A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #49

Black Shadow: motor quase pronto e os novos freios do meu Honda Civic Si, o Project Cars #49

Olá, caros amigos do FlatOut! Se você acompanhou os primeiros posts da preparação do meu Civic Si “Black Shadow”, talvez deva estar curioso para saber o que houve nesses quase seis meses. Pois bem, chegou a hora de continuar a história.

 

O Honda Civic Si é um carro muito prazeroso de se guiar de forma rápida. Ele não é um daqueles monstros que ao pisar no acelerador você tem torque e potência absurdos despejados no asfalto, nem uma aceleração de foguete lançado do Cabo Canaveral. Mas essa é a parte divertida: ele é rápido, mas é preciso fazer o motor girar para a força chegar. Com o giro no alto você só precisa mantê-lo lá em cima.

A direção é precisa e razoavelmente pesada. A suspensão é justa, mas tende a escapar de frente como a maioria dos carros de tração dianteira. A carroceria tem uma rolagem mínima se comparado com carros do mesmo segmento. Por todas essas coisas o Honda Civic Si é um carro que você tem que fazer por merecer para conseguir tirar todo o seu potencial, mais depois de conseguir, nada será mais gratificante.

 

Coletor de escape

Adquiri um coletor de escape da marca Vibrant. Considero um dos melhores disponíveis hoje no mercado justamente por não ter o problema do coletor bater no quadro do carro em trocas de marcha mais agressivas. Esse coletor é inteiro de aço inox e proporciona um ganho bem grande em relação ao coletor original.

Honda Civic Si post 3

No acerto no dinamômetro com o novo setup com CAI, Hondata o resultado foi 215 cv nas rodas. Fiquei muito feliz e o carro esta muito gostoso e divertido de andar. Em relação à potência vou parar por aqui. Já consegui o que queria, mas ainda faltam dois itens para finalizar a preparação de motor.

Também fiz mudanças nos freios e percebi que o carro está muito melhor. O superaquecimento após algumas freadas mais fortes foi eliminado — para mim era o que mais deixava a desejar nos freios originais. Mais adiante pretendo criar algums dutos para refrigerar os discos e assim poder fazer de 15 a 25 voltas em track day.

Honda Civic Si post 3

As novas pinças de freio vieram de um Honda S2000. É a mesma pinça de algumas unidades do Accord V6 Coupe nos EUA. Ela tem uma superfície de contato maior, o que já me ajudará na frenagem. Lógico: uma pinça com mais pistões seria muito bem vinda, entretanto o seu custo não seria barato, além do fato que talvez não coubesse nas minhas rodas originais, o que demandaria mais dinheiro em um novo jogo de rodas.

Honda Civic Si post 3

Para acompanhar as novas pinças comprei um dois jogos de pastilhas EBC Red, que usam um composto muito bom para pista e rua. Gostei delas pois não é preciso aquecê-las antes do uso nas ruas — o que me deixa mais seguro.

Honda Civic Si post 3

Não menos importante é troca do fluido de freio por um fluido de alta resistência ao calor. Isso é indispensável pois na pista o fluido tem suas propriedades alteradas pelo aquecimento dos freios, perdendo sua eficiência. O fluido escolhido foi um Petosin Dot4. Impossível não lembrar do vídeo do Camaro ficando sem freio por esse mesmo motivo no Velopark:

Também instalei novas linhas de freio Aeroquip. Elas usam tubos revestidos com malha de aço que evita a deformação ou até a ruptura das linhas do fluido.

Track day no ECPA

Honda Civic Si post 3

No dia 11/10 participei de um trackday realizado pela Crazy for Auto no autódromo do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo. Já tinha andando na pista em maio, mas agora que já conhecia a pista melhor tive a chance de fazer voltas melhores e mais rápidas.

Honda Civic Si post 3

Só que a ingenuidade falou mais alto nesse dia. Dei muitas voltas no começo entre as 13:00 e 15:00. Nessa hora o tempo está estava muito quente e os pneus e motores não têm o mesmo rendimento que você consegue no começo da manhã ou no final do dia quando as temperaturas ficam mais baixas. Resultado: gastei todo o meu tanque de gasolina no começo da tarde e no final não tinha quase nada para andar.

No próximo post contarei mais sobre as mudanças que ainda faltam. Até lá!

Por Vitor Martins, Project Cars #49

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #266: trabalhando a respiração do motor 1.4 Turbo do meu Fiat 500 Abarth

Leonardo Contesini

Project Cars #134 – no Brasil, é o Lada Samara que restaura você

Leonardo Contesini

Construindo e testando o powertrain e suspensão do Baja Velociraptor, o Project Cars #103

Leonardo Contesini