A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Carros Antigos

Brabham BT20 1967: este clássico da Fórmula 1 será leiloado em maio

No último dia 2 de abril, Jack Brabham completou 88 anos de idade. Além de ser o campeão mundial mais velho ainda vivo, o homem é uma verdadeira lenda, tendo sido o único piloto da história vencer o campeonato na Fórmula 1 com carros desenvolvidos por ele mesmo. O Brabham BT20 foi um desses carros  — e este exemplar, que será leiloado pela RM Auctions, é muito especial.

Em 1966, as regras da Fórmula 1 trouxeram uma mudança de extrema importância: os motores passariam a deslocar três litros em vez de 1,5 — o dobro da cilindrada. Para a maioria dos fabricantes, isso significou abandonar seus leves motores V8 e partir para pesados motores V12. A mudança poderia ter causado problemas para todas as equipes, que precisaram reprojetar seus carros para adaptá-los ao novo regulamento, mas uma delas não se abalou: a Brabham.

brabham_leilão (3)

Diferentemente de hoje, o regulamento da F1 não ditava o número de cilindros, desde que a cilindrada estipulada fosse respeitada. Sendo assim, enquanto todos os outros fabricantes adotaram motores V12, Jack Brabham preferiu continuar com um V8, mas precisou convencer a australiana Repco, companhia parceira no desenvolvimento de motores, de que isto era uma boa ideia.

Por que era mesmo: o V8 com bloco Oldsmobile usado pela Brabham em seu carro novo, o BT19 era mais leve e confiável do que os V12 recém desenvolvidos pelas outras equipes, e isto compensava a potência mais baixa — eram cerca de 300 cv a 8.000 rpm, menos do que os 330-360 cv desenvolvidos pelos V12  Ferrari e Maserati, por exemplo.

brabham_leilão (8)

Sua determinação em fugir do convencional rendeu ao piloto/chefe de equipe uma conquista histórica na Fórmula 1: mesmo não completando três das nove corridas daquela temporada, ele conseguiu seu terceiro título — o primeiro ao volante de um carro que levava seu nome. Ninguém mais conseguiu isto, mesmo quase meio século depois. 

O resultado foi tão bom que, para a temporada seguinte, pouca coisa mudou no BT20, adotado no final da temporada de 1966 e no ano seguinte. Deu certo: o título veio mais uma vez para a equipe, mas desta vez graças a Denny Hulme, companheiro de equipe de Jack Brabham. A favorita naquele ano era a Lotus, com Jim Clark como piloto principal e um dos melhores motores. Mas Hulme conseguiu resultados mais consistentes e faturou o caneco.

brabham_leilão (7)

Apesar de vencer apenas duas vezes — em Monaco e Nürburgring —, sua pior colocação foi o quarto lugar na primeira corrida do ano, o GP da África do Sul, e o Grande Prêmio de Monza foi o único que ele não conseguiu terminar. Clark, por outro lado, venceu quatro corridas, mas abandonou cinco. Com 51 pontos no final da temporada, Hulme ficou com o título. Jack Brabham foi o vice-campeão, com 48 pontos, e Clark ficou em terceiro, com 41.

O BT20 que será leiloado pela RM Auctions é exatamente o carro usado por Hulme em 1967. Outras cópias foram vendidas a pilotos independentes, o que torna este carro ainda mais importante, sendo um dos dois BT20 usados pela Brabham naquele ano. Ele foi totalmente restaurado entre 2007 e 2010, e foram gastos no processo mais de € 200 mil (mais de R$ 620 mil), entre componentes e mão de obra. O carro foi vistoriado pela FIA depois de ficar pronto, e aprovado para correr em campeonatos históricos oficiais. O valor estimado para arremate fica entre € 580 mil e € 720 mil — ou cerca de R$ 1,8-2,25 milhão.

O leilão acontecerá em Mônaco no dia 10 de maio de 2014, no mesmo evento onde será leiloado um dos macacões usados Ayrton Senna na temporada de 1991 pela McLaren.

brabham_leilão (11) brabham_leilão (9) brabham_leilão (6) brabham_leilão (5) brabham_leilão (10) Formula One World Championship

Matérias relacionadas

XX Encontro Paulista de Autos Antigos: acelere em nossa mega galeria do evento!

Juliano Barata

Projekt Mjølner: este Porsche 911 com dois turbos e 615 cv é um dos mais fodásticos que já vimos

Dalmo Hernandes

Você nunca mais vai querer saber da Fórmula 1 atual depois de conhecer a FIA Masters Historic F1

Dalmo Hernandes