A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Audi TT quattro sport concept é um monstro alemão com motor 2.0 turbo de 420 cv

O Salão de Genebra 2014 foi palco do lançamento da terceira geração do Audi TT. Mas, além das versões de produção, a marca alemã apresentou um conceito que vai povoar nossos sonhos por algum tempo: o Audi TT quattro sport concept (assim mesmo, com letras minúsculas), com motor 2.0 turbo de 420 cv. É sério: quatrocentos e vinte cavalos em um motoro 2.0. 

Como falamos mais cedo, o novo TT 2015 usará duas versões do 2.0 TSI, de 230 cv e 310 cv — esta última no cofre do TTS, a versão mais potente da linha. A essa altura você já deve ter lido também que o carro ficou 50 kg mais leve, que seu visual é influenciado pelos últimos conceitos apresentados pela marca — especialmente a enorme grade dianteira e o logo da Audi no capô —, e que ele já está de passagem comprada para o Brasil.

tt quattro sport (3)

Mas o TT mais interessante do Salão de Genebra ainda não está de passagem comprada para lugar nenhum, nem mesmo para a linha de produção. A Audi diz que o objetivo do conceito é demonstrar o potencial da nova geração do TT como base para carros de alto desempenho. Se depender dos números, este potencial é altíssimo.

Não adianta fazer rodeios: o que chama a atenção logo depois da bocona na dianteira é o número “420” nas laterais, que indica que o motor 2.0 TFSI entrega 420 cv. É a potência do Audi R8 V8 na época do lançamento, mas com quatro cilindros a menos, e menos da metade do deslocamento (o V8 do R8 desloca 4,2 litros).

tt quattro sport (4)

Para conseguir a impressionante potência específica de 210 cv/l — superando os 180 cv/l do motor 2.0 turbo do Mercedes-Benz A45 AMG —, a Audi não só aumentou a pressão do turbo para 1,8 bar, como também modificou vários componentes no motor: pistões de alumínio com canais para refrigeração integrados, virabrequim de aço forjado ultra-resistente e cabeçote de alto fluxo.  A potência máxima aparece aos 6.700 rpm, enquanto o torque máximo de 45,8 mkgf aparece das 2.400 às 6.300 rpm.

O sistema de tração integral quattro permanente é responsável por levar a potência para as quatro rodas, mediada pela transmissão de dupla embragem S-Tronic. A distribuição de torque entre os eixos é atualizada o tempo todo, garantindo máxima aderência em qualquer situação e contribuindo para a estabilidade e a dinâmica. Se for necessário, o torque também pode ser variar entre as rodas do lado de dentro e de fora de uma curva.

O visual já bastante agressivo do TT 2015 fica ainda mais selvagem no quattro sport. A suspensão (tipo McPherson na dianteira e four-link na traseira) é mais baixa e firme. As lanternas de LED e a grade gigantesca dominam a dianteira. Abaixo dos faróis, duas grandes entradas de ar, com a mesma padronagem da grade principal. Um splitter na dianteira, feito de polímero reforçado com fibra de carbono, reforça a aparência agressiva ao mesmo tempo em que aumenta o downforce para o eixo dianteiro — papel que, na traseira, é desempenhado pelo grande aerofólio. Os para-lamas alargados em três centímetros e as rodas de 20 polegadas com cubo rápido se encarregam de dar a postura imponente ao cupê.

tt quattro sport (8)

O lado de dentro, como é comum entre este tipo de conceito, traz um apelo racer, e teve seus elementos reduzidos a apenas o essencial em um circuito com um mínimo de conforto. Isso significa que os revestimentos de porta e alto-falantes deram lugar a uma tira de Alcantara (que também reveste outras partes do interior) que serve como maçaneta. Os bancos do tipo concha trazem cintos de quatro pontos. A maioria dos comandos foi parar no volante, deixando o painel apenas com os controles básicos do carro, e o console central apenas com a alavanca de câmbio e o botão do pisca-alerta em sua base.

A Audi diz que “este carro foi feito para correr — uma máquina extrema para os entusiastas do automobilismo que estão entre nossos clientes”. Será que isso é um indicativo que ele pode se tornar uma versão limitada em um futuro próximo? Afinal, o A1 Sport Quattro também nasceu como um conceito, mas acabou se tornando uma versão especial. Vamos torcer para que a história se repita.

tt quattro sport (7) tt quattro sport (1) tt quattro sport (9) tt quattro sport (6)

 

Matérias relacionadas

Saleen S1: o “supercarro compacto” americano com motor turbo de 450 cv – que será feito na… China?

Dalmo Hernandes

V8, biturbo, 650 cv e tração integral: este é o Lamborghini Urus

Leonardo Contesini

Clio R.S. 16: motor 2.0 turbo e 275 cv no Renault mais rápido de todos os tempos

Dalmo Hernandes