A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #419

Citroën Xantia Hidractive: a história do Project Cars #419

Ola pessoal todos! Meu nome é Rodrigo moro em Rio Branco do Sul, região metropolitana de Curitiba tenho 31 anos e vou contar como eu e o Xanti, (apelido que meus filhos deram ao carro) começamos a nossa amizade.

Como tudo começou

Sempre que leio um PC e no começo quando todo mundo conta como começou a paixão por carros eu volto aos meus 3 ou 4 anos de idade e lembro do meu pai mexendo no motor azul do Opala ou no SP2! Para mim nessa época meu pai tinha o carro mais legal do mundo!

foto_opalaNesta foto o Opala do meu pai e minha prima Raquel! Hoje minha esposa e mãe dos meus filhos! se eu achar um Opala igual dando sopa por aí até terminar os PC prometo mandar uma foto atual!

Pois é amigos, o tempo passou e a paixão por carros e motores sempre me acompanhou! nos anos 90 meu pai teve um Xr3 e meu padrasto um Verona, assim surgia a paixão pelos fords e escortinhos!

Sendo assim hoje eu gosto de qualquer carro, mas a paixão é pelos dos anos 90 e 80.

Agora para não enrolar muito vocês e para sobrar tempo de falar tudo que quero dos Xanti (Sim, esse é meu segundo) vamos ao ponto.

Meu primeiro carro foi um Pointer CLI, fiquei com ele por 4 anos, mas nessa época estava começando a família e não tinha tempo de curtir o carro direito, motor ap pouca manutenção mas muita manutenção elétrica acabei trocando em um fiesta endura 96.

primeiro_carro

Por volta de 2013 eu estava saindo da pior fase da minha vida, mas ainda não tinha estabilidade financeira e nesta época eu tinha um Fiesta Endura! Carro valente mas cheio de detalhes que tiram qualquer quebrado fora do sério, o que eu economizava em combustível acabava gastando em manutenção.

Depois de ter que fazer o motor do carro pela segunda vez eu já não aguentava mais ve-lo na garagem e apesar do meu sonho na época ser uma Marea eu aceitaria qualquer coisa que me oferecessem! E quisera o destino por no meu caminho um Xantia, putz! Xantia! que carro é esse, como poderia eu que me julgava conhecedor de carros e modelos nunca nem ter ouvido falar nessa desgraça, google google google, tudo que eu lia era suspensão hidráulica, problemas, problemas, mico, problemas, fuja, óleo verde, sobe e desce!

E agora? olhei as fotos do carro e me apaixonei na hora! visual anos 90! (Bertone thanks) reto, motor 2.0 e a mágica suspensão hidráulica da citroen. Nessas horas eu lia problema problema problema, mas meu coração falava vai ver, vai ver, vai ver! liguei para minha esposa procurando uma reprovação que me fizesse desistir da idéia pois ainda não tínhamos a situação financeira que desejávamos, porém o que eu ouço foi exatamente isso (amor vai ver, se você acha que deve tem todo meu apoio).

No mesmo dia marquei com o Daniel (que virou amigo) e fui ver o Xantia, de colo levei meu parceiro Anderson que trabalhava comigo na época e acabou virando um dos meus melhores amigos! (Se teve uma coisa que os Xanti me trouxe, além de contas foi amigos).

Chegando lá não consegui disfarçar a emoção em ver o carro e em cerca de duas horas estava indo de Xantia buscar minha esposa no serviço!

Aqui vou ter que reproduzir meus pensamentos nos primeiros momentos com o Xantia:

Esse carro anda muito!

Uau! que painel lindo!

Como esse carro é macio!

C****o faz currrrrvaaaaaa!

O que será essa luz stop no painel?

Puta que m**** eu fiz se essa jabiraca estragar?

A manutenção dessa desgraça deve ser cara!

Cheguei no serviço da minha esposa e ainda estava nervoso e confuso do que acabava de ter feito, porém o sorriso dela quando viu o carro e me chamando de maluco dizendo que tinha deixado eu ver o carro e não comprar mas que me apoiava me deixou mais aliviado!

