A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Carro autônomo atropela e mata ciclista nos EUA, Toyota apresenta Prius flex, BMW X2 começa a ser vendido no Brasil e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Carro autônomo do Uber atropela e mata ciclista nos EUA

uber-crash-kills-pedestrian

Um dos Volvo XC90 autônomos usados em testes pela Uber atropelou e matou um ciclista na madrugada desta última segunda-feira (19). Ela chegou a ser socorrida e chegou ao hospital com vida, mas não resistiu e morreu.

A polícia local (o acidente aconteceu em Tempe, no Arizona) revelou poucas informações até agora, mas confirmou que o veículo estava operando no modo autônomo e tinha um motorista supervisionando a operação — o que pode indicar que houve falha do carro e do motorista no acidente. As primeiras informações diziam que a mulher atravessou a rua fora da faixa de travessia, porém também é possível que ela estivesse usando a ciclofaixa existente no local.

Após o acidente a Uber suspendeu seus testes com autônomos em Tempe, São Francisco, Pittsburgh e Toronto, que são as cidades onde sua frota autônoma vinha sendo avaliada. A empresa também divulgou uma nota nas redes sociais, lamentando o acidente e consolando a família da vítima, e também disse que está cooperando com as autoridades na investigação do incidente (sic).

FlatOut 2018-03-20-as 14.46.02

O local do acidente

Este não foi o primeiro acidente envolvendo um carro autônomo da Uber — em março de 2017 outro Volvo XC90 de Tempe foi atingido por um carro sem que o sistema percebesse sua aproximação, o que não ocasionou uma manobra de desvio do sistema. Contudo, o acidente desta semana foi o primeiro envolvendo uma morte, o que deverá desencadear uma série de revisões em leis e no desenvolvimento dos sistemas — além de aumentar a resistência do público aos carros que se dirigem sozinhos.

 

Toyota inicia testes com Prius flex no Brasil

24399_1

 

A Toyota apresentou nesta segunda-feira (19) em São Paulo, a primeira unidade do Prius flex que, segundo a Toyota, é o “primeiro híbrido flex do mundo”. O modelo ainda é um protótipo que será testado pela marca em uma viagem entre São Paulo e Brasília. A viagem irá analisar o comportamento e o consumo do motor quando abastecido com etanol ao longo de mais de 1.500 km.

O desenvolvimento do Prius flex faz parte dos planos da Toyota em se tornar a primeira fabricante a produzir veículos híbridos no Brasil, e começou há cerca de três anos quando a fabricante japonesa se uniu à USP e à UnB para realizar as adaptações necessárias para converter o 1.8 a gasolina em um motor a etanol, como o tratamento dos componentes internos para lidar com o etanol, que é mais corrosivo que a gasolina, sistema de pré-aquecimento do combustível para partida a frio, e recalibração da ECU do motor.

Como ainda é um protótipo, a Toyota ainda não divulgou os dados do conjunto motriz, mas não espere que o modelo passe dos 130 cv com etanol — muito menos atinja médias tão elevadas quanto os quase 20 km/l do modelo atual a gasolina.

Também não há previsão de lançamento do modelo, mas não por parte da Toyota unicamente, e sim pela ausência de uma política de incentivos à indústria automobilística. O Rota 2030 deverá incluir algumas regras para veículos híbridos, mas já está há quase um ano sendo discutido sem um consenso entre os ministérios envolvidos e corre o risco de ficar somente para 2019.

 

BMW anuncia preços do X2 no Brasil

P90278988_highRes_the-all-new-bmw-x2-1

Há menos de um ano e meio o BMW X2 apenas um conceito em argila apresentado no Salão do Automóvel de 2016. Mas agora ele finalmente está sendo oferecido pela marca no Brasil em duas versões com preços que partem de R$ 211.950.

O modelo será oferecido somente com tração dianteira, nas versões sDrive20i GP, que custa os divulgados R$ 211.950; e sDrive20i M Sport X, que custa R$ 246.950. Ambos são equipados com o motor 2.0 turbo de 192 cv entre 5.000 e 6.000 rpm e 28,5 kgfm entre 1.350 e 4.600 rpm, e o câmbio é automatizado de embreagem dupla e sete marchas. Por enquanto apenas o modelo M Sport X está disponível em pré-venda, com limite de 100 unidades.

P90278961_highRes_the-brand-new-bmw-x2

O X2 é baseado na plataforma UKL2, como o BMW X1 e o Mini Countryman, e tem 4,36 metros de comprimento, 2,67 metros de entre-eixos, 1,82 metro de largura e 1,54 metro de altura. O porta-malas não é muito melhor que o do Série 1, com apenas 370 litros (o hatchback tem 360 litros), porém chega aos 1.255 litros com os bancos traseiros rebatidos.

