A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Baby-zilla: este é o novo Nissan 370Z Nismo 2015

A versão radical do Nissan 370Z acaba de ficar ainda melhor. A marca japonesa apresentou ontem nos EUA o novo Nismo 370Z 2015. Embora não traga atualizações mecânicas — o que nem era necessário, considerando que ele tem um V6 de 355 cv — ele recebeu uma série de mudanças estéticas que o deixaram mais ligado ao seu irmão maior e mais agressivo.

Não estamos dizendo que o modelo anterior não era bonito ou radical, mas ele não dava muitas dicas visuais do seu potencial esportivo — que como em todo Z-Car é um dos melhores de sua época. Só que agora, a Nissan Motorsport resolveu esse pequeno problema.

2015-nissan-370z-nismo-001-1

 

O kit aerodinâmico, por exemplo, foi inspirado naquele usado pelo GT-R e agora ele tem luzes diurnas de LED, retrovisores pretos, e um novo spoiler traseiro que lembra muito o “ducktail” do Porsche 911. As rodas de 19 polegadas Rays também são novas, assim como o escape duplo, que também buscou inspiração no GT-R. Uma pena que a Nissan não mandou uma prova sonora desse sistema. Vamos esperar os primeiros reviews.

Como dito antes, o motor permanece o mesmo V6 de 3,7 litros, 355 cv e 38,1 mkgf, suficientes para levar o 370Z aos 250 km/h depois de passar pelos 100 km/h em cinco segundos, e agora pode ser combinado com uma caixa automática de sete marchas.

2015 NISMO 370Z

A essa altura você já deve estar se lamentando por não termos o Nismo por aqui, e em partes isso está certo. Mas a Nissan já afirmou no passado que pretende renovar a imagem da marca no Brasil, e que os modelos Nismo podem fazer parte dessa estratégia. Vamos ficar de olho.

[ Fotos: Nissan/Divulgação ] 

Matérias relacionadas

Cadillac apresenta seu novo V8 biturbo de 550 cv feito à mão. Será este o motor do Corvette Zora?

Dalmo Hernandes

As primeiras impressões do novo Corvette – por quem pôde vê-lo ao vivo

Carlos Eduardo Almeida

G63 Brabus 700 é o novo SUV mais potente do Brasil e custa R$ 1,45 milhão

Dalmo Hernandes