A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

As versões e equipamentos do Fiat Cronos, Jaguar volta a produzir o D-Type, McLaren irá colocar Senna para correr e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Conheça as versões e equipamentos do Fiat Cronos

fiat-cronos-1.8-precision

O Cronos chega as lojas somente no final deste mês, mas a Fiat já divulgou a lista de versões e equipamentos do sedã do Argo. Ele será oferecido inicialmente em duas versões com opções de câmbio manual e automático/automatizado, e somente com os motores 1.3 e 1.8, como já havíamos noticiado anteriormente.

Ainda não há preços, mas todos já estão falando que ele deverá custar R$ 4.000 mais caro que o Argo, em uma estratégia de preços semelhante à adotada pela VW com o Polo e o Virtus. Com isso, o sedã da Fiat deverá custar entre R$ 60.000 e R$ 73.000.

fiat-cronos-1.3-drive-gsr-4

A versão de entrada será a Drive, equipada com o motor 1.3 Firefly de 109 cv a 6.250 rpm e 14,2 kgfm a 3.250 rpm, combinado ao câmbio manual de cinco marchas.

Os itens de série, além de ar-condicionado e direção assistida, incluem sistema multimídia com duas portas USB, sistema ISOFIX, vidros elétricos na dianteira, travas elétricas e chave com telecomando, rodas de aço de 15 polegadas, regulagem de altura da coluna de direção, e regulagem de altura do banco do motorista.

fiat-cronos-1.3-drive-gsr-7

Logo acima fica a versão GSR, que não se limita ao câmbio automatizado, e ainda inclui controle de tração e estabilidade, controle de arrancada em aclives, borboletas para trocas no volante, cruise control, ajuste elétrico dos retrovisores externos, vidros elétricos na traseira, repetidores de setas nos retrovisores e apoio de braço para o motorista. Diferentemente do Argo, nenhuma das duas versões é equipada com o sistema Start&Stop.

fiat-cronos-1.3-drive-gsr-6

Acima da Drive GSR vem a versão Precision, equipada com o motor 1.8 etorq de 139 cv a 5.750 rpm e 19,3 kgfm a 3.750 rpm, combinada ao câmbio manual de cinco marchas. A versão vem com o pacote do Cronos Drive GSR acrescido de rodas de liga leve de 16 polegadas, faróis de LED, sensor de estacionamento, volante com regulagem de profundidade, faróis de neblina, controle de tração e de estabilidade.

No topo está a versão Precision AT6, que tem os mesmos equipamentos da Precision manual, e acrescenta paddle shifts, volante revestido de couro, frisos e maçanetas cromados e apoio de braço para o motorista.

 

Jaguar irá produzir 25 exemplares do D-Type

Jaguar-D-Type-3

Vejam só… acabamos de falar das restaurações e continuidades que as fabricantes estão fazendo de seus clássicos e vem a Jaguar anunciar que irá construir 25 novos exemplares do seu lendário D-Type.

O carro será construído pela Jaguar Classic, que irá usar os mesmos materiais, técnicas e tecnologias da época, afinal, trata-se de uma série de continuação, e não uma recriação. O primeiro modelo já está pronto, e será apresentado nesta semana no Salon Retromobile, em Paris. A produção, como dito mais acima, será limitada a 25 exemplares, mas os compradores poderão escolher entre as versões long nose ou short nose.

O número da produção não foi aleatório: originalmente a Jaguar reservou 100 números de série para o D-Type, mas construiu somente 75 deles. Os 25 restantes ficaram lá, separados em um livro de registro por quase 62 anos, e agora finalmente voltarão a ser usados.

Jaguar-D-Type-4

A Jaguar diz que cada detalhe do carro será idêntico aos originais dos anos 1950, desde os rebites até o tipo de iluminação dos faróis e, claro, o lendário motor XK de seis cilindros em linha.

Infelizmente a Jaguar não divulgou o preço de cada carro — não que isso fosse nos ajudar a tomar alguma decisão, mas você sabe como é… só por curiosidade.

