A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

BMW mostra o novo M4 GT3, o fim do Chevrolet Cobalt, o novo McLaren 620R e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

BMW divulga teaser do M4 GT3 de competição

Depois do conceito do Série 4 apresentado em setembro, a BMW agora revela uma imagem do novo M4 GT3, versão de competição do novo esportivo feita para provas de turismo. Embora não dê para ver muita coisa, conseguimos perceber que sim, ele terá a gigantesca grade vista no conceito – o que praticamente confirma o visual para a versão de produção.

A fabricante também aproveitou para confirmar, oficialmente, que o novo M4 utilizará uma versão de “mais de 500 cv” do motor S58, seis-em-linha biturbo de três litros já usado nos SUVs X3M e X4M – que também será empregado no próximo M3.

A versão de competição começará a ser vendida a pilotos de equipes independentes a partir de 2022, e substituirá o atual BMW M6 GT3 como carro de corrida mais caro e potente da empresa. (DH)

 

Chevrolet encerra a produção do Cobalt

 

A Chevrolet encerrou a produção do Cobalt com a chegada do Onix Plus. O modelo mais novo e moderno ganhou porte similar ao do Cobalt e preço mais atrativo, tirando o sentido do sedã na gama do fabricante. Na linha 2020 o Cobalt era oferecido apenas no modelo LTZ 1.8 para o público geral, com modelos 1.4 de acabamento mais simples ofertados para vendas diretas.

O Cobalt LTZ tinha preço inicial de  R$ 69.990, valor que fica entre o Onix Plus LTZ e o topo de linha Premier. A única vantagem do Cobalt frente ao Onix era o volume do porta-malas, que é de 563 litros. O Cobalt não deve ter um sucessor. (ER)

 

McLaren 620R chega como versão de rua baseada na GT4

A McLaren revelou nesta segunda-feira (9) o 620R, uma versão de rua do 570S GT4 de corrida — apesar do nome diferente, os dois carros são variantes da Sport Series da McLaren, na prática, são o mesmo carro com configurações mecânicas diferentes.

Desta forma, o 620R é uma versão de 620 cv do 570S GT4 legalizada para andar nas ruas. Ele tem os mesmos elementos aerodinâmicos, a mesma suspensão e os mesmos freios do carro de corrida, além de ser 30 kg mais leve que o 570S, mesmo com a potência extra.

A suspensão usa coilovers ajustáveis com 32 ajustes de compressão e retorno, enquanto os amortecedores são 6 kg mais leves que os convencionais. As molas são mais duras e as barras estabilizadoras são feitas de aço inoxidável.

O 620R vem com pneus Pirelli P-Zero Trofeo R, mas como sua suspensão foi projetada para pneus slick, eles são oferecidos como opcional. Os discos de freio são de carbono-cerâmica.

Os elementos aerodinâmicos consistem em uma asa traseira ajustável de fibra de carbono — aqui com uma luz de freio embutida para poder ser licenciado para as ruas — capaz de gerar até 185 kg de downforce, dive planes no para-choques dianteiro, um novo splitter e capô com fluxo aerodinâmico aperfeiçoado.

Por dentro ele teve carpete, porta-luvas, ar-condicionado, sistema de navegação e áudio removidos para manter o peso baixo, mas os clientes podem solicitar a instalação destes itens sem custo. A tela central, contudo, é mantida e exibe o sistema de telemetria. Os bancos de fibra de carbono são de competição e usam cintos de seis pontos. Nas portas, os puxadores são substituídos por tiras. Tanto as borboletas quanto o aro e raios do volante são feitos de fibra de carbono.

Há apenas três cores disponíveis: laranja com faixas brancas, preto ou branco, ambos com faixas laranja. Serão feitos apenas 350 exemplares, todos numerados. (LC)

 

Alfa Romeo Giulia vira carro de corrida elétrico – e começa a competir em 2020

A Romeo Ferraris, equipe de corridas sediada em Monza, na Itália, apresentou no fim de semana seu Alfa Romeo Giulia elétrico de competição. Criado para o ETCR, o campeonato de turismo para carros elétricos da FIA, o carro fará sua estreia no ano que vem. A Romeo Ferraris é a primeira equipe independente (ou seja, que não é gerenciada por uma fabricante) a inscrever-se no ETCR, que já conta com entradas da Hyundai e da SEAT.

As especificações do carro ainda não foram divulgadas, mas o regulamento do ETCR prevê potência contínua de 408 cv, com potência máxima de 680 cv. Os carros devem usar baterias Williams de 800V, com capacidade para entregar 65 kWh.

