A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Chevrolet Onix Plus já está no site da GM, Latin NCAP mais rigoroso, Mercedes-AMG com V8 de virabrequim plano e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Chevrolet Onix Plus é apresentado oficialmente

A nova geração do Chevrolet Prisma, que agora se chama Onix Plus, acabou de ser revelada. A fabricante já colocou algumas fotos e informações a respeito do carro na Internet, e marcou o streaming de lançamento para a noite de hoje (12), às 20h.

Na página dedicada ao Onix Plus, a Chevrolet destaca o fato de o sedã vir equipado com Wi-Fi a bordo, com capacidade para até sete dispositivos (é preciso contratar um plano de internet obviamente). No entanto, há outras características, como o motor 1.0 turbo de 116 cv e 16,8 kgfm de torque, acoplado a uma caixa de seis marchas (manual ou automática); a central multimídia MyLink com serviço OnStar de assistência ao motorista; controles eletrônicos de estabilidade e tração; sensor crepuscular e hill-holder.

A Chevrolet é econômica em detalhes específicos, como preços e versões. Entramos em contato com uma concessionária, e o funcionário que nos atendeu afirmou que os revendedores ainda não dispõem destas informações, que só serão divulgadas na apresentação de hoje à noite. (DH)

 

Latin NCAP vai tornar os testes mais rigorosos a partir de 2020

O Latin NCAP vai adotar protocolo mais rigoroso a partir de 2020, o órgão atualiza sua metodologia a cada quatro anos para incentivar melhorias. O novo protocolo irá exigir equipamentos de segurança ativa para que o carro consiga nota máxima.

Os equipamentos que serão exigidos são o controle eletrônico de estabilidade em todas as versões do carro (atualmente só é preciso existir na versão mais vendida ou no pacote de equipamentos de maior volume) e a frenagem autônoma de emergência. O carros passarão por testes que simulam atropelamento, além dos atuas testes de impacto e teste do alce.

Outros assistentes como o alerta de ponto cego e assistente para permanecer na faixa ganharão pontos extras. Segundo o instituto esses pontos extras não podem compensar por notas baixas nos testes de impacto.

Carros que foram avaliados no padrão atual não precisarão passar por novos testes, a nota será alterada conforme a oferta desses novos equipamentos exigidos. Os fabricantes poderão divulgar as notas no protocolo atual em seu material publicitário quando o novo entrar em vigor, mas deverão deixar claro o ano em que o teste foi feito. (ER)

 

Mercedes-AMG GT Black Series terá V8 “diferente” dos atuais

Quando a Ford desenvolveu o atual Shelby GT350, ela não podia espetar um compressor no meio da bancada de cilindros para diferenciá-lo dos Mustang GT porque esta é a receita do Shelby GT500. Em vez disso, ela desenvolveu um V8 um pouco diferente para o modelo especial, dando a ele mais deslocamento e um virabrequim plano. Aparentemente, isso também irá acontecer com o AMG GT Black Series, que terá um V8 diferente, segundo a própria AMG.

De acordo com a revista australiana Which Car, que entrevistou o chefe da AMG, Tobias Moers durante o Salão de Frankfurt, o Black Series terá um V8 biturbo de quatro litros, mas não será o mesmo dos modelos atuais. Ele terá o mesmo bloco e cabeçotes do M178, a versão de cárter seco do atual V8 da AMG, porém não será “o típico V8 da AMG”.

Isso significa que ele será combinado a um motor elétrico de 48 volts como a linha 53 da AMG? Até poderia ser, mas Moers deixou claro que o motor não terá o sistema EQ Boost, como são chamados os híbridos leves (mild hybrids) da Mercedes. Diante disso, se ele manterá o cabeçote, o bloco, o deslocamento e os dois turbos, só podemos pensar em uma resposta: virabrequim plano.

Isso porque a AMG já antecipou que o Black Series seria um supercarro do nível do Porsche 911 GT2 RS, o que significa uma potência na casa dos 700 cv. Além disso, Moers disse em entrevista ao site Motoring, também da Austrália, que a AMG “nunca fez algo desse tipo em um motor anteriormente”, o que corrobora nossa suspeita de que ele terá um virabrequim plano. (LC)

 

Ferrari diz que leis de emissões e ruído ameaçam seu V12

O futuro parecia tranquilo para os V12: bastaria usar um pouco de eletricidade que o negócio estava resolvido. Mas então os burocratas do mundo melhor decidiram que a poluição sonora também é nociva para a humanidade e, por isso, estabeleceram regras para limitar o ruído dos carros. E isso trouxe uma nova ameaça aos V12.

É o que diz o diretor de tecnologias da Ferrari, Michael Leiters, ao site Top Gear. Segundo o executivo, as leis de emissões e as novas leis de restrição de ruído estão dificultando a continuação dos motores V12 na linha Ferrari. Leiters, contudo, disse que a Ferrari não irá abandonar os V12.

“Vamos lutar por este motor”, disse Leiters. A Ferrari tem que atender as leis Euro 6 e também à legislação americana e chinesa, mas, segundo Leiters, a marca tem o dinheiro e o conhecimento necessários para um V12 que se enquadre na legislação e ainda tenha potência suficiente para evoluir.

Não sei quanto a vocês, mas parece que a Ferrari está preparando o público para uma nova geração de V12 sobrealimentada por turbos. O que acham? (LC)

 

Um evento de clássicos no traçado antigo de Interlagos

Anote aí na agenda: no próximo dia 28 de setembro a Garagem 95 irá organizar a terceira edição de seu evento “Histórias de um Templo – Interlagos”, que irá reunir carros clássicos e modernos em um passeio pelo traçado antigo de Interlagos.

