Edição diária: 15/06/2019
FlatOut!
Image default
Lançamentos Zero a 300

BMW X7: maior SUV da marca é revelado com sete lugares e motor V8 4.4 biturbo de 460 cv

A BMW está investindo pesado em lançamentos nesta segunda metade de 2018. Semanas depois do novo BMW Série 3 G20, sétima geração de seu modelo mais vendido, a fabricante alemã apresentou agora seu novo SUV, o X7. Posicionado acima do X5, o SUV de sete lugares é o maior e mais espaçoso modelo já lançado pela BMW. E também o que tem a maior grade “duplo-rim” da história da marca – a própria BMW faz questão de deixar isto bem claro no material de imprensa, ainda que essa ênfase não faça muito sentido.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicos, histórias de carros e pilotos, avaliações e muito mais!

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

Mesmo pelas fotos é possível perceber a opulência do BMW X7. Estamos falando de um SUV com 5.151 mm de comprimento, 2.000 mm de largura, 1.805 mm de altura e entre-eixos de 3.105 mm. Para se ter uma ideia o atual BMW Série 7, maior sedã da marca, tem 5.098 mm de comprimento, 1.902 mm de largura, 1.467 mm de altura e 3.070 mm de entre-eixos. O BMW X5 G05, lançado em junho de 2018, tem 4.922 mm de comprimento, 2.004 mm de largura, 1.745 mm de altura e 2.975 mm de entre-eixos. O BMW X7 é grande – mais de 5 cm mm mais longo que o Série 7 e quase 18 cm mais comprido que o X5. Mas a BMW ainda não revelou seu peso, embora possamos ter uma base olhando seus rivais Range Rover Vogue, Mercedes GLS, Audi Q7/Q8 e Volvo XC90, por exemplo, estão todos próximos das 2,2 toneladas.

bmw_x7_xdrive40i_25_030502f90888066e

É impossível olhar para o BMW X7 e não reparar logo de cara no tamanho da grade. Os faróis estreitos e a superfície relativamente limpa da dianteira dão a ilusão de que ela é ainda maior – as proporções entre os elementos quase lembram o Rolls-Royce Cullinan, embora a identidade visual seja completamente diferente. Talvez seja exatamente isto que a BMW pretende evocar – lembrando que a Rolls-Royce pertence à BMW desde 2003. Os faróis são claramente inspirados no BMW Série 7, porém com contornos mais limpos, e trazem de série a tecnologia de LEDs adaptativos. Como no Série 3, os faróis a laser são opcionais e oferecem um alcance de 600 metros.

bmw_x7_xdrive40i_71_01c201c20c310815bmw_x7_xdrive40i_70

Não há surpresas no desenho da lateral, com o contorno dos vidros adotando um formato já conhecido de outros SUVs da BMW. As superfícies são bastante limpas, embora existam dois vincos bastante marcados percorrendo todo o comprimento do X7. As saias laterais nascem de elementos cromados na base dos para-lamas dianteiros e têm continuidade em dois frisos horizontais nos para-choques traseiros.

bmw_x7_xdrive40i_517_016d00960cf208c1 bmw_x7_xdrive40i_339_024302230b1f0785

Na traseira há molduras em preto brilhante no vigia, e as lanternas são “invadidas” por um outro friso cromado. O visual não surpreende, exceto pelo fato de ser quase uma transcrição exata do visual do conceito X7 iPerformance, visto no Salão de Frankfurt de 2017. Um elemento cuja ausência é notável é o par de saídas de ar verticais no para-choque traseiro, mas elas não fazem falta na versão de produção. As rodas de 22 polegadas, que ficariam desproporcionais em qualquer outro modelo da marca, casam muito bem com o tamanho do BMW X7.

bmw_x7_xdrive40i_33 bmw_x7_xdrive40i_752_02f401cd0a1807a5bmw_x7_xdrive40i_46

A BMW faz questão de frisar que o interior do X7 acomoda até sete adultos com bastante conforto e, a julgar pelas imagens, é fácil acreditar. Os bancos dianteiros são ajustáveis ao toque de um botão pelo motorista, que pode deslizá-los para trás e para a frente (um total de 14,5 mm) e também alterar a inclinação dos dois encostos. Os bancos da segunda fileira também possuem rebatimento elétrico. Com as duas fileiras traseiras rebatidas, a capacidade do porta-malas vai de 326 litros para cavernosos 2.120 litros. A tampa traseira é bipartida e pode ser equipada com abertura automática e sistema “hands free”.

bmw_x7_xdrive40i_36bmw_x7_xdrive40i_7bmw_x7_xdrive40i_4

O visual do interior também não é exatamente uma surpresa, repetindo a linguagem de design de outros modelos recentes da BMW no que tange à disposição dos elementos e nas formas gerais. Agora, como estamos falando do SUV de topo da marca, uma atenção especial foi dada aos materiais escolhidos, com metal escovado, madeira texturizada e cinco opções de cores para os bancos de couro. Todos os bancos possuem aquecedor, sendo que os dianteiros para o motorista e o carona podem vir equipados com sistema de ventilação e massageador.