O calendário para o ETCR em 2020 contará com quatro corridas, mas o número deve aumentar a patir de 2021. (DH)

 

Mercedes-Benz GLA aparece em esboço estilizado

A nova geração do Mercedes GLA será lançada nesta semana, mas, como sempre, os teasers começam a se tornar mais frequentes à medida em que ele se aproxima. Depois de divulgar fotos oficiais do carro camuflado, a Mercedes agora apresentou um esboço do GLA, que mostra praticamente tudo o que se precisa saber sobre seu desenho.

Como a geração anterior, ele será muito parecido com o hatchback da família, mantendo as lanternas horizontais e a dianteira com faróis mais incisivos. Fora isso não há muito o que dizer. O carro será o que todos esperamos e sua gama de motores já está em todos os outros modelos da linha: 1.3 turbo que deverá equipar o GLA200 em uma versão de 163 cv, e 2.0 turbo, que irá equipar o GLA220 (190 cv), GLA250 (224 cv), GLA35 AMG (306 cv) e os GLA45 e GLA45 (387 e 421 cv, respectivamente). (LC)

 

Shelby lança F-150 Super Snake de 781 cv

A Shelby irá fazer em tiragem limitada a picape F-150 Super Snake, com apenas 250 unidades que serão vendidas em concessionárias Ford selecionadas. A F-150 Super Snake é um retorno do conceito de picape esportiva que foi popular nos anos 90 e 2000, que mistura modelos de chassi curto e cabine simples com um motor V8 potente.

E potência é o que não falta na Super Snake, são 781 cv produzidos pelo V8 5.0 Coyote, que recebe um supercharger e outras melhorias não especificadas pela preparadora. Também terá uma versão aspirada de 400 cv. Os números de desempenho da versão sobrealimentada são impressionantes para uma picape, a aceleração de zero a 96 km/h é feita em 3,45 segundos e para atingir 160 km/h leva 8,3.

Para manter essa potência em controle a suspensão foi rebaixada com molas e amortecedores esportivos na dianteira, na traseira recebeu amortecedores esportivos e barras CalTrac para controlar a trepidação do eixo causado pelo feixe de molas. Ela vem com tração traseira e pode ser pedida com tração nas quatro rodas.

A decoração é agressiva, com para-choques esportivas, cobertura de fibra na caçamba que termina em um spoiler estilo rabo de pato e rodas exclusivas de tamanho que não foi informado. As picapes além de serem vendidas em concessionárias Ford, contarão com garantia de três anos. (ER)

 

Pirelli apresenta pneu “inteligente” que se conecta à internet

A Pirelli apresentou há algumas semanas um novo pneu com conexão à internet. Apelidado “Cyber Tyre”, o pneu possui um pequeno computador, com o formato e o tamanho de uma moeda, capaz de monitorar as condições do piso, a pressão interna e outros dados em tempo real.

Estes dados são enviados para a ECU do carro e para outros carros nas proximidades através de uma conexão 5G. A Pirelli deu um exemplo simples de seu funcionamento e aplicação: se o carro passar sobre uma poça de água e perder contato com o solo, o sistema é capaz de alertar os motoristas que vêm atrás para que eles não corram o mesmo risco. Além disso, o pneu é capaz de enviar sinais para que a central eletrônica do carro ajuste o mapeamento do acelerador, o controle de tração e mesmo o acerto da suspensão, a fim de melhor adaptar-se às condições.

A Pirelli colocou o sistema em um pneu jogo de pneus P-Zero Trofeo, que em seguida foi instalado em um Audi A8. Em um circuito fechado, o carro passou sobre uma poça e enviou o sinal a um Audi Q8 que vinha atrás, e o SUV recebeu o aviso através de uma conexão 5G antes de alcançar a poça. A ideia da Pirelli é que a tecnologia seja usada em pneus mais simples e, em um futuro próximo, esteja presente em qualquer carro – não apenas modelos de luxo alemães com pneus de pista. (DH)

Matérias relacionadas

Volkswagen T-Roc Cabriolet lançado, Ford desiste de usar nome Maverick em SUV, Toyota registra Tacoma no Brasil e mais!

Black metal: os carros pretos mais maléficos anunciados no gt40, parte 1

Dalmo Hernandes

Waze terá serviço de caronas no Brasil, motorista estaciona ao lado do clone de seu carro, Dodge Demon terá “trans brake” e mais!

Leonardo Contesini
error: Direitos autorais reservados