Sem Photoshop: o famoso Chevrolet Camaro com um blower gigante é 100% real

Dalmo Hernandes 11 janeiro, 2017 0

has science gone too far

Se você já é um internauta experiente, certamente topou com esta foto pelo menos uma vez: um Chevrolet Camaro de primeira geração, feito para arrancada, com um compressor/blower absurdamente grande no motor. É claro que isso é uma montagem mal feita, não?

Não é.

Quem nos revela a verdade é um vídeo até antigo, gravado por volta de 2006, quando a internet ainda não era onipresente como hoje. Trata-se de uma entrevista feita com o dono do carro, Mike Christensen, um piloto americano de arrancada que, primeiramente, ficou famoso por causa de um wheelie impressionante com este mesmo Camaro: o motor, com bloco de alumínio, deixou a dianteira leve demais. Quando as rodas levantaram, a wheelie bar quebrou e o carro praticamente levantou voo e tombou sobre o lado do piloto, tudo em questão de segundos.

Os caras do Urban Hillbilly, canal especializado na cobertura da cena de arrancada do sul dos EUA, afirma que na verdade este vídeo já se espalhou por toda a internet, em vários outros canais. Old, but gold.

Depois de falar a respeito do incidente e comentar sua reação, digamos… exaltada, Mike é questionado a respeito do compressor. Ele confirma que o carro realmente foi equipado com o blower, que veio de um ferro-velho.

Bom, meu pai trouxe [o compressor] do ferro-velho, e a gente acha que veio de uma locomotiva. E era tão legal que, sabe, a gente tinha que instalá-lo no motor. (…) Ainda temos que dar uma puxada com ele… estamos trabalhando nisso (risos).”

Alguém poderia pensar que ele simplesmente encaixou a carcaça do compressor do tipo Roots sobre o motor só para tirar as fotos. Não foi o caso: Mike e seu pai projetaram um coletor de admissão exclusivamente para a empreitada e tiveram que encomendar uma correia dentada sob medida. E ele até chegou a ligar o motor com o compressor instalado… embora não tenha conseguido fazer muito mais do que isto.

SenhorBlauer

Quando ligamos o motor pela primeira vez, eu só dei um toque no acelerador, a roda dianteira levantou uns três centímetros e as juntas dos dois cabeçotes queimaram (mais risos).”

Aparentemente, foi só uma experiência feita por diversão. Mas as suspeitas de Mike e seu pai estavam certas: o enorme compressor do tipo Roots é mesmo usado em locomotivas, como explicado em um tópico de 2008 no fórum Nasty Z28.

O usuário 3origZlovers dizia, no tópico, que o compressor é só um dos modelos produzidos pela companhia onde trabalhava, e compartilhou fotos do processo de fabricação de um deles. A escala de tudo é impressionante: as carcaças, os tarugos brutos de metal e as máquinas de usinagem são enormes.

100_5851 100_5584 100_5859

Saca só os rotores depois de prontos:

100_5578

Não é de se surpreender, portanto, que o V8 do Camaro não tenha suportado tanta pressão.

Talvez você já soubesse de tudo isto, pois estamos falando de um vídeo com pelo menos dez anos de repercussão. Por outro lado, não é difícil encontrar quem ainda pense se tratar de uma montagem no Photoshop. Nesse caso, mostre a eles o link deste post!