Alguém pagou R$ 2,2 milhões pela vaga de estacionamento mais cara do mundo

Dalmo Hernandes 19 junho, 2017 0
Alguém pagou R$ 2,2 milhões pela vaga de estacionamento mais cara do mundo

“Cara, eu AMO deixar o meu carro na rua! É ótimo saber que alguém pode riscar ele com uma moeda, murchar os pneus, ou mesmo roubar ele! E ainda tem o sol e a chuva para estragar a pintura. Quem precisa de garagem?” Já ouviu alguém dizer isto? Nós também não. E é por isso que todo mundo que tem carro procura uma casa ou apartamento com garagem antes de se mudar – ninguém quer pagar R$ 300 por mês para guardar o carro em um estacionamento particular. É é uma grana faz falta.

Quer dizer, faz para a maioria das pessoas, pois há quem esteja disposto a pagar mais, bem mais por um lugar para deixar o carro sempre que quiser. Em Hong Kong, onde um espaço para ocupar já vale mais que barras de ouro (que valem mais do que dinheiro, claro), alguém pagou o equivalente a R$ 2,2 milhões pela vaga de estacionamento mais cara do mundo, de acordo com o noticiário Southern China Morning Post.

hongkong (1)

Em dólares de Hong Kong, ou HK$, isto dá 5,18 milhões. Em dólares, é um número um tanto mais modesto – cerca de US$ 664.000. Mas sabe de uma coisa? É o bastante para pagar R$ 300 por mês naquele estacionamento a algumas quadras de onde você mora por 2.213 meses, ou 184 anos.

Quem comprou a vaga foi um homem chamado Kwan Wai-ming, diretor-executivo do grupo de investidores Huarong Investment Stock Corporation. Foi a terceira vaga que Kwan comprou no residencial de luxo Upton, que fica na região Sai Ying Pun, em Hong Kong, e a mais cara de todas elas. As outras duas custaram o equivalente a R$ 1,6 milhões e R$ 1,8 milhões, ambas compradas em janeiro de 2016. Para se ter uma ideia, com algo entre R$ 1,5 milhão e R$ 2 milhões, dá para comprar uma bela suíte no centro de Hong Kong.

HONG KONG-PROPERTY-CONSTRUCTION

Kwan, 58, pagou R$ 31 milhões por um apartamento em Upton, um dos mais luxuosos condomínios de Hong Kong, com 48 andares. A vaga comprada pelo executivo fica no primeiro andar e, com 17,5 m² (2,8 m x 6,2 m, aproximadamente), é 40% maior que o tamanho que costumam ter as vagas por lá.

Não é um fenômeno isolado na cidade: outros residenciais de luxo também vendem suas vagas de estacionamento a clientes VIP que queiram a pagar por eles. O recorde anterior data de outubro do ano passado e também aconteceu em Hong Kong, quando uma vaga em um prédio em Mid-Levels, na região centro-oeste, foi vendida por HK$ 4,8 milhões, ou cerca de R$ 2 milhões em conversão direta.

Mas por que são vagas tão caras? É uma questão de conveniência, demanda e poder aquisitivo. Segundo o SCMP, até existe um estacionamento particular do outro lado da rua onde fica Upton. Para deixar o carro lá todos os meses, paga-se cerca de HK$ 3.000 por mês, o que dá pouco mais de R$ 1.200. Em um ano, a despesa seria de R$ 14.400.

hongkong (2)

Seria uma opção bem mais racional. Ricky Tang, representante de uma das empresas que administram condomínios de luxo em Hong Kong, diz que a maioria dos clientes sabe que há maneiras mais baratas, mas preferem não deixar seus carros em estacionamentos coletivos. São caras que pagam dezenas de milhões por um apartamento, então eles não se importam em investir “um pouco” mais pelo direito de ter uma vaga no prédio para chamar de sua. O próprio Kwan gastou HK$ 88,5 milhões somando os dois apartamentos em Upton, com mais de 10% desta quantia reservada apenas para pagar as vagas — percentual semelhante ao praticado nas grandes cidades brasileiras.