FlatOut!
Image default
Zero a 300

Audi lança novo RS5 Coupé no Brasil, Bugatti irá recriar Atlantic com base no Chiron, o novo Cossie de Ken Block e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

 

Audi RS5 Coupe é lançado no Brasil por R$ 557.000

Depois da RS4 Avant, a Audi agora anunciou a chegada de uma alternativa menos prática, porém igualmente interessante: o RS5 Coupé, que compartilha a plataforma e o conjunto mecânico com a perua, porém em uma embalagem mais elegante e aerodinâmica.

O conjunto mecânico é exatamente o mesmo: o motor V6 biturbo de 2,9 litros emprestado da Porsche, com 450 cv entre 5.700 e 6.700 rpm, e 61,2 mkgf de torque entre 1.900 e 5.000 rpm; câmbio automático de oito marchas e tração integral quattro. O zero a 100 km/h é cumprido em 3,9 segundos (0,2 s a menos que a RS4 Avant) – redução que pode ser atribuída ao menor peso do RS5, que tem 1.655 kg, sendo 135 kg mais leve que a RS4.

Quem não faz questão de tanto espaço para bagagem, ou para os ocupantes do banco traseiro, vai pagar R$ 556.990 pelo RS5 Coupé – exatamente R$ 10.000 a mais que sua irmã station wagon. (DH)

 

BMW F 850 GS Adventure chega no início de março

 

Inicialmente prevista para o segundo semestre de 2019, a BMW F 850 GS Adventure se antecipou, e começará a ser vendida na primeira quinzena de março. A produção da moto na fábrica da BMW Motorrad em Manaus/AM, já começou.

 

 

A F 850 GS Adventure usa o mesmo motor bicilíndrico das outras versões da F 850, com 853 cm³, 80 cv a 6.250 rpm e 9,2 mkgf de torque à mesma rotação; acoplado a uma caixa de seis marchas com embreagem deslizante.

Além das modificações na suspensão e nos pneus, em relação aos modelos Sport e Premium a F 850 GS Adventure traz um tanque de combustível com maior capacidade – 23 litros contra 15 litros das demais. O preço da moto ainda não foi anunciado, mas ela deverá ser mais cara que as irmãs. A F 850 com pacote Sport custa R$ 50.950, enquanto a Premium sai por R$ 52.950. (DH)

 

Toyota Supra ganha conceito GT4 para Genebra

A Toyota apresentou hoje outro conceito para o Supra – o GT4 Concept, que será apresentado em Genebra na semana que vem. Como seu nome indica, o conceito foi feito de acordo com o regulamento da categoria GT4 da FIA – o que pode significar que, futuramente, uma versão de competição será vendida ao público.

O Supra GT4 é baseado, naturalmente, na versão de rua, e traz o que se espera de um carro de corrida. Ou seja: um grande splitter frontal e uma asa traseira bem avantajada na tampa do porta-malas, com rodas de cubo rápido e pintura de corrida inspirada em outros bólidos da Gazoo Racing.

Por dentro o Supra GT4 ganhou uma gaiola de proteção integral, painel digital de competição com data logger e um volante OMP com marcação das “12 horas”. Além disso, o interior foi devidamente aliviado, com a remoção de carpetes e outros revestimentos que não fazem sentido em um carro de corrida.

A Toyota só não revelou se realizou alguma modificação no motor seis-cilindros biturbo do Supra – este e outros detalhes deverão ser elucidados no Salão de Genebra. (DH)

 

Bugatti está preparando versão moderna do Atlantic baseada no Chiron

A Bugatti está preparando uma versão moderna do seu clássico Type 57 SC Atlantic dos anos 1930 para o Salão de Genebra. O modelo será baseado no Chiron, e será a segunda criação desta fase “coachbuilder” da marca franco-germânica, depois do Divo.

O modelo, infelizmente, será um exemplar único, feito por encomenda para um cliente da marca que, segundo boatos, é o próprio idealizador do Veyron, Ferdinand Piëch, ex-presidente do Grupo Volkswagen. De acordo com os rumores que circulam na imprensa europeia, Piëch supostamente pagou US$ 18 milhões pelo carro.

Ainda não há uma imagem completa do modelo, mas ao longo desta semana a Bugatti divulgou uma série de teasers, que só deverá se encerrar na véspera do lançamento. Dois vídeos mostram a famosa barbatana que percorre toda a extensão do carro, porém sem mostrar praticamente nada dele — é até mesmo difícil entender que parte do carro está sendo mostrada. Aparentemente, trata-se de uma tomada de câmera voltada para a frente do carro, em direção à traseira, mostrando parte do capô e do teto:

Any modern interpretation of the 57SC Atlantic would definitely keep the Atlantic’s dorsal seem…. #Bugatti #BugattiAtlantic #Type57SC #BugattiHistory #BugattiStory #Bugatti110Years #Bugatti110Ans #JeanBugatti

Publicado por Bugatti em Terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Outro teaser mostra parte do conjunto óptico traseiro:

