A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo História

Charlie Whiting: a trajetória do carismático diretor de provas da Fórmula 1

Ainda estamos em março, mas o ano de 2019 já se mostrou um ano de perdas – já nos deixaram John Haynes, criador do manual Haynes; o Dr. Robert Hubbard, inventor do HANS; Keith Flint, o vocalista do The Prodigy, banda com forte apelo entre os entusiastas; e Junichi Tanaka, fundador da preparadora japonesa Jun Auto Mechanic. Hoje, dia 14 de março, outra figura importante no mundo dos carros e, principalmente, do automobilismo, se foi: Charlie Whiting, que desde 1997 era o diretor de provas da Fórmula 1, e foi responsável por praticamente todos os aspectos envolvidos em cada uma das corridas disputadas nos últimos 22 anos. Whiting sofreu uma embolia pulmonar (uma obstrução nas artérias dos pulmões) enquanto estava hospedado em um hotel em Melbourne, e se preparava para a primeira corrida de Fórmula 1 do ano – o Grande Prêmio da Austrália, que está marcado para o próximo domingo (17). A FIA convocou Michael Masi para substituí-lo temporariamente no GP da Austrália, e um novo diretor deve

Matérias relacionadas

Dodge Viper: a víbora de dez cilindros que mostrou ao mundo como os americanos fazem supercarros – Parte 2

Dalmo Hernandes

Fiat 500 Topolino Quad Al: 112 litros, 48 cilindros e 12.000 cv no dragster mais insano do planeta

Dalmo Hernandes

A história de Luigi Chinetti, o homem que levou a Ferrari para os Estados Unidos

Dalmo Hernandes