A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

BMW M3 e M4 confirmados para 2020, De Tomaso voltará com motor de 700 cv, o SUV compacto da Toyota e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

BMW confirma fotos vazadas do M3/M4 – lançamento será em 2020

O presidente da BMW M, Markus Flasch, confirmou que o BMW M3 está pronto para a linha de produção, conforme vimos em imagens vazadas da traseira na semana passada. Ele também confirmou a autenticidade da foto, dizendo que aquele era um modelo pré-produção e que o M3 não chegará antes de 2021.

Flasch foi entrevistado durante o BMW M Festival no circuito de Kyalami, na África do Sul, onde confirmou que o M3 e o M4 serão produzidos a partir do final de 2020. Ele não explicou por que o lançamento irá levar tanto tempo, uma vez que os protótipos já estão prontos, mas adiantou que os dois modelos irão manter a tração traseira e também terão opção de tração integral — e ambos terão câmbio manual ou automático.

Apesar de Flasch não ter mencionado a motorização dos esportivos, eles serão equipados com o novo 3.0 biturbo que estrearam neste ano nos X3 e X4 M, com 480 cv e 61 kgfm na configuração básica e 510 cv na versão Competition. (LC)

 

Honda lança PCX 2020 com nova versão intermediária

A Honda apresentou ontem a linha renovada da PCX para 2020, e a grande novidade é uma nova versão intermediária equipada com freios ABS. A scooter já havia passado por uma leve reestilização no meio de 2019, adotando DRLs de LED e lanternas com piscas embutidos, além de suspensão traseira recalibrada e mola com três níveis de regulagem.

A versão de entrada PCX 150 CBS, que custa R$ 11.990 (na prática, R$ 12.000), continua a utilizar freios combinados (CBS). A partir de agora, porém, os clientes poderão comprar a PCX 150 ABS por R$ 13.190. Antes, apenas as versões de topo Sport e DLX dispunham da tecnologia. Ambas custam R$ 13.590, e contam com chave presencial como equipamento extra.

O conjunto mecânico é exatamente o mesmo para todas as versões: um motor monocilíndrico de 149,3 cm³, capaz de entregar 13,2 cv a 8.500 rpm e 1,38 kgfm de torque a 5.000 rpm, e acoplado a um câmbio do tipo CVT. A Honda diz que a PCX 2020 começará a ser vendida a partir de novembro. (DH)

 

De Tomaso P72 tem motor Roush com supercharger e mais de 700 cv

A Apollo Automotive, empresa por trás do revival da lendária De Tomaso, havia apresentado seu novo supercarro retrô há alguns meses – o belíssimo De Tomaso P72, que é claramente inspirado pelos protótipos e esportivos de motor central-traseiro da década de 1960 (e não no Pantera, ele próprio “reinterpretado” pela Ares Automotive de Dany Bahar).

Agora, enfim, eles revelaram o motor do carro. Na época, especulamos se tratar do V12 de 780 cv do Apollo Intensa Emozione, que tem origem Ferrari. Mas a Apollo resolveu seguir uma abordagem mais fiel à proposta original da De Tomaso e deu ao P72 um V8 Ford.

Mais especificamente, um V8 Coyote de cinco litros preparado pela Roush, que trabalha de forma muito próxima à Ford já há algum tempo. Usando como ponto de partida o motor do Mustang GT, o V8 recebe um supercharger para entregar “mais de 700 cv e 84,1 kgfm de torque”, segundo a De Tomaso.

A fabricante diz que o motor será capaz de girar a 7.500 rpm e oferecerá uma aceleração linear muito parecida com a de um motor naturalmente aspirado, além do ronco selvagem de V8 americano – os engenheiros da companhia se esforçaram para mascarar o som do supercharger da forma mais eficaz possível. Eles também informam que o motor será ligado exclusivamente a uma transmissão manual de seis marchas. A tração será apenas traseira.

O De Tomaso P72 terá apenas 72 exemplares fabricados, cada um custando € 750.000, ou mais de R$ 3,3 milhões em conversão direta. (DH)

 

Fotos do Toyota Raize, irmão do Daihatsu Rocy, vazam

Fotos do catálogo do do Raize, versão da Toyota do SUV compacto Daihatsu Rocky, vazaram na internet. As diferenças do Raize para o Rocky são apenas na dianteira e traseira, o Toyota traz estilo inspirado pelo novo RAV4. Na lateral os carros são idênticos, incluindo no tratamento das colunas e no teto de tom contrastante.

É costume carros da Daihatsu serem vendidos como Toyota no Japão e em partes da ásia, para suprir em fatias do mercado onde a Toyota não possui produtos. O Raize segue esse costume e mantem as medidas para enquadrar nas tributações de carros compactos do Japão e da Índia. O Raize não deverá ser o SUV compacto que a Toyota anunciou a fabricação no Brasil, o modelo a ser oferecido aqui deverá ser maior seguindo as medidas dos lideres da categoria Jeep Renegade, Honda HR-V e Volkswagen T-Cross.

Mas o seu estilo deverá influenciar o modelo a ser fabricado na fábrica de Sorocaba (SP). O motor 1.0 turbo de 98 cv também deverá chegar ao modelo nacional, certamente recalibrado para produzir mais potência. Tanto o Raize quanto o futuro SUV brasileiro são baseados em uma versão simplificada da plataforma TNGA, que também é usada pelo novo Corolla. O Raize será apresentado no Japão em 5 de novembro, enquanto o SUV nacional tem previsão de lançamento em 2021. (ER)

 

Mopar irá produzir o motor Hellephant ainda neste ano

A Mopar finalmente irá produzir o motor Hellephant. Segundo o site Muscle Cars & Trucks, a divisão de peças e acessórios da FCA colocará o V8 em produção limitada ainda neste ano, quase 12 meses depois de sua apresentação no SEMA Show de 2018. Apesar de ter sido apresentado há tanto tempo e até agora não ter sido fabricado, toda a produção já está vendida.

Não é para menos: estamos falando de um V8 de 7 litros sobrealimentado por compressor de polia para produzir 1.000 cv e 131 kgfm por “apenas” US$ 30.000. Sem contar que ele pode ser encomendado com um kit de adaptação para modelos anteriores a 1976 por US$ 2.265 a mais. (LC)

Matérias relacionadas

Justiça aceita ação contra “indústria da multa” em SP, o preview e a data de lançamento de Gran Turismo Sport, mais detalhes do novo TVR e mais!

Leonardo Contesini

Jeremy Clarkson acusado de racismo, BMW M2 pode chegar em 2015, turbo para a Lamborghini…

Leonardo Contesini

Um Renault de polícia com motor de GT-R, adolescentes estão fazendo drinks com combustível de corrida nos EUA, Audi Q5 terá versão RS com 450 cv e mais!

Leonardo Contesini