A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Audi não terá R8 V6 biturbo (ou terá?), Uber autônomo estava acima do limite de velocidade em acidente fatal, Fiat Toro leva quatro estrelas no Latin NCAP e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Audi não terá R8 V6 biturbo. Ou será que…?

sb1_8318_0

Depois de quase quatro anos de mistério, a Audi finalmente deixou claro que não irá fazer um R8 com motor V6. A negativa foi dada sem margens para interpretações à revista americana Road & Track pela própria Audi. Por outro lado, os britânicos da Autocar também falaram com a Audi e confirmaram a chegada do R8 V6. Mas que cazzo está acontecendo com os alemães?

A primeira vez que vimos um Audi R8 sem seu ronco característico de V8 e V10 foi em 2014. Na ocasião apostamos que aquele poderia ser um protótipo com motor turbo de cinco cilindros — o mesmo usado no RS3 e TT RS. Mais tarde, em 2015, descobrimos que estávamos errados, e que na verdade aquele poderia ser um protótipo com um motor V6 turbo, considerando a declaração do chefe do R8, Roland Schala, de que o “V6 é o motor perfeito para este tipo de carro”.

bf0af6678c_Audi-scooperts

Em 2016 mais um indício de que ele seria V6 biturbo: uma imagem com os planos futuros da Audi mostrava um R8 V6 previsto para 2018. Agora, com o facelift do modelo já em testes, os rumores voltaram a repercutir nos quatro cantos da internet, especialmente depois que o novo 2.9 V6 biturbo foi apresentado na ocasião do lançamento da segunda geração do Porsche Panamera.

Diante dos rumores, os americanos da Road & Track foram à Audi e perguntaram: E aí, vai rolar um R8 V6? A resposta, dada por um porta-voz não identificado pela revista, foi clara: “não há V6 planejado para o R8”. Só que no outro lado do Atlântico, a Audi disse aos britânicos da Autocar que o R8 V8 não saiu por questão de custos combinados à necessidade de reduzir emissões, e que o V6 já está sendo testado e terá mais de um nível de potência, ficando uma versão de 500 cv para o R8.

sb1_8322

 

A Road & Track afirma que apesar da negativa, é possível que a Audi tenha considerado um R8 V6 em algum momento, mas tenha abandonado o projeto. Ou não, considerando o que diz a Autocar. O que sabemos é que o modelo está prestes a ganhar um facelift, e isso vai ao encontro dos planos da marca divulgados em 2016. Se o dieselgate mudou estes planos, é algo que só descobriremos quando o facelift chegar em alguns meses.

 

Fiat Toro ganha 4 estrelas no LatinNCAP

od0818fto1_oncrash_cam8

O Latin NCAP divulgou os resultados de mais uma série de testes de segurança, e desta vez a picape Fiat Toro, vice-líder do segmento, atrás da irmã Strada, estava entre os carros avaliados. Embora não tenha atingido a nota máxima, a picape teve bom desempenho, com quatro estrelas no resultado geral.

A versão testada foi a básica, equipada com apenas dois airbags, e obteve 29,4 dos 34 pontos possíveis no quesito segurança para adultos, e 36,9 dos 49 pontos possíveis na proteção para crianças. Segundo o Latin NCAP, em situação de impacto frontal a proteção para a cabeça, pés e coxas do motorista é boa, mas apenas adequada para tórax e parte inferior das pernas. Quanto à estrutura do carro em colisão frontal, ela foi considerada estável, e a proteção para crianças foi considerada boa, com cintos de três pontos para os três passageiros do banco traseiro, e sistema Isofix.

toro

Em situação de colisão lateral a proteção é boa para cabeça e quadril, mas marginal para o tórax. Para o passageiro dianteiro é boa para a cabeça e pernas, e adequada para o tórax. Sem airbags laterais a Fiat Toro não foi avaliada na colisão contra um poste, que é o mais rigoroso da metodologia atual do Latin NCAP.

 

Carro autônomo da Uber estava acima do limite de velocidade

uber_tempe

À medida em que avança a investigação do acidente fatal envolvendo um carro autônomo da Uber nos EUA, o caso ganha novos desdobramentos. A polícia local analisou preliminarmente as imagens das câmeras e divulgou os primeiros fatores envolvidos no acidente.