E quando acordei no outro dia não era sonho, essa belezura aí embaixo estava lá me esperando na garagem:

primeiro_xantia

 

Com esse Xantia descobri que os Citroën são carros maravilhosos e apesar do que as pessoas dizem a manutenção não é cara nem difícil, mas achar quem as faça pelo preço justo é igual ganhar na loteria.

Nesse primeiro Xantia eu não me arriscava e acabava pagando para fazer tudo, o que encareceu um pouco o custo dele mas mesmo assim incrivelmente ficando mais baixo que o do Fiesta! e eu a cada dia e viagem gostava mais do carro, em um ano e meio rodei mais de 50 mil km sem grandes problemas.

Infelizmente surgiu uma situação de mudança de emprego e cidade e tive que me desfazer dele, com muita dó no coração.

 

Amores de verão

Me mudei para uma cidade um pouco afastada de Curitiba, Rio Branco do Sul, e acabei negociando com meu pai um Corsa Sedan que ele tinha parado pois acabara de realizar o sonho dele (Toyota Hilux), o carro é excelente e está comigo até hoje, é meu daily driver. Na mesma época minha esposa não pode me acompanhar então surgiu a necessidade de outro carro, mas dessa vez não queria me enfiar em financiamento e tinha um orçamento de menos de 4000 reais, o que fazer? realizar outro sonho!

Lembram do escort que mencionei lá em cima! bom OLX na veia e acho um Escort por 4500, 1993 mk5, estava com a pintura queimada, porém muito alinhado com todos os detalhes e segundo o dono com a mecânica perfeita, fui ver o carro e choro pra cá e choro pra lá saiu por R$ 3.500.

FOTO ESCORT 1

Vocês ja devem imaginar que um Escort MK5 mesmo que com a pintura ruim por 3500 não era só a pintura correto? corretíssimo. Usei o carro bravamente por três meses até que o motor travou! bom lá se foi mais R$ 3.500 e agora sim o Escort estava com motor perfeito, cambio zerado e com mais um pouco de grana todo o resto da parte da suspensão também! o carro era delicioso de andar, e realmente era alinhadissimo, a parte de baixo parecia não ter mais q 1 ano e não tinha podres, logo percebia que o carro ficou muito tempo parado e pode ter sido isso que contribui para o motor ter travado tão rápido pois o mesmo não fumava e parecia estar em forma, mas… travou, nem lembro o que foi mas tive que retificar.

Eu estava feliz com o Escort, minha esposa já estava morando na mesma cidade que eu e não tínhamos mais tanta necessidade de dois carros, mas o destino, sempre ele! me colocou parado num congestionamento lado a lado com meu antigo Xantia, neste momento a saudade falou mais alto e comecei a procura pelo meu verdadeiro projeto, não que eu não goste do Escort, entrei para o Escort club Curitiba e faço parte até hoje, porém o Xantia é minha verdadeira paixão

Para quem não sabe como funciona a suspensão do Xantia pode ler aqui, mas irei explicar também no decorrer dos posts.

 

Vamos falar do Xantia?

Depois de anunciar o Escort no OLX e receber várias propostas indecentes fui ver uns 10 Xantia, todos em estado deplorável ou que queriam me arrancar os rins junto com o Escort.

Então voltando de mais uma decepção, onde o dono de uma oficina Mantém um Xantia em cárcere privado e não quer vender pelo preço justo e também não sabe arrumar!

Mando uma mensagem para os amigos do Clube do Xantia no WhatsApp relatando o sofrimento daquele xantia e que não me arriscaria pelo preço que o rapaz queria, então alguns minutos depois me liga um amigo no Grupo, as palavras dele eu lembro até hoje, eu tenho um Xantia e quero trocar, traz seu escort para eu ver!

Fui ver o Xantia dele e foi amor a primeira vista, nem olhei o carro direito pois ele estava parado, porém estava alinhado, motor redondo, 100 mil km, tinha manual e apesar de ser mais antigo que o meu anterior estava até mais conservado. O José listou vários problemas com a suspensão, travas das portas e freio do carro porém para mim estava tudo bem, foi amor a primeira vista, sabia que esse era o Xantia da minha vida, felizes para sempre certo? Errado!!!!

