A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Duelo do Dia

A batalha do ano que vem: Ford Mustang vs. BMW Série 4

Os próximos anos trarão revoluções entre os cupês esportivos. O novo Mustang deixou de ser retrô e nunca esteve tão sofisticado. O BMW Série 3 cupê (e sua versão M) deixará de existir para se tornar Série 4 (trazendo um M4 a tiracolo). E os dois vão brigar diretamente! Mas qual dos dois você acha que vai curtir mais?

Mustang 2015

A sexta geração do puro-sangue vem sendo chamada de “o muscle car do futuro” por várias publicações. E não é por acaso: a Ford está promovendo uma revolução no Mustang, abandonando o eixo rígido na traseira e incorporando até mesmo uma versão de quatro cilindros turbinada à gama. Se você leu o Jalopnik, sabe que de forma nenhuma consideramos esta notícia como algo ruim.

DUEL-2 (5)

Além dos costumeiros V6 e V8 (que terão, pelo menos 310 cv e 430 cv respectivamente), a Ford oferecerá um Mustang Ecoboost 2.3 turbinado. Ele vai andar mais do que o V6, gastar menos e provavelmente será crucial para que o muscle car consiga dominar o mundo.

The All-New Ford Mustang GT

Visualmente, o Mustang conseguiu incorporar muito bem as referências ao modelo clássico no design moderno, inspirado pelo conceito Ford Evos. Claro, esta é a nossa opinião — como todo lançamento, ainda mais um tão importante, a nova cara do ‘Stang não agradou a todo mundo. Mas, se querem um palpite, aqui vai: logo todos irão se acostumar.

BMW Série 4

DUEL-2 (3)

Diferentemente do Mustang, o BMW Série 3 cupê teve uma evolução linear ao longo dos anos no que diz respeito ao design. Os motores, contudo, sempre variaram bastante — principalmente na versão mais cobiçada, o M3, que já teve motores de quatro cilindros, seis cilindros em linha e V8. Só que agora, além de mudar o visual e a mecânica, o Série 3 cupê mudou de nome, e agora se chama Série 4.

DUEL-2 (2)

O Série 4 é um dos alvos do Mustang — em suas versões mais potentes, claro. O BMW 435i xDrive usa um seis-em-linha de três litros biturbo de 306 cv, o que deverá tornar a briga com o futuro Mustang V6, e talvez até com o quatro-cilindros turbinado, bem acirrada.

E não podemos nos esquecer do futuro BMW M4, que trará uma versão ainda mais potente do motor de seis cilindros biturbo — 430 cv, acoplado a um câmbio manual de seis marchas ou com dupla embreagem de sete marchas — mais uma vez, potência virtualmente idêntica à do Mustang GT V8 2014.

Nada disso é coincidência: o Mustang quer se tornar um cupê esportivo de classe mundial, e o BMW Série 3/M3 sempre foi (e sempre será) referência no assunto. A diferença é que o Mustang é um muscle car em pleno processo de modernização, e o Série 4 é um versátil cupê, com versões relativamente mansas para quem só quer saber do visual e da dinâmica, até monstros devoradores de asfalto como o M4.

E ainda podemos apostar que é só o começo: tanto o Ford quanto o Bimmer ganharão versões ainda mais potentes ao longo dos anos, e a gente vai estar bem atento, acompanhando tudo.

Qual dos dois é seu favorito?

 


Matérias relacionadas

Duelo do dia – especial Salão do Automóvel: você prefere o Mercedes-AMG One ou o McLaren Senna?

Dalmo Hernandes

Croácia vs. França: Rimac C_Two ou Bugatti Chiron? Você decide!

Dalmo Hernandes

O duelo do ano: Volkswagen Golf GTI vs. Honda Civic Si. Qual deles merece seu voto?

Dalmo Hernandes
error: Direitos autorais reservados