A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

As marcas que mais lucraram em 2016, Chapecoense terá carro no Mercedes Challenge, os novos apresentadores de Top Gear USA e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

As três marcas que mais lucraram por carro em 2016

macanbarata--15

A Porsche terminou mais um ano como a marca mais lucrativa do planeta. Segundo as informações publicadas pelo Bloomberg, durante o ano de 2016 a fabricante alemã vendeu 238.000 veículos e teve lucro anunciado de 4,1 bilhões de dólares, o que resulta em um lucro médio de US$ 17.226  por veículo vendido.

A marca corrobora a noção de que os SUVs da marca foram necessários para mantê-la viva e viabilizar a produção dos esportivos, que são veículos caros e vendidos em volume inferior. Segundo o levantamento, quase 40% destes 238.000 Porsche vendidos eram uma das versões do Macan. Somando o Cayenne, outro campeão de vendas da Porsche, a fatia dos SUVs representa quase 70% das vendas — mais de 165.000 carros.

porsche_cayenne_14_1

Logo depois da Porsche, em segundo lugar, vem a Daimler AG, proprietária da Mercedes, smart e Freightliner, entre outros. O lucro médio por seus 2,1 milhões de veículos vendidos foi de US$ 4.220 por unidade. Em terceiro vem a BMW AG, com 2 milhões de veículos vendidos e um lucro médio de US$ 3.725 por unidade.

 

 

Top Gear USA está de volta, e com novos apresentadores

topgearamerica

 

Em junho de 2016 a BBC America anunciou o fim de sua parceria com o History Channel, o que resultou no cancelamento de Top Gear USA. Mas agora, quase dez meses depois, Top Gear USA está de volta em um novo canal e com novos apresentadores.

A nova temporada do programa será transmitida pelo canal AMC, que firmou um contrato para uma série de oito episódios com a BBC America. Contudo, em vez de chamar o bem-azeitado trio formado por Rutledge Wood, Adam Ferrara em Tanner Foust, a BBC America optou por formar um novo trio. Os nomes são promissores, porém completamente desconhecidos do público internacional: William Fichtner, Antron Brown e Tom Ford — o jornalista, não o estilista. Não sabe quem são?

Bem, William Fichtner é um ator americano de 60 anos que está na ativa desde 1987 e é um grande fã de carros. Você talvez o conheça como o agente Alexander Mahone de “Prison Break”, e certamente já ouviu sua voz em “Grand Theft Auto”, uma vez que ele é o dublador do personagem Ken Rosenberg.

Antron Brown é mais conhecido pelos fãs de arrancada: ele é tri-campeão “mundial” (os americanos adoram chamar seus campeonatos locais de “mundial”) da divisão Top Fuel da NHRA. Ele também disputou nove temporadas na categoria Pro-Stock de motos da mesma associação, vencendo 16 corridas.

Por último temos o britânico Tom Ford, que você certamente conhece das primeiras temporadas de Fifth Gear, quando o programa ainda tinha seis apresentadores. Ford também é um dos editores da revista Top Gear e foi roteirista do programa nas últimas temporadas.

A nova temporada de Top Gear USA ainda não tem data de estreia, mas está prevista para o final deste ano, com oito episódios de uma hora de duração.

 

Funcionários da BMW fumam maconha durante trabalho e causam prejuízo milionário

BimmerHigh

No início do mês uma dupla de funcionários da BMW decidiu “relaxar um pouco” durante o intervalo de seu turno na fábrica, mas acabou causando um prejuízo estimado em um milhão de euros, segundo o jornal alemão Bild.

O fato aconteceu no último dia 3 de março. Dois operários noturnos da linha de produção saíram para o intervalo e, em vez de relaxar de verdade, acabaram bebendo um pouco demais. Já alterados pelo álcool, eles decidiram fumar um cigarro de maconha que um deles tinha no armário. Como se não bastasse, a dupla ainda ingeriu anfetaminas — talvez tentando reverter os efeitos causados pelo álcool e pela maconha.

O resultado dessa festa alucinante no intervalo do turno não poderia ser outro: por volta das 22:40 a dupla caiu inconsciente, paralisando o setor de montagem do sistema de escapamento por cerca de 40 minutos. Eles precisaram ser levados ao hospital, e um deles acabou demitido.

Um porta-voz da BMW diz que o prejuízo com a paralisação não foi maior que 100.000 euros, porém o Bild apurou que os danos financeiros podem chegar ao milhão de euros.

 

Chapecoense terá carro no Mercedes Challenge

chaps

A Chapecoense terá seu nome representado no automobilismo brasileiro nesta temporada de 2017. O piloto Raijan Mascarello irá disputar o Mercedes-Benz Challenge com as cores e o escudo da Chapecoense estampando a carroceria de seu Mercedes AMG CLA45.

A parceria entre o piloto e o clube começou no ano passado, em um acordo firmado com o presidente Sandro Pallaoro, uma das vítimas do acidente aéreo ocorrido com a equipe em novembro. Também devido ao acidente, parte do valor recebido pelos patrocinadores da equipe PGG Chape Racing será destinada à reestruturação da equipe. Segundo o portal Uol, a parceria renderá R$ 100.000 por ano ao time catarinense neste primeiro momento, mas espera-se que o valor aumente com o interesse de novos patrocinadores.

O carro será apresentado na noite desta quarta-feira (22) em Chapecó, e terá transmissão ao vivo pelo Facebook.

 

Peugeot pensa em voltar a Le Mans

Peugeot could return to Le Mans -2

A Peugeot pode estar perto de voltar às 24 Horas de Le Mans. Em entrevista à revista Autocar, o chefe da Peugeot, Jean-Philippe Imparato confirmou que a marca está disposta a voltar à competição, mas somente se os custos da categoria forem reduzidos.

“Sempre dissemos que retornaríamos diante de três condições: primeiro, a empresa precisaria estar gerando lucro; segundo, vencer o Rali Dakar; terceiro, o custo da competição não pode passar dos 200 milhões de euros por ano”, disse Imparato à revista britânica. “As duas primeiras aconteceram. A terceira não. Estamos estudando o retorno, mas o regulamento precisa ser mais leve com o orçamento”.

Atualmente a categoria LMP1 tem apenas Toyota e Porsche competindo no topo. Os organizadores acreditam que é preciso ter ao menos três equipes de ponta para tornar a LMP1 viável em longo prazo. Por isso, para reduzir os custos, as regras sobre o desenvolvimento aerodinâmico deverão mudar.

A Peugeot disputou as 24 Horas de Le Mans entre 2007 e 2011, e venceu a edição de 2009 da prova, sendo a única a quebrar a sequência de vitórias da Audi em La Sarthe desde 2000, uma vez que a Bentley era, essencialmente, a equipe da Audi com carros rebatizados.

 

Matérias relacionadas

Liberação do diesel volta a ser discutida na Câmara, o futuro SUV compacto da Volkswagen, Honda não quer mais ter carros “sem graça” e mais!

Leonardo Contesini

Um Dodge Dart De Luxo muito íntegro e com motor V8 Magnum de 230 cv à venda

Dalmo Hernandes

Focus RS500 flagrado em testes, o primeiro brasileiro na subida de Pikes Peak, projeto de lei pode deixar pedágio mais caro e mais!

Leonardo Contesini