A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Aplicativo do Contran dará desconto de 40% no valor das multas

Se você achou pesados os valores das infrações que passarão a valer após 1º de novembro, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) pode aliviar a barra para os motoristas infratores. A partir desta mesma data, entrará em operação o Sistema de Notificação Eletrônica, que irá enviar as notificações de infração por meios eletrônicos escolhidos pelos motoristas.

A adesão ao sistema é opcional para os motoristas e para os Departamentos de Trânsito estaduais. Porém, para estimular a adesão, os motoristas que optarem por receber as notificações e guias de pagamento pelo sistema terão 40% de desconto sobre o valor total da multa. Com o desconto os valores das multas ficarão os seguintes:

  • Infrações Leves: de R$ 88,38 por R$ 53,02
  • Infrações Médias: de R$ 130,16 por R$ 78,09
  • Infrações Graves: de R$ 195,23 por R$ 117,13
  • Infrações Gravíssimas: de R$ 293,47 por R$ 176,08

O desconto não será cumulativo, ou seja, não é somado aos atuais 20% de desconto concedido às multas pagas antes do vencimento.

Segundo o Contran, o Sistema de Notificação Eletrônica visa reduzir os custos com envio das notificações e guias, reduzir a utilização de papel e garantir que o condutor seja efetivamente notificado da infração. Este último talvez seja o principal motivo da adoção da eletrônica: segundo a lei brasileira, caso o órgão de trânsito não faça chegar a notificação ao motorista infrator em até 30 dias, o Estado perde o direito de cobrar a infração.

A partir de 1º de novembro os condutores deverão optar por manter o modelo original de notificação, via correios ou aderir ao novo método de notificação eletrônica. Caso o condutor opte pela notificação eletrônica, ele deixará de receber os documentos impressos caso seja multado.

O sistema também irá incluir na comunicação por meio eletrônico um link para que o condutor possa recorrer da notificação, bem como para solicitar a transferência dos pontos para outra pessoa, exatamente como no sistema atual.

A nova plataforma poderá ser acessada pelo site do Sistema de Notificação Eletrônica e/ou por aplicativo para Android e iOS. No momento nem todos os Departamentos de Trânsito estaduais (Detran) aderiram ao sistema — o Detran/SP, por exemplo, ainda está estudando as definições do sistema —, mas o início da operação será divulgada nos sites do Denatran (que administrará o sistema) e dos Departamentos estaduais.

Matérias relacionadas

Próxima geração do Fiesta ST poderá usar motor 1.0 Turbo

Leonardo Contesini

Koenigsegg apresenta na China os primeiros motores sem comando de válvulas

Leonardo Contesini

Ford Focus RS chega aos 405 cv nas mãos da Hennessey – e terá ainda mais no futuro

Leonardo Contesini