Esta é uma oportunidade rara de refazer o traçado antigo de carro (incluindo o lendário anel externo), pois o autódromo estará reservado exclusivamente para o evento — será possível, por exemplo, estacionar o carro e observar o traçado em perspectiva. Além do passeio pela pista antiga, o evento terá palestras (Jan Balder já está confirmado), exibição de vídeos do circuito, exposição de miniaturas, mercado de pulgas e food trucks.

O evento, apesar de ser focado nos clássicos, é aberto para carros de qualquer ano de fabricação, as vagas são limitadas e não haverá venda de ingressos no dia do evento. O valor da entrada é R$ 75 por pessoa e menores de 13 anos não pagam.

Para garantir seu ingresso acesse este link ou escreva para [email protected] informações estão disponíveis no facebook da Garagem 95 ou pelo WhatsApp (11) 94554-8292. (LC)

 

Hyundai pode ter picape “N” para brigar com a Ford Raptor

Depois de conquistar seu espaço ao lado das fabricantes europeias com seus hatchbacks, SUVs e sedãs, a Hyundai parece querer explorar novos territórios. Como já sabemos, a fabricante coreana planeja lançar sua primeira picape em 2021 – uma rival para a Toyota Hilux, a Mitsubishi L200 e a Nissan Frontier. Certamente haverá opções híbridas, e especula-se a possibilidade de uma versão totalmente elétrica.

A novidade é que esta picape poderá ganhar uma versão esportiva, feita pela divisão N, especificamente para enfrentar a Ford F-150 Raptor. De acordo com o site australiano Motoring, foi o Albert Biermann, engenheiro-chefe da Hyundai N.

Biermann  diz que, “tudo é possível” para a Hyundai e para a Kia. Embora não tenha confirmado o desenvolvimento de uma picape esportiva, Biermann disse que a possibilidade existe. Ele disse, também, que a versão provavelmente usaria uma variante do motor 2.0 usado pelo Hyundai i30 N, com pelo menos 300 cv. Seria o bastante par air de zero a 100 km/h em menos de sete segundos. Para efeito de comparação, a Raptor tem um V6 biturbo de 450 cv, e vai de zero a 100 km/h em seis segundos. (DH)

 

Tesla Model S testado em Nürburgring tem sete lugares e motor mais forte

A saga de Elon Musk e do Model S em Nürburgring continua se desenrolado, mas isto não significa que as coisas estejam ficando mais claras. Ao que parece, Musk desistiu de tentar quebrar o recorde de Nürburgring para carros elétricos de quatro portas – que, atualmente, pertence ao Porsche Taycan, com seus 7min42s.

No entanto, o Model S clicado no Inferno Verde pode correr atrás de outro recorde – o de carro de sete lugares mais rápido. Segundo Musk, o exemplar testado em Nürburgring tem dois assentos extras, deixando subentendida a intenção de quebrar também esta marca.

O carro também possui outras modificações curiosas, como para-lamas alargados e um spoiler improvisado na tampa traseira. Correm boatos de que este carro seria equipado com um novo motor elétrico, preliminarmente chamado de “Plaid”, com mais potência do que o atual P100D.

O site alemão Auto Motor und Sport diz que a Tesla reservou uma janela de meia hora para que o Model S possa tentar um recorde em Nürburgring, provavelmente no dia 25 de setembro. (DH)

 

Novo Kia Cerato chega em Outubro a partir de R$ 94.990

A Kia pareceu estar esperando o lançamento do novo Corolla para confirmar os preços da nova geração do Cerato, o sedã médio coreano vai chegar no Brasil por R$ 94.990 na versão EX e por R$ 104.990 na versão SX. Outra informação que foi confirmada é a motorização, o Cerato chegará com um 2.0 flex de 167 cv, sempre com cambio automático de seis marchas. As gerações anteriores vieram com motor 1.6 e foram criticadas pela falta de potência.

A Kia não confirmou os pacotes de equipamentos para cada versão, mas adiantou alguns itens que virão no sedã. Ele virá em ambas versões com controle de estabilidade, central multimídia com tela de oito polegadas sensível ao toque, Android Auto, Apple CarPlay e comandos de voz. O Cerato será importado do México, vindo isento de importo de importação, e tem lançamento marcado para outubro. (ER)

 

Citroen C3 perde versões e equipamentos

A Citroen simplificou a linha do C3, antes o compacto francês tinha cinco versões diferentes, agora conta com apenas três. O C3 oferece o motor 1.2 e cambio manual agora apenas para a versão Attractive, que parte de R$ 55.090, eliminando o antigo modelo de entrada Origine.

Acima da Attractive 1.2 vem a Attractive 1.6, com câmbio automático de série, rodas diferentes e mesma lista de equipamentos da versão 1.2, por R$ 64.090. A topo de linha é a versão aventureira Urban Trail, que teve o preço aumentado em R$ 5.100 e agora parte de R$ 71.090.

A série especial comemorando os 100 anos da Citroen, limitada a 100 unidades, continua sendo oferecida por R$ 71.990. Nessas mudanças na linha C3 o hatch perdeu o seu maior destaque, que era o para-brisa Zenith. (ER)

 

Matérias relacionadas

Placas do Mercosul: as controvérsias, os benefícios – e a possibilidade de ser abandonada

Leonardo Contesini

Project Cars #502: a evolução mecânica do Puma P052 e os novos acertos do carro

Leonardo Contesini

Mercedes-AMG E63 S no Brasil por R$ 700.000, a falência da Takata, V8 Ferrari é eleito motor do ano e mais!

Leonardo Contesini