O José não foi com a kra do cicatriz, e não fizemos negócio! o tempo passou e eu sofri calado.

Acabei trocando o Escort em um Xantia? Não! Troquei o Escort em outro Escort!, um Zetec RS (não é risos, é o modelo) que eu cuidei com muito carinho e tirou vários sorrisos do meu rosto com suas marchas infinitas e motor sem limite de RPM.

escort zetec

Mas eu queria mesmo era um Xantia, novo contato com  José e ele pede para ver esse novo Escort, dessa vez tudo acertado e depois de muita enrolação e desencontro estava eu levando o Xantia para casa da minha mãe, como ele tem kit gás tivemos que esperar sair o laudo para que eu pudesse transferir!

Abaixo o Xantia no dia da transferencia em frente ao despachante.

FOTO_TRANSFERENCIA

Enfim, documento na mão, levei o Xantia no meu mecânico de confiança, ele não manja nada de hidroativo mas o que ele falou sobre o motor e câmbio me animou! Suas palavras foram: “Cara, o câmbio e o motor estão perfeitos. Não me pergunte mais nada!”

Bom era o que eu queria ouvir pois o acordo com a patroa foi gastar o mínimo possível e as manutenções eu mesmo teria que fazer (mal sabia trocar uma roda).

Apesar do motor estar ok o carro estava com vários problemas na suspensão e freio. No início o pior deles era o freio: o carro simplesmente parava se você estivesse a 20 por hora e parasse de acelerar, mas como eu estava empolgado achava que resolveria facilmente esse problema. Peguei meu filho de cinco anos, cadeirinha no carro óculos escuros e vamos trazer para Rio Branco (60 km de Curitiba) certo? Errado!

Não andei três quilômetros e a luz “stop” no painel acendeu. A luz é mais conhecida como “luz vermelha da morte para quem tem hidroativo”.

Aqui vai a primeira dica para quem quer ter um dia um Xantia: quando a luz “stop” da pressão hidráulica acender, pare o carro o mais rápido possível pois é vazamento quase na certa. Se você insistir pode ficar sem freio e aí só irá parar o carro com o freio de mão (o Xantia tem o freio de mão acionando as rodas dianteiras justamente para emergências — se tiver reguladinho ele para muito bem).

LUZ STOP

Parei o carro em uma marginal da linha verde e quando desço do carro só vejo o sangue verde escorrendo (é o óleo LHM; falarei dele nos próximos posts). Respiro fundo e pego o celular para ligar para um guincho e… meu celular estava sem bateria! Sabe aquele dia que tudo dá errado e mesmo assim você não liga? Eu estava em um daqueles dias. Olhei para a esquina e tinha um orelhão. Opa! Que cara de sorte sou eu não? Problema resolvido!

Claro que não né?  Em pleno 2016 quero ver achar um orelhão que funcione, ninguém mais liga pra essas coisas, mas uma boa alma parou e me emprestou o celular, liguei para o guincho e depois de meia hora estava em uma oficina em Curitiba especializada em hidroativos. Infelizmente descobri depois que só fizeram cagada no meu carro, mais um motivo para nunca mais mandar em ninguém, se eu puder farei, se não puder prefiro levar em um mecânico e ir guiando o que fazer.

Bom, na oficina pedi para revisarem o cilindro mestre (mesmo o antigo dono dizendo que era novo) e priorizarem o problema do freio pois o resto iria arrumando. Alguns dias depois me ligam dizendo que o carro estava pronto, chegando para pegar na oficina ouço um milhão de histórias e eles resolveram apenas o problema do freio traseiro está pegando, ou seja, estava na estaca zero novamente R$600 mais pobre e agora a traseira do carro estava dura igual pedra.

Consegui trazer o carro para Rio Branco e agora vamos resolver o problema do freio certo? Errado, amigos. Essa novela só terminou faz alguns dias!

