A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Duelo do Dia

America, f*ck yeah! Você vai de Cadillac CTS-V ou Chevrolet Corvette Stingray?

Sentiu falta do Duelo do Dia? Pois o quadro está de volta, pronto para colocar você em dilemas existenciais intensos que precisarão de sangue frio e muita reflexão para serem debatidos e solucionados – ou não. E nós vamos começar com dois V8 americanos barulhentos e feitos na medida para dar dor de cabeça aos europeus de nariz empinado: o Cadillac CTS-V e o Chevrolet Corvette.

Cadillac CTS-V

Ele parece ter sido desenhado com um esquadro. Mas de quadrado o Cadillac CTS-V só tem a carroceria: debaixo do capô está um V8 LSA de 6,2 litros e 556 cv, sobrealimentado por um compressor mecânico. Ele vai de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos, com máxima de 319 km/h – com direito a um passeio relativamente confortável, graças aos amortecedores Magnetic Ride.

autowp.ru_cadillac_cts-v_63

O mito de que carro americano não faz curva já foi derrubado faz tempo, e o CTS-V é mais um dos que confirmam este fato, rivalizando com BMW M3 e Mercedes-Benz C63 AMG em comparativos feitos por sites e revistas dos dois lados do atlântico — e se dando bem. Em Nürburgring Nordschleife, por exemplo, sua melhor marca é cerca de 2 s mais rápida do que a do C63 e 5 s (!) mais veloz do que a do M3 V8 aspirado.

 

Chevrolet Corvette Stingray

A esperada sétima geração do Corvette evoluiu em todos os aspectos: acabamento, desempenho e, para alguns, visual. O motor é um V8 LT1 de 6,2 litros e aspiração natural, capaz de entregar 466 cv, acelerar o ‘Vette de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos e empurrá-lo aos 313 km/h de máxima.

2014 Chevrolet Corvette Stingray

Mas o mais importante é que, finalmente, o esportivo de compostos plásticos e fibra de carbono (teto e capô) tem cacife para enfrentar os europeus de desempenho semelhante, custando muito menos (e não parecendo). Até os caras do Jalop gringo concordam com isto.

Ambos têm números bem semelhantes, embora o Corvette precise de 90 cv a menos para acelerar aos 100 km/h um décimo de segundo mais rápido. Além disso, o Corvette ainda é novidade, enquanto o CTS-V está na sua segunda geração desde 2009, com um novo modelo esperado para o ano que vem. Além disso, o Corvette é mais barato: parte de US$ 51.000 (cerca de R$ 120 mil, em conversão direta), enquanto o Cadillac CTS-V parte de US$ 63.600 (cerca de R$ 150 mil, conversão direta). Por outro lado, custando menos, o Corvette só oferece espaço para dois, enquanto o Cadillac pode ser um cupê, perua ou sedã — além de ser mais confortável, graças à sofisticada suspensão magnetorreológica (como a do Camaro ZL1). No mundo real, o CTS-V oferece mais conforto e menos inconvenientes – mas naqueles momentos em que a estrada fica vazia e cheia de curvas (conhecido como “nunca” nesta época do ano), o ‘Vette é muito mais carro.

Se nos perguntassem, diríamos que o ‘Vette é um esportivo mais puro e mais barato, porém quem quer um precisa fazer certas concessões. O CTS-V é mais caro, mas também mais versátil. Com qual dos dois ficaríamos? Depende do nosso humor… 

Mas, e você, qual dos dois escolheria?


Matérias relacionadas

Duelo do dia – especial Salão do Automóvel: você prefere o Mercedes-AMG One ou o McLaren Senna?

Dalmo Hernandes

A batalha do ano que vem: Ford Mustang vs. BMW Série 4

Dalmo Hernandes

O duelo do momento: Honda Civic Touring vs. Ford Fusion EcoBoost SEL

Leonardo Contesini