Any modern interpretation of the 57 SC Atlantic should keep Bugatti’s unique tail light…..#Bugatti #BugattiAtlantic #Type57SC #BugattiHistory #BugattiStory #Bugatti110Years #Bugatti110Ans #JeanBugatti

Publicado por Bugatti em Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

E o mais recente, divulgado há menos de 24 horas, mostra mais uma parte do conjunto:

 

 

Blazer chinesa de sete lugares pode vir para o Brasil

Em novembro de 2018 a Chevrolet revelou no Salão de Guangzhou o conceito FNR-CaryAll, que antecipa a Blazer XL de sete lugares. Segundo o blog GM Authority a Blazer XL será vendida em mercados que não recebem o crossover Traverse, de sete lugares também porém de medidas maiores. Além do Brasil e China, a Coréia do Sul e outros países da América do Sul podem receber a Blazer XL, que terá a produção iniciada em 2020 na China. Partes da Blazer inclusive já foram registradas no INPI.

A Blazer XL mede 5 metros de comprimento, 13,8 cm a mais que o modelo americano de cinco lugares. Entretanto o entre-eixos é apenas 4 mm maior, medindo 2,867 m. Os motores disponíveis serão os mesmos 2.5 de quatro cilindros e o V6 3.6 disponíveis nos EUA, um 2.0 turbo será exclusivo da China, todos equipados com transmissão automática de nove marchas. Para o Brasil deverá vir apenas o V6 e será posicionado como too de linha da marca. (ER)

 

Ken Block montou outro Escort Cosworth para disputar ralis

Depois de perder seu Escort Cosworth em um acidente flamejante no Oregon Trail Rally, nos EUA, Ken Block decidiu construir outro Escort Cosworth para disputar ralis.

Batizado Cossie V2, ele será o principal carro de rali de Block em 2019. Segundo o piloto-showman, o objetivo era aplicar a aerodinâmica moderna à carroceria dos anos 1990 — incluindo os para-lamas 110 mm mais largos e um difusor bem agressivo. O projeto, como todos os Ford de Ken Block, tem apoio da própria fabricante e chega a ser um ensaio sobre como um Cosworth 2019 seria. O motor é o lendário YB Cosworth com 375 cv, conectado às quatro rodas por meio de um câmbio sequencial Sadev de seis marchas.

O carro agora será usado em uma turnê mundial que inclui o 100 Acre Wood Rally nos EUA, o Rally Whangarei na Nova Zelândia, o Donegal Rally na Irlanda, o Goodwood Festival of Speed na Inglaterra, o Gymkhana Grid na Polônia e o Rally Legends em San Marino. (LC)

 

Carmen, o outro Hispano-Suiza de Genebra

Você deve lembrar que, há alguns dias, falamos aqui no Zero a 300 sobre o Hispano-Suiza Maguari HS1, um grand tourer com motor V10 Lamborghini que será mostrado no Salão de Genebra. Pois, como se não bastasse, outra companhia também vai usar o nome Hispano-Suiza em Genebra e também apresentará um novo carro com apelo retrô – o Carmen, que será totalmente elétrico.

O chamado conceito, chamado Carmen, é inspirado pelo H6C Dubonnet Xenia, automóvel feito pela Hispano-Suiza em 1938. Ele terá dois motores elétricos nas rodas traseiras, cada um deles com 503 cv, e um conjunto de baterias de íon de lítio com um total de 700 células, posicionadas no túnel central a atrás dos bancos, dispostas em formato de “T”. De acordo com a empresa por trás do conceito, ele será feito sobre um monocoque de fibra de carbono e pesará apenas 1.690 kg – sendo, assim, capaz de ir de zero a 100 km/h na casa dos três segundos.

O que este carro tem a ver com o Maguari? Absolutamente nada – são dois carros de duas companhias diferentes, ambas com a intenção de reviver a marca Hispano-Suiza. O Maguari HS1 é uma criação da Hispano Suiza Automobilmanufaktur AG, empresa austríaca fundada pelo designer Erwin Leo Himmel. Já o Carmen é um projeto do Grup Peralada, um conglomerado espanhol que, até agora, concentrava sua atuação no mercado de turismo e lazer.

Miguel Suqué Mateu, o presidente do Grup Peralada, é neto de Damián Mateu, que foi co-fundador da Hispano-Suiza original em 1904. De acordo com a Autocar, Himmel não está muito satisfeito com a aparição de outra Hispano-Suiza em Genebra – ele diz ter comprado os direitos sobre a marca há alguns anos, e afirma estar surpreso com a decisão de Mateu em também apresentar um carro em Genebra. (DH)

Matérias relacionadas

Pikes Peak 2017: o que rolou na subida de montanha mais importante do automobilismo

Dalmo Hernandes

Akrapovič – como um piloto de motos se tornou um dos maiores fabricantes de escapes do mundo

Dalmo Hernandes

Piloto morre em corrida de clássicos da F1, Senado Federal quer proibir venda de carros a gasolina e diesel em 12 anos, o novo BMW i5 e mais!

Leonardo Contesini