FlatOut!
Image default
Zero a 300

Citroën deixará de vender linha DS no Brasil, Dodge Challenger Demon será mais potente que o Hellcat, Suzuki Swift Sport fora do site oficial e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Citroën deixará de vender a linha DS no Brasil

citroen-ds3-1

A Citroën deixará de vender no Brasil sua linha premium, a DS — responsável pelos modelos DS3, DS4 e DS5. A apuração é do pessoal do Autos Segredos, que teve acesso a um documento interno enviado aos concessionários, onde consta o prazo final para pedidos dos modelos DS, 6 de fevereiro.

Citroën-DS4

Os motivos que levaram a Citroën a tirar os modelos de sua linha brasileira foram a baixa demanda, a valorização do dólar e a separação da linha DS, que se tornou uma marca independente da Citroën, passando a atuar como a marca premium do grupo PSA. O comunicado também informa que, caso haja algum modelo no estoque das concessionárias, a fabricante poderá recomprá-la ou realizar alguma ação promocional.

Citroën-DS5

Atualmente a Citroën oferecia no Brasil os modelos DS3, que chegou ao Brasil em 2012 por R$ 80.000 e era oferecido por R$ 92.000; o DS4, lançado no início de 2013 e hoje vendido por R$ 103.00; e o DS5, que chegou no final de 2012 e era oferecido por R$ 138.000. A marca ressaltou em seu comunicado que, apesar do fim das importações, as concessionárias deverão continuar oferecendo programa de manutenção e atendimento pós-venda.

 

Dodge Demon: uma linhagem ainda mais radical que os Hellcat

Dodge-Demon-18

Em 2014 a Dodge impressionou o universo automotivo ao anunciar seu novo Challenger Hellcat, equipado com um V8 de mesmo nome sobrealimentado por um compressor para produzir 717 cv. Afinal, estávamos falando de uma potência superada apenas pelos hipercarros do momento. Ainda hoje, três anos depois, o Challenger e o Charger Hellcat são os modelos mais potentes de sua categoria, mas aparentemente isso está perto de mudar.

Não porque os rivais estão preparando versões mais hardcore de seus carros, e sim porque a Dodge irá evocar a ressurreição do demônio, relançando sua velha linha “Demon”, que fez fama nos anos 1970 com o Dodge Dart (que tinha um logotipo bem mais bacana que o atual).

Dodge-Demon-Classic

Ainda não há muitos detalhes sobre o novo modelo, mas considerando a declaração da FCA, ele promete ser um carro rápido e com desempenho brutal em linha reta: “A maioria dos carros tentam ser tudo para todos. Mas há alguns poucos que se concentram em um único objetivo, tornando-se irresistíveis a uma subcultura. O Dodge Challenger SRT Demon está sendo concebido, projetado e trabalhado para uma subcultura de entusiastas que sabe que um décimo é um carro, e meio segundo é sua reputação”. 

Ainda não há data oficial de lançamento, mas no hotsite promocional lançado pela Dodge há uma série de vídeos como o teaser acima (esperamos que não tão trash como este primeiro) seguidos pela contagem regressiva para o lançamento de cada um deles, e o último acontecerá em 88 dias — 10 de abril, quatro dias antes do início do Salão de Nova York. Ao menos sabemos onde ele será revelado.

 

Suzuki Swift Sport não aparece mais no site brasileiro da marca

swiftsportbarata

Desde o início desta semana o Suzuki Swift Sport não consta mais no site brasileiro da Suzuki. Ao acessar a página, a marca exibe apenas seu mini SUV Jimny, e os crossovers Vitara e S-Cross.

Ainda não sabemos se a retirada do modelo do site é temporária ou permanente, porém entramos em contato com a fabricante para averiguar as razões e atualizaremos a notícia em breve. Por ora a marca não fez nenhum comunicado oficial sobre uma eventual interrupção nas importações do modelo.

O Swift Sport chegou ao Brasil em 2014 com um conjunto mecânico bem acertado e a dinâmica refinada (leia nossa avaliação aqui) que fez dele um dos carros mais populares em Nürburgring Nordschleife. Posicionado em um patamar de preços abaixo dos seus principais rivais — na época o Audi A1 Sport, o Citroën DS3 e o Mini Cooper — ele tinha qualidades suficientes para fazer sucesso por aqui. Contudo, o modelo teve suas vendas bem abaixo das 100 unidades mensais previstas pela Suzuki no final de 2014, sendo afetado diretamente pelo lançamento do Renault Sandero RS, que é fabricado no Brasil e, por isso, chegou com um preço inferior, motor maior e maior rede de autorizadas. Pesaram contra o Swift Sport também as mudanças nas regras do Inovar Auto, a crise no mercado interno e a consequente alta do dólar, uma vez que o modelo é importado do Japão.

Por outro lado, a Suzuki está renovando o modelo no exterior, com uma nova geração prestes a ser lançada. Por isso, é possível que a suspensão seja apenas temporária, ao menos até o lançamento do novo Swift Sport. Como dissemos anteriormente, estamos aguardando a resposta da fabricante para atualizar a notícia com informações concretas sobre a retirada do modelo do site.

 

Honda Civic Type R será vendido apenas com câmbio manual

Honda Civic Type R Prototype

No começo do mês uma série de rumores sobre a transmissão do Civic Type R começaram a ser divulgados pela imprensa americana, dizendo que o esportivo seria equipado com câmbio CVT. A notícia que não era notícia se espalhou rapidamente pelos sites e redes sociais e fomentou discussões acaloradas e, claro, muitas críticas à decisão da Honda.

_MG_7975

Acontece que a Honda nunca decidiu usar um câmbio CVT no próximo Type R. A edição americana da revista Car and Driver entrou em contato com a fabricante e dois de seus porta-vozes negaram o boato, garantindo que o novo Civic Type R será oferecido apenas com câmbio manual, assim como a nova geração do Civic Si.

 

Playmobil lança diorama com Porsche 991 Targa

5991_product_detail

Parece que os alemães da Playmobil decidiram embarcar na onda dos modelos licenciados como a Lego já faz há alguns anos. Eles acabam de lançar um diorama de uma concessionária Porsche, com uma miniatura do 911 Targa 4S que deixaria muitas miniaturas “sérias” de modelismo passando vergonha.

Ele é feito de plástico, mas reproduz com fidelidade os detalhes do modelo original, incluindo o tom de azul oferecido pela Porsche. O teto é removível, os faróis, lanternas e painel têm luzes de verdade e, como o modelo real, há espaço para apenas dois bonecos. O realismo não para-por aí: o Porsche faz parte de um kit que reproduz uma concessionária da marca, que inclui um balcão de atendimento, vendedor, poltronas, um notebook com o configurador online, catálogos impressos, um estande com os dados técnicos, ferramentas e uma garrafa de lubrificante e até uma folhagem ornamental.

5991_product_box_back

O kit foi lançado na Europa e nos EUA neste início de janeiro por US$ 44,99. Se chegar ao Brasil, espere algo entre R$ 300 e R$ 500.

Matérias relacionadas

Por que o Porsche 919 Evo está perto de conseguir uma volta de 5 minutos em Nürburgring?

Leonardo Contesini

Semana do Maverick no GT40: todos os modelos anunciam na faixa até 3ª que vem (confira o que já temos por lá!)

Juliano Barata

520 cv, all-motor: eis o (provável) último Porsche 911 GT3 RS naturalmente aspirado da história

Dalmo Hernandes