A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

BMW planeja uma versão radical para o M2 com 400 cv – e o motor do M3!

Se você ficou com a impressão de que o BMW M2 é um carro propositalmente limitado pela fabricante para não invadir o território dos irmãos maiores M3 e M4 (mesmo após ler nossa avaliação), esta notícia talvez te faça mudar de ideia. Segundo o site alemão Bimmer Today, a fabricante bávara está planejando uma versão mais radical para seu cupê esportivo — e com o motor do M3.

Batizada por ora de M2 CS, ela terá um seis-em-linha de 400 cv, mas não será o mesmo motor N55 já usado pelo esportivo, e sim sua versão mais afiada, o S55 que equipa os BMW M3 e M4. O que você estava dizendo sobre “invadir território” mesmo?

A diferença entre os motores N55 e S55 é que este último é extensamente modificado pela pela BMW M, com bloco tipo “closed deck” — que aumenta sua rigidez e permite pressões de trabalho mais elevadas —, cilindros fundidos no bloco com tratamento térmico no lugar das camisas, virabrequim aliviado, pistões reforçados, válvulas específicas, dois turbos, duas bombas de combustível, escape ativo e intercoolers aperfeiçoados. Com a BMW desenvolvendo os sistemas de injeção de água na admissão para otimizar o rendimento dos motores, pode apostar que o M2 CS terá um desses.

Bloco do open deck do motor N55 à esquerda, bloco closed deck do S55 à direita

Quanto ao chassi, sobra pouco espaço para mais upgrades, uma vez que o M2 já tem uma distribuição de peso praticamente perfeita (51,4% sobre o eixo dianteiro e 48,6% sobre o traseiro) e uma série de componentes idênticos aos dos BMW M3 e M4 que inclui subchassis dianteiro e traseiro, componentes de suspensão de alumínio, direção completa e diferencial traseiro eletrônicodireção e o diferencial traseiro eletrônico Active M Differential. Se de fato houver algum upgrade nesse sentido, nosso palpite é a suspensão ajustável (coilovers de três posições) e, talvez, os freios de carbono-cerâmica do M4 GTS.

BMW-M2-GTS-image-750x422

 

A ideia da BMW é manter o M2 competitivo nos próximos anos, quando teremos o lançamento do Audi RS3 Sedan, que deverá ter 400 cv produzidos por seu 2.5 TFSI, e também da próxima geração do Mercedes CLA45, que atualmente já conta com 381 cv e também deverá chegar à marca dos 400 cv. O Bimmer Today menciona até mesmo o Audi TT RS, que já foi lançado na Europa com 400 cv e tração integral.

Por fim, é importante reforçar que o modelo ainda não foi confirmado pela BMW, embora venha sendo especulado desde o começo do ano. Caso isso aconteça, ele deve aparecer somente em 2018 como uma versão de despedida da geração.

 

Matérias relacionadas

A incrível história de Bruce McLaren vai virar filme – e ele parece sensacional

Dalmo Hernandes

Hyundai RN30: 2.0 turbo de 380 cv, câmbio de dupla embreagem e tração integral

Dalmo Hernandes

Nissan Sentra ganha versão Nismo com acerto esportivo e motor turbo, mas…

Leonardo Contesini