 

McLaren quer colocar Senna para correr

mclaren_senna_31

Nos anos 1990 as 24 Horas de Le Mans foram tomadas por versões radicais de carros de rua e até mesmo protótipos do Grupo C convertidos em modelos de rua — o que resultou nos supercarros mais incríveis da época, como o Porsche 911 GT1 Strassenversion e o Mercedes-Benz CLK GTR. Era a categoria GT1, que infelizmente não durou muito antes de ser substituída pelos protótipos de Le Mans da Classe 1, ou LMP1.

Mas isso pode mudar nos próximos anos, e a McLaren já tem um carro pronto para isso: o Senna. Em uma entrevista à Autocar, o chefe da McLaren Automotive, Mike Flewitt, disse que a fabricante está nos primeiros passos de um plano para colocar o Senna para correr.

Não há muitas categorias cujo regulamento aceita o Senna, mas é possível que a McLaren já esteja contando com a possibilidade de mudanças no regulamento de Le Mans, que estão sendo discutidas pelo Automobile Club de l’Ouest. Quais? Abandonar os LMP1 e voltar aos supercarros baseados em modelos de rua. Como todos sabemos, a categoria LMP1 foi esvaziada após a saída da Porsche e da Audi, restando apenas a Toyota e algumas equipes independentes. Agora que a Mercedes, a Aston Martin e a McLaren estão desenvolvendo seus hipercarros, a mudança pode ser interessante para atrair mais fabricantes e participantes.

Independentemente dessa possibilidade, a McLaren diz que o Senna pode ser competitivo com apenas umas poucas modificações, uma vez que ele foi projetado para produzir 800 kg de downforce a 250 km/h e para ser perfeitamente equilibrado dinamicamente — na verdade ele é mais um carro de pista com elementos que o permite rodar nas ruas do que um carro de rua propriamente dito.

 

França proíbe motoristas de usar celular mesmo com o carro parado

celular-ao-volante

A suprema corte francesa determinou que é ilegal segurar ou utilizar o telefone em vias públicas quando se está ao volante de um carro estacionado e com o motor desligado.

Segundo o jornal Le Figaro, a medida é uma tentativa de reduzir o crescente número de mortes nas rodovias do país (aparentemente os limites mais baixos e radares não funcionaram…), e amplia a abrangência da atual lei. Portanto, se você estiver na França, não basta encostar o carro para checar o telefone. É preciso estacionar em uma vaga de estacionamento. A multa é de 135 euros.

 

 

Peugeot convoca 308 e 408 por risco de incêndio

Peugeot-308-Griffe

Lembra quando em 2014 a Peugeot convocou todas as versões do 307 para reparar o sistema de afixação da manta de isolamento acústico do modelo? Pois bem… aconteceu de novo, mas agora com o 308 e o 408.

Segundo a Peugeot, algumas unidades produzidas entre 2011 e 2015 equipadas com o motor 1.6 THP precisam retornar às concessionárias para a correção desse defeito. Com o problema na afixação da manta, ela pode se soltar e entrar em contato com o motor aquecido e até mesmo iniciar um incêndio.

O reparo felizmente é simples, e consiste apenas na instalação de novas travas da manta ou, se necessário, troca do componente. O serviço leva 1 hora e pode ser feito em qualquer concessionária. Para mais informações sobre os modelos envolvidos, a Peugeot disponibiliza o telefone 0800 703 24 24.

Matérias relacionadas

Honda Civic Si Turbo com kit Mugen: mais de 400 cv nas rodas e torque de V8 | FlatOut Midnight

Juliano Barata

Os carros mais vendidos em setembro, recorde do Alfa Romeo Stelvio em Nürburgring é questionado, Chevrolet cria C-10 comemorativa e mais!

Leonardo Contesini

Fiat encerra produção de cinco modelos de uma só vez, a primeira imagem do hipercarro Mercedes-AMG, a volta do Ford Bronco e mais!

Leonardo Contesini