A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos Notícias Zero a 300

Cadillac apresenta seu novo V8 biturbo de 550 cv feito à mão. Será este o motor do Corvette Zora?

Você deve conhecer a filosofia one man, one engine da AMG – cada novo motor fabricado pela divisão esportiva da Mercedes em Affalterbach é montado por um único engenheiro e recebe uma plaqueta assinada por ele após o longo processo, que pode durar até seis horas.

Pois o novo motor V8 biturbo da Cadillac também será feito assim: cada um deles será construído pelas mãos de um único engenheiro, que também assinará uma plaqueta instalada ao final da montagem. Mas esta é só uma das novidades em relação ao novo V8, que é o primeiro motor totalmente desenvolvido pela Cadillac e exclusivo para seus modelos em 26 anos.

cadillac_allante_14

O último V8 da Cadillac a ser usado apenas pela Cadillac foi lançado no fim de 1992 para Allanté 1993. O Cadillac Allanté foi um roadster de luxo que a gigante americana fez para disputar com o Mercedes-Benz SL e o Jaguar XJS. O chamado Northstar era um V8 de 4,6 litros todo de alumínio, com comando duplo nos cabeçotes, quatro válvulas por cilindro e diversas inovações. Uma delas era um sistema que permitia que, caso houvesse um vazamento de fluido de arrefecimento, apenas uma das bancadas de cilindros recebesse combustível – a outra bancada era utilizada para arrefecer o motor usando o ar. Depois que o Allanté saiu de linha ainda em 1993, a Cadillac continuou usando o motor Northstar em quase todos os seus modelos até 2011, quando adotou motores compartilhados com outras marcas da General Motors.

O novo motor será usado, por enquanto, em apenas um carro: o Cadillac CT6 V-Sport, versão mais apimentada do full size lançado pela Caddy em 2016, como sucessor do icônico Fleetwood.

Cadillac CT6 V-Sport 4.2L Twin Turbo V-8

Anunciado junto com o CT6 V-Sport, o novo V8 é totalmente novo. Com deslocamento de 4,2 litros, ele tem bloco e cabeçotes de alumínio, virabrequim e bielas de aço forjado e pistões de alumínio de alta resistência. O curso do virabrequim é de 90,2 mm, enquanto o diâmetro dos cilindros é de 86 mm. O espaço entre as bancadas é de 90°, e a taxa de compressão é de 9,8:1.

cadillac_ct6_v-sport_7 (1)

cadillac_ct6_v-sport cadillac_ct6_v-sport_1

De acordo com a Cadillac, o maior destaque do novo motor, chamado GF18, é o posicionamento dos turbos, que ficam entre as bancadas de cilindros em vez de ficarem do lado de “fora” do motor, um de cada lado. Esta configuração, chamada em inglês de hot-v, tem suas vantagens.

Cadillac CT6 V-Sport 4.2L Twin Turbo V-8

Para começar, em vez de receber o ar pressurizado pelos dutos no topo do motor, liberando o gás pela parte inferior do lado de fora dos cabeçotes, o caminho é oposto: o ar é admitido pelo lado de “fora” do motor e os gases de escape saem pela parte interna do “V”, onde ficam os turbos. Com isto, o spool das turbinas acontece mais rápido, pois caminho percorrido pelos gases de escape é menor, e consequentemente o ar frio também é empurrado mais rápido para as câmaras de combustão mais rápido. Segundo a Cadillac, o processo “virtualmente elimina” o turbo-lag e resulta em respostas mais rápidas ao acelerador. Além disso, um benefício óbvio é a redução no tamanho físico do conjunto.

Cadillac CT6 V-Sport 4.2L Twin Turbo V-8

Os turbos são do tipo twin-scroll, operando a 1,38 bar. O motor possui outras características interessantes: comando duplo nos cabeçotes, quatro válvulas por cilindro, corpos de borboleta individuais, injeção direta de combustível, sistema de desativação dos cilindros, start/stop e dois intercoolers ar-água. O resultado: 558 cv a 5.700 rpm e 86,7 mkgf de torque entre 3.200 e 4.000 rpm no CT6 V-Sport; 507 cv entre 5.000 e 5.200 rpm com 76,5 mkgf de torque entre 2.600 e 4.600 rpm no CTS comum. Em ambos os casos, o motor será acoplado à caixa automática de dez marchas desenvolvida pela GM em parceria com a Ford, já usada em modelos das duas companhias (Ford Mustang, Ford F-150, Chevrolet Camaro, etc). A Cadillac, contudo, ainda não deu dados de desempenho de seu novo sedã esportivo.

Até aí, tudo bem. A gente está com outra dúvida na cabeça…

 

Será este o motor do Corvette C8 “Zora”?

mid-engine-corvette-7-1507822940

Foto: Road & Track

Como você deve saber, finalmente a Chevrolet decidiu colocar o motor do Chevrolet Corvette atrás dos bancos. Depois de brincar por décadas com o layout, em uma série de protótipos de motor central-traseiro que ficaram todos conhecidos como “Zora”, a fabricante finalmente vai transformar a ideia em realidade.

O protótipo do Corvette C8 já foi visto em testes em diferentes ocasiões, e rolaram até alguns boatos de que o carro poderia ser um superesportivo da Cadillac em testes. Esta hipótese é improvável, mas a possibilidade de que o novo V8 da Cadillac possa ser usado no Corvette de motor central-traseiro faz mais sentido. Até porque especula-se que a nova geração do superesportivo (que deverá conviver com o atual Corvette C7 de motor dianteiro até 2021) tem chance de ser movido por um V8 sobrealimentado de 5,5 litros.

CorvetteMid2

De acordo com um artigo fresquinho do Corvette Forum, o C8 tem tudo para usar um V8 biturbo de 5,5 litros, e “é inteiramente possível que o V8 GF18 tenha sido projetado para ser bastante modular, como o [atual] V8 small block, de modo que mudanças no deslocamento e na potência possam ser realizadas.” Além disso, lembra da “one man, one engine” que citamos lá no início do texto? Os motores do Corvette ZR1 e Z06 também são feitos assim, como este da Cadillac.

É claro que tudo ainda não passa de especulação, mas faz sentido. O Cadillac CT6 seria uma boa maneira de testar o motor V8 biturbo do novo Corvette no mundo real sem causar alarde — ainda que já esteja causando.

Matérias relacionadas

Quer um Subaru BRZ STI? Melhor puxar uma cadeira…

Dalmo Hernandes

Black Widow: o primeiro Porsche 936 a participar de uma corrida. Em Nürbugring. Com o acelerador travado!

Dalmo Hernandes

O consumo do novo Ford Ka, Audi dá as boas vindas à Porsche em Le Mans, Hot Wheels terá série Star Wars e mais!

Leonardo Contesini