A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Avaliações

As nove marchas do Range Rover Evoque 2014

Na década de 1960, os compradores de muscle cars nos EUA podiam escolher nas concessionárias entre várias relações de diferencial. Era uma forma de se deixar a transmissão com relações mais longas (boa para estrada, mais conforto e menos consumo) ou mais curtas (para pegas de semáforo), já que a caixa de câmbio se limitava a oferecer três ou quatro marchas. Outra forma, muito usada por carros automáticos de quatro marchas até hoje (como o Hyundai HB20), é

Matérias relacionadas

Aceleramos e dissecamos o novo Chevrolet Cruze Turbo LTZ Plus: 7 coisas que você precisa saber

Juliano Barata

Aceleramos na pista o Fiat 500 Abarth, que chega ao Brasil por R$ 79.300

Juliano Barata

Aceleramos o Mercedes-Benz GLA 250, 2.0 turbo de 211 cv: o motor perfeito para o conjunto

Juliano Barata