O primeiro deles é que a vítima entrou subitamente no campo de visão das câmeras e do motorista supervisor, o que, segundo a opinião da chefe de polícia local, tornaria difícil evitar o atropelamento. Contudo, a investigação também revelou que o SUV estava acima do limite de velocidade — algo que não deveria acontecer em um sistema autônomo. Segundo a polícia, o SUV estava a 38 mph (61 km/h) em uma zona com limite de 35 mph (56 km/h), e só identificou a pedestre no instante em que a atropelou.

Após analisar as duas câmeras do sistema (uma voltada para a frente do carro, outra para a cabine) a polícia declarou que “está claro que teria sido difícil evitar esta colisão em qualquer tipo de modo (autônomo ou humano), devido à forma que a vítima saiu da penumbra para a via”. Os vídeos não foram divulgados  — e provavelmente não serão, dado que mostram o momento de uma morte.

Apesar de a polícia não ter autoridade para declarar culpados em acidentes, e ainda não ter chegado a uma conclusão sobre o caso, a chefe de polícia local, Sylvia Moir, afirmou que “a Uber provavelmente não será culpada pelo acidente”, mas não descartou a possibilidade de um inquérito contra o funcionário que supervisionava a operação.

Em nossa opinião, a afirmação da polícia é precipitada, uma vez que as investigações estão em curso e ainda não se determinou se o sistema teve culpa por estar acima da velocidade ou se falhou em não identificar a aproximação da vítima, algo que sensores, Lidares e câmeras especiais podem fazer mesmo em condições que excedem a capacidade humana. Tanto é que a própria chefe de polícia afirmou que “este é um novo terreno em que estamos nos aventurando”.

 

Mercedes-AMG GT R é o novo Safety Car da F1 — e o mais potente da história

Mercedes-AMG GT R neues Führungsfahrzeug in der Formel 1-Saison 2018: Das stärkste Official FIA F1 Safety Car aller Zeiten

Desde 1996 a Mercedes é a fornecedora oficial dos dois principais carros de serviço de pista da Fórmula 1 — o Safety Car e o Medical Car — um ofício que começou com o C36 AMG e desde então recebeu os melhores modelos esportivos da marca. Para 2018, a Mercedes anunciou que o safety car será ninguém menos que o AMG GT R, que com seu 4.0 V8 biturbo de 585 cv será também o mais potente da história.

Mercedes-AMG GT R neues Führungsfahrzeug in der Formel 1-Saison 2018: Das stärkste Official FIA F1 Safety Car aller Zeiten Mercedes-AMG GT R neues Führungsfahrzeug in der Formel 1-Saison 2018: Das stärkste Official FIA F1 Safety Car aller Zeiten

O modelo substitui o GT S das três últimas temporadas, e continuará guiado por Bernd Mayländer. O GT R Safety Car também terá o pacote opcional Track Package, que inclui freios de cerâmica e um sistema anti-capotamento. Por dentro, ele tem o mesmo visual do GT R comum, porém com duas telas adicionais para exibir a transmissão ao vivo da prova e a tabela de tempos e posições.

Mercedes-AMG GT R neues Führungsfahrzeug in der Formel 1-Saison 2018: Das stärkste Official FIA F1 Safety Car aller Zeiten

O outro carro que a Mercedes está fornecendo é a C63 S Estate, a perua esportiva de entrada da AMG, que levará três socorristas e equipamentos de primeiros-socorros, como um desfibrilador e um respirador.

 

Motorista é preso por dirigir com habilitação de Homer Simpson

DYWp0aPW4AE7Rm1

Um motorista britânico acabou encrencado depois de entregar uma habilitação falsa de Homer Simpson a um policial durante uma abordagem. O caso aconteceu em Milton Keynes (sim, região das equipes de F1) e foi motivo de piada até mesmo pela polícia. Veja só a postagem do departamento no Twitter:

O documento tem a foto de Homer Simpson, o nome do personagem e até mesmo sua assinatura, mas traz o endereço errado — 28, Springfield Way, enquanto o endereço correto seria 742, Evergreen Terrace. Por dirigir sem habilitação, com documento falso e sem seguro obrigatório, o motorista acabou preso e indiciado, enquanto seu carro foi apreendido.

Matérias relacionadas

Subaru anuncia recall para destruir o carro e trocá-lo por um novo

Leonardo Contesini

Audi A3 Sportback renovado chega ao Brasil, supercarro de Fittipaldi custará US$ 1,5 milhão, Corvette ganha edição de 65 anos e mais!

Leonardo Contesini

O macacão de Ayrton Senna à venda, Fiat Strada vira “Dodge” RAM, Focus RS terá tração integral e mais!

Leonardo Contesini