P90278960_highRes_the-brand-new-bmw-x2

A lista de equipamentos inclui bancos esportivos com ajustes elétricos, teto solar panorâmico, ar-condicionado de duas zonas, bancos de couro, assistente de estacionamento com câmera de ré e sensores dianteiros e traseiros, sistema multimídia com tela de 6,5 polegadas (ou 8 polegadas na versão M Sport) e navegação GPS, serviço de concierge e conectividade com Apple CarPlay. O pacote é completado por controles de tração e estabilidade, seis airbags e pneus run flat.

P90278958_highRes_the-brand-new-bmw-x2

A paleta de cores inclui onze opções — a sólida Preto 2 e as metálicas Prata Glacial e Branco Mineral, exclusivas da versão GP; e a sólida Branco Alpino, as metálicas Preto Safira, Cinza Mineral, Azul Mediterrâneo, Dourado Galvanic, Sunset Orange e Sparkling Storm, que serão oferecidas nas duas versões.

 

Peugeot lança 5008 por R$ 157.500

peugeot-5008-brasil

Outro SUV que começa a ser vendido no Brasil nesta semana é o Peugeot 5008, o modelo médio de sete lugares da fabricante francesa. Ele também será oferecido em duas versões: Griffe, que parte de R$ 157.490; e Griffe Pack, de R$ 166.490.

peugeot-5008-brasil2

As duas versões são equipadas com o onipresente motor 1.6 THP, que usa apenas gasolina e produz 165 cv e 24,5 kgfm, combinado ao câmbio automático de seis marchas que envia a força para as rodas dianteiras. Com esse conjunto o 5008 tem um desempenho modesto: zero a 100 km/h em 10,5 segundos e velocidade máxima de 206 km/h. Ao menos é econômico para seu porte: faz 9,5 km/l na cidade e 12,1 km/l na estrada, segundo o Inmetro.

A lista básica de equipamentos vem com teto solar panorâmico, bancos dianteiros com massageador, assistente de subidas, faróis integralmente de LED, sensores de chuva e de luminosidade, base para carregamento de celular por indução, sistema multimídia compatível com Apple CarPlay, Android Auto e Mirror Link. Já o modelo Griffe Pack vem equipado também com cruise control adaptativo, sistema de frenagem de emergência, assistente de permanência em faixa, detector de fadiga, leitor de placas de trânsito, alerta de ponto cego com direção ativa para impedir a mudança de faixa em caso de risco de colisão, e sistema de câmeras 360 graus.

 

Supercarro de Jim Glickenhaus irá usar motor V6 biturbo do Nissan GT-R

Glickenhaus-SCG004S-GT-R-Engine-1

Quando a Scuderia Cameron Glickenhaus (SCG) revelou o SCG004S em novembro do ano passado, seu proprietário Jim Glickenhaus disse que o carro seria equipado com um V8 biturbo de cinco litros e 650 cv. Mas parece que mr. Glickenhaus mudou de ideia quanto ao powertrain de seu mais novo supercarro.

Glickenhaus-SCG004S-GT-R-Engine-4

Em vez de usar o V8 de cinco litros, ele irá usar algo mais nipônico e godzílico: o V6 3.8 biturbo do Nissan GT-R, mais conhecido como VR38DETT. Mesmo com os cilindros a menos, o motor irá produzir 700 cv na versão de entrada. E quem achou pouco só precisa pedir mais (e pagar por isso, claro).

A boa notícia é que ele não será automatizado, nem terá tração integral como o GT-R. Em vez disso, o câmbio será manual de seis marchas (ou automático, opcionalmente) e a tração será somente traseira.

Glickenhaus-SCG004S-GT-R-Engine-6

Segundo Glickenhaus, a opção pelo V6 japonês se deve ao fato de ele ser mais leve que o V8 e ser “praticamente indestrutível”. A versão de corrida do SCG004S também irá usar este motor nas 24 Horas de Nürburgring deste ano.

Os testes do esportivo começam nos próximos meses, e as entregas serão feitas ainda neste ano. Os preços partem de US$ 400.000, e a SCG pretende produzir 250 unidades por ano.

Matérias relacionadas

Hipercarros e Aston Martin confirmados em Le Mans, o novo Alpine A110S, o fim dos simuladores nas auto-escolas e mais!

Nova geração do Honda Accord com motor do Type R, Corvette Z06 crava 7:13 em Nürburgring, Mercedes apreendido com mais de R$ 840.000 em multas e mais!

Leonardo Contesini

Os melhores burnouts do Dodge Hellcat em 2014, o tanque de guerra que virou táxi na Rússia (claro), o novo BMW Série 7 2016 e mais!

Leonardo Contesini