A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Carro passa a 250 km/h em radar de SP, Volvo compra a Polestar, a última volta de Clarkson na pista do Top Gear e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Carro passa a 250 km/h em radar de São Paulo… e não é multado!

pistola-radar-g-20120319

O portal G1 divulgou nesta terça-feira (14), um novo “recorde” do trânsito de São Paulo: em março deste ano, um carro passou a 248 km/h em um dos radares da Marginal Tietê. Segundo a CET, esta é a maior velocidade já registrada na cidade.

De acordo com o G1, o veículo seguia pela pista expressa da Marginal Tietê, sentido Castello Branco, e foi flagrado por um radar instalado logo após a ponte da Casa Verde, na Zona Norte. A infração é classificada como gravíssima, e renderia uma multa de R$ 574,52 e suspensão do direito de dirigir por até 16 meses.

O problema (ou sorte do motorista) é que a falta de iluminação da via associada à velocidade elevada deixou a fotografia borrada e, por isso, tanto o carro quanto a placa não puderam ser identificados. Parece que os Caçadores de Mitos precisam rever seus métodos.

 

Volvo compra totalidade da Polestar

Volvo-V60-Polestar

A Volvo seguiu os passos da Mercedes-Benz com a AMG e comprou a totalidade da preparadora Polestar, que agora passa a ser o nome dos modelos mais esportivos da marca sueca. Uma das promessas da nova estrutura é a criação de esportivos híbridos.

Fundada em 1996, a Polestar era um time de competição comandado por Christian Dahl. Em 2010, ela criou o primeiro modelo para a Volvo, o C30 Polestar Performance Concept. A equipe de corrida continuará com Dahl, mas mudará de nome. Ele também manterá colaboração com a Volvo, ajudando na preparação dos modelos Polestar. Em 2015, existe a expectativa de vender 750 unidades dos modelos Polestar V60 e S60 no mundo todo. A partir do ano que vem, a meta será dobrar as vendas da divisão.

 

“Clássicos Eternos” leva 130 brinquedos da Estrela ao West Plaza

Pegasus_prata

Pra quem mora em São Paulo ou vai dar uma passadinha pela cidade, o shopping West Plaza começou no dia 9 de julho a exposição “Clássicos Eternos”. A mostra, que reúne 130 brinquedos dos anos 1970 aos 1990, funciona de segunda a sábados das 10h às 22h e aos domingos das 12h às 22h.

Entre as raridades estão exemplares bem conservados do Pégasus, um M1 de controle remoto que usava cinco pilhas grandes no carrinho e seis AA no controle (e gastava tudo em uma tarde), o Colossus (um SUV), o Maximus, uma espécie de baja, e o Stratus, um Lancia Stratos que tinha até ronco e faróis escamoteáveis que se acendiam. Ele ia para a frente ou para trás por meio de batidas, ou seja, se batia de frente, começava a dar ré. Para andar de frente novamente, tinha de bater de ré.

Além dos brinquedos automotivos, tem também os Aquaplay, o Genius e o boneco Falcon, entre tantos outros. Se você teve algum deles, pode matar a saudade dos tempos de infância. Se não conhece, tá aí uma boa referência de como era viver sem videogame.

 

Jeremy Clarkson dá sua última volta no circuito do Top Gear

CJys4u8W8AAGOfW.jpg-large

Um evento de caridade permitiu a Jeremy Clarkson dar uma última voltinha no circuito do Top Gear, programa que ele ajudou a transformar no mais assistido do mundo. Substituído depois de socar um produtor por conta de seu jantar, Clarkson acabou levando todo mundo embora do programa com ele.

O evento, que contou com a participação do baterista do Pink Floyd, Nick Mason, dono de uma coleção invejável, deu a Clarkson três opções de “montaria”: Mercedes-Benz AMG GT, Ferrari LaFerrari e uma 488 GTB. Não sabemos qual ele acabou escolhendo. Em uma postagem no Twitter para seus fãs, Clarkson dsse: “Minha última volta no circuito do Top Gear chegou ao fim. Meio triste sair daqui pela última vez.” Indeed, Clarkson. Indeed.

 

Mulher bate na traseira de um caminhão frigorífico ao se masturbar

Alguns acidentes merecem trilha sonora. E o do que aconteceu em Cirencester, no Reino Unido, só poderia ter esta música.

Uma moça, de cerca de 30 anos bateu seu Mini na traseira de um caminhão frigorífico enquanto usava um vibrador em formato de coelho para se tocar. Piada pronta: o caminhão era de frutos do mar.

Receoso de perder o emprego logo em seu primeiro dia, o motorista foi falar com o RH da empresa e foi surpreendido com a pergunta: “Você viu o vídeo?”. O caminhão tinha uma câmera de ré e filmou toda a ação da moça. “Ela era bem gostosa”, disse uma fonte ao jornal “The Bristol Post”. O vídeo, evidentemente, não foi divulgado e está nas mãos da seguradora. Talvez em apenas uma delas.

Matérias relacionadas

Preço da gasolina caiu 20% em novembro (mas não nos postos), Porsche 992 vaza em fotos oficiais, Mercedes-AMG A35 Sedan flagrado em testes e mais!

Leonardo Contesini

Ferrari 250 GTO terá releitura moderna, o novo Audi SQ2 de 300 cv, a volta da Suzuki Katana e mais!

Leonardo Contesini

Pai de Paul Walker (também) processa a Porsche, Fiat 124 Spider poderá disputar o WRC pela Abarth, os preços do novo Passat no Brasil e mais!

Leonardo Contesini