A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Sessão da manhã

Chris Harris on Cars : os melhores vídeos do novo canal que a gente sempre gostou

Se você acompanha os melhores vídeos de carros da internet, provavelmente conhece o canal /DRIVE no YouTube. Os vídeos dos caras estão entre os melhores da web, especialmente se você curte testes mais descontraídos, visitas a fábricas de supercarros e carros preparados ao extremo.

Uma visita à Koenigsegg para aprender a fazer rodas de fibra de carbono, por exemplo

Um dos quadros favoritos de todo mundo (nós, inclusive), porém, era Chris Harris on Cars que, como o nome dizia, consistia no jornalista britânico Chris Harris falando sobre carros — fosse um teste em vídeo, um comparativo ou uma aula de drifting. O caso é que o cara consegue deixar qualquer vídeo bacana de se assistir e manja do riscado (afinal, as revistas EvoAutocar estão no seu currículo) — e, por isto, quando deixou o /DRIVE, sua saída fez considerável barulho.

O conteúdo de Harris foi o primeiro a sofrer com uma mudança polêmica no canal: o novo sistema de assinaturas. Com a mudança, seus vídeos passaram a ter uma versão resumida gratuita, e quem quisesse assitir o conteudo completo teria que fazer a assinatura do canal /DRIVE+. A mudança foi implementada em julho deste ano — e não foi bem recebida: os fãs diziam que dificilmente se sobrevive com conteúdo online pago.

O argumento era simples: os vídeos custavam muito dinheiro para serem feitos — dinheiro que foi viabilizado pelo próprio YouTube por dois anos. Quando o incentivo acabou, além dos anúncios pra bancá-los, os produtores decidiram criar o canal por assinatura, começando pelos vídeos de Chris Harris — que, em outubro, deixou o canal para criar o seu próprio.

A boa notícia é que seus vídeos pagos estão sendo disponibilizados aos poucos em seu novo canal (que continua com o nome Chris Harris on Cars) de graça, como sempre foi — para a alegria de todos. E nós vamos juntar os melhores aqui — você não tinha nada muito importante para fazer agora, tinha?

 

VW Golf R vs. BMW M235i

Com um seis-em-linha de três litros com turbo, intercooler e 324 cv — fora a tração traseira —, o M235i é um dos carros mais legais vendidos hoje no mundo. Mas será que ele é páreo para a tração integral e o 2.0 TSI de 300 cv do Golf R Mk7 — considerado por diversas publicações como o melhor Golf de todos os tempos? A resposta pode te surpreender — ou não.

 

Chris Harris e o Citroën 2CV

Sempre vemos Harris acelerando os carros mais caros, velozes e desejados do mundo — de hot hatches a hipercarros. Mas o britânico tem um Citroën 2CV, o famoso “guarda-chuva sobre rodas” que motorizou a França depois da Segunda Guerra — e simplesmente o adora. Por quê? Por causa do visual, das soluções inusitadas e de todas as coisas que você precisa fazer enquanto dirige um — como abrir uma fresta abaixo do para-brisa para ventilação, ou analisar a estrada o tempo todo para ter certeza de que os 12 cv serão suficientes para seguir em frente. Nem sempre são.

 

Testando (e quebrando) um BMW M3 de Rali

Chris Harris é obcecado pelos M3 E30 que a BMW colocou para correr nos ralis no fim da década de 1980 — tanto que fez um para si mesmo, com direito a um motor S14 (o quatro-cilindros girador do M3 original) preparado para render cerca de 240 cv. Mas às vezes as coisas dão errado — a suspensão quebrou e o BMW M3 virou um “Reliant M3, porque só tem três rodas”. É a vida.

 

Testando a LaFerrari

Se em um dia Harris está se jogando em um barranco com um M3 E30, no outro ele está sentado ao volante da Ferrari de rua mais potente da história: a LaFerrari e todos os seus 963 cv. Sim, pois aparentemente Harris e a marca do cavalinho rampante fizeram as pazes, e o resultado é esta análise completa da LaFerrari na rua e, claro, na pista. Como todo mundo, ele ficou maravilhado com o carro, e impressionado com sua capacidade de ser dócil nas ruas e monstruosa nas pistas.

 

Mercedes-Benz AMG GT

O último vídeo a ser liberado até agora foi o teste completo com o Mercedes AMG GT — o carro que a Mercedes fez para suceder o SLS AMG e, ao mesmo tempo, brigar com o Porsche 911. Uma missão dura. Será possível cumpri-la? Depois de nos levar para um passeio por dentro da AMG e destrinchar os aspectos técnicos do motor (algo que também fizemos aqui), Harris leva o cupê e seu V8 4.0 biturbo de 510 cv e 66,1 mkgf de torque para um “passeio no parque” — quer dizer, em Laguna Seca.

 

Matérias relacionadas

Backfire! Quando os esportivos cospem fogo em alta velocidade

Dalmo Hernandes

9,4 litros, dois turbos e 3.400 cv: toda a selvageria do Murder Nova

Dalmo Hernandes

Jogar Jenga gigante usando empilhadeiras pode ser um perigo — mas não conseguimos parar de assistir

Dalmo Hernandes