A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

BMW M2 pode ganhar versão GTS (ou CSL!), Land Rover Defender pode voltar a ser produzido, Honda começa a divulgar novo Civic e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

BMW está planejando M2 GTS

fOPLyZa

A BMW pode estar trabalhando em uma versão mais radical do seu M2, que poderá ser batizada de GTS ou até mesmo CSL (que seria bem mais legal, não é mesmo?). A informação é da revista alemã Auto Motor und Sport. Segundo a publicação, a divisão M recebeu o sinal verde para desenvolver essa versão mais leve, mais potente e, consequentemente, mais veloz do seu cupê esportivo.

A receita deverá ser a mesma do M4 GTS: fibra de carbono, conjunto aerodinâmico mais agressivo e cerca de 400 cv produzidos pelo seis-em-linha turbo de três litros, além da remoção de isolamento acústico e até mesmo dos bancos traseiros. A suspensão poderá ser ajustável e os freios poderão ser emprestados pelo M4 GTS da mesma forma que o M2 usa componentes do irmão maior.

Claro, vale lembrar que ainda não há nada confirmado: a Auto Motor und Sport apenas soube que o projeto está autorizado. Resta saber se a BMW vai bancar um M2 hardcore, possivelmente capaz de encarar (e até superar) o M4 básico.

 

Land Rover Defender poderá voltar a ser produzido

land_rover_defender_90_heritage_2

Você deve lembrar que há seis meses a Land Rover anunciou o fim da produção do Defender, abrindo espaço para um novo off-roader mais moderno e igualmente competente quando o asfalto acaba, que deverá chegar depois de 2018 (ao menos é o que esperamos). Mas isso não significa que o fim definitivo do Defender. Ao menos não se depender de um magnata da indústria química chamado Jim Ratcliffe.

Ratcliffe é CEO da Ineos, uma indústria química que atua no ramo de plásticos e petroquímico, e tem uma fortuna estimada em 3,2 bilhões de libras (cerca de R$ 13,7 bilhões). De acordo com o jornal britânico Sunday Times, ele está negociando com executivos da Jaguar Land Rover a compra dos direitos de produção ou o ferramental da produção do Defender para continuar fabricando o carro na Inglaterra.

Segundo a revista Autocar, a JLR se recusou a comentar a suposta negociação. Ratcliffe também não respondeu à revista, mas sabe-se que ele é um grande entusiasta do modelo, sendo um dos compradores das últimas edições do Defender.

 

Novo Civic já tem site brasileiro

Captura de Tela 2016-07-11 às 13.11.48

 

Com o lançamento da nova geração do Honda Civic no Brasil, a marca colocou no ar o hotsite do modelo, que traz um pequeno teaser do carro — já revelando sua silhueta básica e conjunto óptico — e campos para cadastro na newsletter do modelo. A décima geração do Civic já está rodando em testes no Brasil ao menos desde o começo deste ano, e deverá ser lançado

O novo Civic terá como principal novidade o motor 1.5 turbo de 176 cv – tornando-se o quinto modelo do segmento a aderir ao downsizing depois de C4 Lounge, 408 THP, Jetta, Cruze —, além do visual mais moderno e aerodinâmico (algo destacado pela Honda no hotsite do modelo), com traseira tipo fastback. Nas versões de entrada, o motor 1.8 será substituído pelo atual 2.0 flex de 155 cv — possivelmente com algum upgrade para chegar próximo dos 160 cv.

A nova plataforma tornou o Civic 3 cm mais longo entre os eixos para ampliar o espaço na cabine, algo que a largura 5 cm maior também ajuda. Ainda não há data de lançamento confirmada, mas segundo as concessionárias, o modelo começará a ser vendido no final de agosto.

 

Mercedes E63 AMG terá apenas tração integral

e36-amg

O atual E43 AMG

Se você acompanha o Zero a 300 diariamente não deverá ficar surpreso com a notícia — nós já falamos sobre isso há alguns meses —, mas agora o próprio Tobias Moers, chefe da Mercedes-AMG está confirmando: o próximo Mercedes E63 AMG será oferecido somente com tração integral, abandonando a tração traseira.

Em entrevista ao site Top Gear, Moers foi simples e direto: “Ele terá apenas tração integral”. O sistema, contudo, não será exatamente o 4Matic oferecido atualmente: “Vamos lançar um sistema de tração integral completamente novo, um sistema que nunca tivemos na empresa. Será o maior passo que já demos de uma geração para a outra. Na Alemanha tínhamos a opção de 4×4 e 4×2, e mais de 90% optava pela 4×4. As pessoas querem tração integral neste segmento”.

Ele não deu detalhes do novo sistema de tração integral, mas disse que ele distribuirá o torque ativamente entre os eixos, da mesma forma que o Focus RS. Considerando que o Focus RS tem um modo drift, é bem provável que o E63 tenha capacidade de enviar a maior parte do torque para o eixo traseiro. Sob o capô o E63 terá o novo V8 de quatro litros do AMG GT e do C63 AMG, porém com cabeçote próprio e arranjo de turbos diferente. Estima-se que o motor irá produzir 571 cv na versão básica e 612 cv na versão S.

 

Japão aprova uso de câmeras no lugar de retrovisores

bmw-i8-mirrorless-concept1

O uso de câmeras para auxiliar na visibilidade traseira dos carros não é novidade. Elas estão por aí desde os anos 1990, mas miniaturização das câmeras e o avanço das telas de LED também permitiu que elas se popularizassem nesta década. Só que elas ainda são usadas como auxiliares dos espelhos, nunca como substitutas — com exceção dos conceitos e de alguns carros de corrida, como o Audi R18 e-tron quattro.

Mas no começo deste mês a história começou a mudar: o Japão aprovou o uso de câmeras como substitutas dos retrovisores nos carros novos. Os primeiros modelos equipados com câmeras-retrovisoras começarão a ser vendidos já no fim deste ano. Segundo o site Automotive News, a Ichikoh Industries, que já está fornecendo o sistema para os fabricantes, até 2023 quase 30% dos modelos vendidos no Japão usarão câmeras no lugar de espelhos.

 

Hennessey apresenta Dodge Viper de 820 cv

Você também acha que o Dodge Viper merecia um compressor no topo do seu V10 de 8,4 litros para voltar a ser mais potente que os irmãos Hellcat? Aparentemente John Hennessey também acha.

A preparadora texana está apresentando seu pacote para o Dodge Viper, que inclui um supercharger para aumentar a potência dos 654 cv originais para 820 cv. A Hennessey diz que o V10 poderia chegar facilmente além dos 1.000 cv, porém optou por usar apenas 0,34 bar de pressão. O pacote é completado por um intercooler, um conjunto de válvulas injetoras de alto fluxo, reprogramação na ECU e um sistema de escape de 3 polegadas todo feito de inox.

Com pneus radiais de arrancada o Viper da Hennessey vai de zero a 100 km/h em 2,9 segundos e completa o quarto-de-milha em apenas 10,5 segundos a 230 km/h.

Matérias relacionadas

Moderação de tráfego: como reduzir a velocidade dos carros e motos sem usar radares

Leonardo Contesini

Kawasaki Ninja H2R chega aos 400 km/h, Renault Alaskan será vendida no Brasil, Mercedes SL e SLC AMG chegam ao país e mais!

Leonardo Contesini

Fãs dos anos 90: esta semana é de vocês no GT40 – anuncie sem custos e veja o que já temos por lá!

Juliano Barata