A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos Projetos Gringos

As peças do seu supercarro estão caras? Procure um ferro-velho de luxo

Esperamos que este dia nunca chegue, mas é quase inevitável: você vai precisar de uma peça para o seu carro e não vai encontrar. Ou até vai encontrar facilmente, mas descobrirá que ela custa um braço e uma perna. A solução? Ferro-velho, cara: eles costumam ter peças mais baratas ou, com sorte, você vai achar aquela peça rara que estava faltando na sua restauração. Muitos de vocês, temos certeza, até frequentam ferros-velhos regularmente (até porque não existe lugar melhor pra encontrar aquele motor ou aquele câmbio para o seu swap).

Mas e se você tiver um supercarro ou um clássico valioso? Vai encontrar um ferro-velho que atenda sua necessidade? Bom, vai. É só procurar: existem por aí ferros-velhos especializados exatamente neste tipo de carro: superesportivos e carros exóticos. E eles são quase como os ferros-velhos que você conhece. Quase.

eurospares

O Eurospares, no Reino Unido, é provavelmente o mais famoso deles. Localizado em Essex, a nordeste de Londres, o ferro-velho foi fundado há mais de 30 anos pelo pai de James Pumo, italiano apaixonado pelos melhores e mais rápidos esportivos de seu país (quem não é, afinal?). Hoje em dia, James é responsável pelo negócio do pai e herdou dele a paixão e o conhecimento pelos carros exóticos.

eurospares

Prova disso é que no terreno do tamanho de três campos de futebol existem quatro galpões, cada um contendo cerca de £ 8 milhões em peças, e James provavelmente é capaz de pegar uma caixa aleatória em qualquer uma das prateleiras e dizer exatamente em que carro aquela peça serve e quanto ela custa.

A logística de funcionamento no Eurospares não é tão diferente da que acontece no ferro-velho da sua cidade: quando um carro batido chega, ele é levado para a oficina para desmanche, onde um especialista o desmontará para encontrar todas as peças boas e determinar o valor total. A conta é importante, porque a compra de um carro exótico sinistrado é naturalmente mais arriscada.

eurospares (2)

eurospares (6)

Para manter um estoque de peças tão grande, a Eurospares procura carros no mundo todo, a maioria deles pela Internet. Normalmente a compra é feita sem qualquer tipo de visita ou confirmação de que o carro está exatamente nas condições que foram descritas por telefone ou por e-mail. Por isso, não é muito difícil comprar um carro que vale menos que a quantia paga por ele.

Por outro lado, a Eurospares também recebe dicas de companhias de seguros e dos próprios clientes. Aliás, às vezes um cliente acaba se acidentando com sua Ferrari ou Lamborghini e decide vender o que restou de seus carros ao ferro-velho de James. Bem, falar sobre “o que restou” chega a ser cruel, porque muitos carros têm muito a ser aproveitado.

eurospares (7) eurospares (11)

Esta Ferrari 355, por exemplo: interior intacto, todas as rodas em bom estado, diversos painéis da carroceria aproveitáveis e até a caixa de ferramentas no porta-malas

Existem, contudo, algumas coisas que mantém negócios como o Eurospares rentáveis, apesar dos riscos. Um deles é o preço das peças, obviamente bem superior ao dos componentes comercializados em um ferro-velho comum que caras como você e eu frequentamos — afinal, estamos falando de carros cujo preço chega nas centenas de milhares, que usam peças feitas artesanalmente, e alguns deles são raríssimos. Um jogo de rodas de um modelo cuja produção não chega a 100, por exemplo, pode custar mais de £ 20 mil (aproximadamente R$ 93 mil em conversão direta). Uma bomba de combustível de um Maserati dos anos 50? Pode se preparar para investir £ 800 (R$ 3,7 mil).

eurospares (13)

Sem falar que muitos carros que chegam para desmanche já têm boa parte de suas peças vendidas a um único cliente, que já as havia encomendado antes. Isto acontece quando um cliente chega e acaba não encontrando o que precisa. Nesse caso, o consultor do Eurospares se compromente a encontrar um carro que possa doar os componentes ou, em último caso, encomendar as peças direto com o fabricante. A Ferrari é uma das companhias que fornecem o chamado new old stock, ou simplesmente “NOS” — peças de modelos antigos que a fabricante mantém em estoque e vende a clientes, oficinas e… ferros-velhos.

eurospares (5)

Encomenda especial enviada direto da sede da Ferrari em Maranello

Além disso, trata-se de um mercado que tende a ficar cada vez mais concorrido. À medida que os carros envelhecem e se tornam mais raros, fica cada vez mais difícil encontrar componentes novos. Muitas vezes um carro raro acidentado, que teve declarada a perda total e só serve para doar peças acaba salvando a “vida” de outro. É quase como uma doação de órgãos.

Na verdade o segmento está crescendo tanto que já existem desmanches como este no Brasil. O Motor’s Jan, em Curitiba/PR, é um deles. É menor que o Eurospares, é verdade, mas funciona da mesma maneira, sendo alimentado superesportivos, carros de luxo e antigos que tiveram baixa nos documentos e não podem mais rodar.

Matérias relacionadas

Top Marques Monaco: conheça o Salão do Automóvel mais luxuoso do planeta

Lendas do WRC: Lancia Delta S4, o monstro mais extremo do Grupo B

Dalmo Hernandes

Um Aston movido a vinho branco? Conheça o carro mais “gourmet” da família real britânica

Leonardo Contesini
error: Direitos autorais reservados