Irei falar de um problema muito comum nos Xantia fase 2 em que um dos orçamentos para reparo foi de mais de R$ 1.000 e um mês de serviço, mas que, graças aos amigos, solucionei com apenas R$ 15.

 

O módulo de problemas conforto

Lembram que eu falei que as travas do carro não funcionavam? Bom com o carro na garagem resolvi começar pelo item mais simples, fazer as travas elétrica e luzes de cortesia funcionar.

O Xantia tem um controlador chamado módulo de conforto, este cara da foto aí embaixo. Ele é responsável pelos mimos e também pelo sistema de segurança e code da chave!

MODULO CONFORTOBom, meu carro ligava normalmente, e estranhamente não pedia o code da chave, pensei que a injeção fosse desbloqueada nesse caso ele anula o módulo de conforto e você não precisa do code da chave, acontece que como meu módulo conforto havia queimado ele funcionaria até que eu não colocasse outra chave no carro, bom fui em um FV e negociei um módulo de conforto a preço de banana trouxe para casa e coloquei no carro, como mágica voltou a funcionar as travas e luzes de cortesia, e alarme de porta aberta e trava do cambio AT. Problema resolvido certo? Não! Para que ser simples se eu posso complicar? Ao colocar a chave o carro bloqueou a injeção e acusou chave errada! confesso que nesse momento dei a primeira baqueada! Ok. Mensagem para grupo de whats e uma alma fala para ligar onde comprei o módulo e pedir o code da chave. Rápido e simples!

Genial! Problema resolvido certo? Não! O ferro-velho que me vendeu o módulo de conforto acha até hoje que o code fica no módulo de injeção e só queriam me vender o módulo se eu pagasse R$ 800 por ele! Expliquei para o cara e mesmo assim ele rui da minha cara! Tudo bem.

Plano B vamos desbloquear a injeção! Ligo em várias lojas especializadas e o orçamento mais barato R$ 1.200 e o carro tem que ficar um mês parado. Começo a pesquisar o problema em fóruns russos e franceses e um amigo do grupo do whats me recomenda trocar dois capacitores do meu módulo de conforto original. Testei eles em casa e estavam aparentemente normais. Mas mesmo assim levei no japonês que arruma televisão na frente da minha casa e pedi para ele trocar os dois capacitores. Ele diz que estão bons mas mandei fazer o serviço mesmo assim.

No outro dia peguei o módulo e coloquei no carro e… olha só! As travas voltaram a funcionar! Vamos dar a partida e problema resolvido certo? Certo!

Quem diria: um problemão foi resolvido com 15 reais e alguns minutos no japonês!

Aqui agora um pequeno tutorial se você tem um Xantia e está com problema no módulo conforto essas dicas podem te ajudar.

Onde fica? Para ter acesso ao módulo de conforto retire os parafuso que prendem o porta luvas, retire o porta luvas, olhe atrás do airbag do passageiro e verá o conector amarelo e azul, desplugue eles e puxe o módulo fazendo movimento para cima para que ele desencaixe.

LOCALIZAÄ«O_MODULO CONFORTO

Dica 1: se seu módulo tiver só com os capacitores queimados troque os capacitores marcados na foto abaixo.

Dica 2: se seu módulo não tiver reparo, retire a ROM que tem o código e solde em um módulo funcionando. Essa eu não testei mas os russos dizem que funciona. E eles mandaram a Laika para o espaço usando tecnologia dos Ladas.

modulo_interno

Bom pessoal, no próximo post vou contar minha saga com o GNV e o freio para depois falar da saga com a suspensão! e ainda tem muito assunto! e coisas que consegui para o carro!

Até a próxima! um abraços!

Por Rodrigo Melo dos Santos, Project Cars #419

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Subaru Impreza WRX V: os primeiros upgrades e reparos do Project Cars #428

Leonardo Contesini

Palio 1.8 R Turbo: o começo da preparação do Project Cars #361

Leonardo Contesini

Project Cars #166: a restauração do meu Dodge Magnum ficou pronta!

Leonardo Contesini