torno de seu próprio eixo longitudinal e percorrendo uma distância de 15 metros. A margem de erro para a manobra? Apenas 10 mm.

jagepace18mycamocardynamic21071706-resize-1024x682

Foi por isto que a Jaguar contratou um cara experiente para fazer o que deveria ser feito: Terry Grant, piloto dublê detentor de nada menos que 21 recordes oficiais do Guinness com carros – coisas como o maior número de zerinhos em 100 segundos (39), em 2013; a vaga de estacionamento mais apertada estacionando de ré (15 cm mais longa que o Renault Twingo que ele estava pilotando); e o menor tempo em uma milha com um carro andando sobre duas rodas, no Goodwood Festival of Speed de 2011, com um Nissan Leaf.

E ele também foi  cara que pilotou o Jaguar F-Type que deu o maior looping do mundo em 2015:

Grant só entrou no carro depois que simulações foram feitas usando um SUV controlado por um controle remoto: repare a partir dos 1:19 do vídeo no mecanismo que vira o volante e controla os pedais do carro. Por 33 vezes o veículo foi lançado pela rampa – primeiro, caindo sobre um colchão de ar e só depois pousando na outra rampa. O piloto experimentaria até 5 G de aceleração lateral – para se ter uma ideia, pilotos de Fórmula 1 enfrentam aceleração lateral de até 4,5 G.

jagepace18mybarrelrolltest21071704

Se você reparar bem nas fotos, vai ver que em alguns dos saltos, o carro é um Range Rover Evoque de quatro portas. Isto porque o E-Pace pegou emprestada a plataforma do Evoque e, por isto, ambos têm dimensões muito parecidas: o Evoque tem 4.371 mm de comprimento, 1.900 mm de largura e 2.600 mm de entre-eixos. O E-Pace tem 4.411 mm de comprimento, 1.984 mm de largura e 2.681 mm de entre-eixos. Ambos pesam cerca de 1.700 kg.

t6mbdyzke3hff8gmdgef

De acordo com a Jaguar, os exemplares do E-Pace (e do Evoque) usado nos testes e na tentativa oficial recebeu apenas modificações para a segurança do piloto, como a instalação de uma gaiola de proteção integral. Mas a gente recomenda seriamente que você não coloque uma gaiola no seu E-Pace para tentar fazer o mesmo.

 

Matérias relacionadas

America, f*ck yeah: o novo Yenko Camaro e o Chevelle com motor LT5 de 765 cv da Chevrolet

Dalmo Hernandes

Escolha impossível: você vai de Mercedes-Benz CLK DTM ou CLK63 AMG Black Series?

Dalmo Hernandes

Este Subaru Impreza WRC97 já foi de Colin McRae – e agora está à venda!

Dalmo Hernandes