bmw_x7_xdrive40i_57 bmw_x7_xdrive40i_26

O quadro de instrumentos é digital e consiste em uma tela de 12,3 polegadas. Ao lado fica a central multimídia, que adotou o mesmo desenho integrado já visto nos novos X5 e Série e também tem uma tela de 12,3 polegadas. O sistema operacional do carro é a última versão do BMW Operating System, a 7.0. Com isto, é possível optar também pelo sistema “Rear-Seat Entertainment Professional”, que adiciona duas telas de 10,2 polegadas full HD, DVD player com Blu-Ray, duas entradas USB, conexão HDMI e duas saídas de fone de ouvido para os ocupantes da segunda fileira de bancos.

bmw_x7_xdrive40i_78

Cada uma das telas pode exibir conteúdos independentes, sejam eles fornecidos pelos dispositivos dos usuários do banco traseiro ou armazenados no HD do carro. Elas também podem exibir a tela do navegador por GPS.

O sistema de som padrão traz de alto-falantes de alta fidelidade, e há dois sistemas opcionais: um Harman Kardon com 16 alto-falantes e surround, ou um Bower & Wilkins Diamond Surround com vinte alto-falantes e módulo amplificador de 1.500W. Dá para dar uma festa com dois ambientes lá dentro.

bmw_x7_xdrive40i_80

O interior é bem arejado graças a um teto solar panorâmico de vidro, dividido em três partes e com acionamento elétrico. Como opcionais há cortinas elétricas para as janelas traseiras e também o Panorama Sky Lounge, que de acordo com a BMW traz luzes de LED espalhadas por toda a superfície e podem exibir mais de 15.000 combinações gráficas diferentes, incluindo a simulação de uma noite estrelada – outra característica que nos faz lembrar dos Rolls-Royce.

As opções de motorização são quatro. O modelo inicial do BMW X7 é o xDrive40i, equipado com um seis-cilindros de três litros com turbo, 340 cv e 45,9 mkgf de torque. O xDrive50i adota um V8 biturbo de 4,4 litros com 460 cv e 66,2 mkgf de torque. O 40i vai de zero a 100 km/h em 6,1 segundos com máxima de 245 km/h, enquanto o 50i consegue fazer o mesmo em 5,2 segundos com máxima de 250 km/h.

Há, ainda, um seis-cilindros em linha turbodiesel com dois níveis de potência: 265 cv e 63,2 mkgf de torque no X7 xDrive30d, suficientes para ir de zero a 100 km/h em sete segundos cravados com máxima de 227 km/h; e 400 cv 77,5 mkgf de torque no M50d M Performance, que é capaz de ir de zero a 100 km/h em 5,4 segundos, atingindo os 250 km/h de velocidade máxima. Todas as versões de motorização são equipadas com a mesma transmissão automática de oito marchas da ZF e tração com distribuição variável de torque entre os eixos.

bmw_x7_xdrive40i_1_00fc02230c5e0856 bmw_x7_xdrive40i_72_0380041508b905dd bmw_x7_xdrive40i_40_02ba02530acc073a bmw_x7_xdrive40i_2_02fa02f90787050c bmw_x7_xdrive40i_79_02d902730a33078f bmw_x7_xdrive40i_3_043c0314080d05f3 bmw_x7_xdrive40i_94_051803d50939063e bmw_x7_xdrive40i_95_01ad042009790658 bmw_x7_xdrive40i_45_008c01dd0ca408a1 bmw_x7_xdrive40i_53_024e036a08f40608 bmw_x7_xdrive40i_99_03b5036f09f406c4 bmw_x7_xdrive40i_87_05d4032408380587 bmw_x7_xdrive40i_93_038502ae0b0c077f bmw_x7_xdrive40i_9_00bc01420cf408dc bmw_x7_xdrive40i_89_0168024e0b6707c5 bmw_x7_xdrive40i_60_03e6032a0a7c0704 bmw_x7_xdrive40i_5_0385025e0b7707c5 bmw_x7_xdrive40i_97_037b01ad0b9207f0 bmw_x7_xdrive40i_64_0198017d0bb307d5 bmw_x7_xdrive40i_821_054303da06eb04a1 bmw_x7_xdrive40i_0416027909ea075f

Matérias relacionadas

Corvette Grand Sport: este especial para as pistas é o invasor americano em Genebra

Dalmo Hernandes

Irreconhecível: sim, o Porsche 911 Spyder Bertone é um 911 de verdade

Dalmo Hernandes

Os lucros da VW com a Porsche, os importados mais vendidos, um resumo do GP da Austrália e mais!

Leonardo Contesini