Edição diária: 16/06/2019
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos GT40 Classificados Zero a 300

Civic Si em dose dupla à venda: um 100% original e o outro turbinado!

O Honda Civic Si vendido no Brasil entre 2007 e a 2012 é um dos melhores contra-argumentos pra quando dizem que “esportivo de verdade tem tração traseira”: com um dos melhores quatro-cilindros já feitos no mundo debaixo do capô e acerto dinâmico impecável, o sedã se tornou um dos mais populares entre os entusiastas brasileiros, e uma grande plataforma para preparação.

É por isso que não temos apenas um Honda Civic Si no “Achados Meio Perdidos” hoje, e sim dois. Um deles é preto e está totalmente original, algo raro de se ver hoje em dia. O outro é vermelho e turbinado, com algumas outras modificações. Ambos estão anunciados no GT40.com.br, e ambos estão muito bem cuidados. Qual seria sua escolha?

img_50228_4_9ce12b81-688f-46a4-b866-d72e2e959bb0 img_49368_4_546c7c91-fd3b-4a40-a28f-3663eb264e44

Antes de mais nada, é preciso gastar algumas linhas para falar do motor K20, o quatro-cilindros de dois litros do Civic Si. Não foi à toa que a Honda o utilizou em alguns modelos diferentes ao longo dos ano, incluindo duas gerações do Honda Civic Type R e o Integra Type R. Com bloco e cabeçote de alumínio, é leve e relativamente compacto. Seu cabeçote tem um desenho extremamente sofisticado, que permite alto rendimento em rotações elevadíssimas e, com preparação sobrealimentada (seja turbo ou supercharger), o aumento de potência chega a assustar. Os eixos balanceadores ajudam a reduzir as vibrações em alto giro – e o K20 chega facilmente às 9.000 rpm.

img_50252_4_9ce12b81-688f-46a4-b866-d72e2e959bb0

É claro que, naturalmente aspirado e original, com seus 192 cv a 7.800 rpm e 19,2 mkgf de torque a 6.100 rpm, o K20 já garante diversão: acoplado ao câmbio manual de seis marchas, é suficiente para que o Civic Si chegue aos 100 km/h em menos de oito segundos, com máxima de 215 km/h. E é este o caso deste exemplar preto fabricado em 2008.

img_50276_4_9ce12b81-688f-46a4-b866-d72e2e959bb0 img_50240_4_9ce12b81-688f-46a4-b866-d72e2e959bb0

O carro pertence a Buga Menin, que vive em Florianópolis/SC. Com 109.000 km rodados, o Si está muito bem cuidado e, verdade seja dita, quase completamente stock: apenas as pinças dos freios foram pintadas de vermelho. No mais, pintura, faróis, acabamentos internos e externos e toda a mecânica são originais de fábrica ou foram substituídos por componentes OEM – como a embreagem, que foi trocada aos 80.000 km.

img_50264_4_9ce12b81-688f-46a4-b866-d72e2e959bb0

Em termos de mecânica e elétrica, tudo está na mais perfeita ordem. A última revisão completa foi feita no início de 2017 e, desde então, Buga só trocou óleo e filtros. E, se você acha que isto não tem nada de especial, pode acreditar que tem, sim: exemplares originais e bem cuidados do Civic Si como este estão cada vez mais raros.

Se você curtiu, é só clicar aqui para acessar o anúncio no GT40.com.br e pegar todos os detalhes e contatos do dono. Agora, caso você não faça questão de originalidade e já quer um projeto pronto…

img_49372_4_546c7c91-fd3b-4a40-a28f-3663eb264e44

… este exemplar vermelho pode ser uma boa pedida. Também fabricado em 2008, o carro de Gilherme Esswein, de Campo Grande/MS, recebeu um kit turbo “plug and play” da GReddy, que elevou a potência do motor para 265 cv nas rodas, aferidos em dinamômetro, trabalhando a 0,6 bar de pressão – nada muito agressivo, apenas para dar fôlego extra ao K20.

img_49396_4_546c7c91-fd3b-4a40-a28f-3663eb264e44

O kit consiste nos seguintes componentes: turbo GReddy T517Z, pressurização de alumínio de 2,5 polegadas, filtro de ar do tipo cogumelo, coletor de escape tubular e downpipe. O sistema de escape é um Skunk2, e todos os mangotes e abraçadeiras foram revisados e estão em ordem.

img_49428_4_546c7c91-fd3b-4a40-a28f-3663eb264e44

O motor ainda recebeu outros componentes que não fazem parte do kit: injetores Bosch de 1.600 lb, bomba Walbro 450 e um módulo Hondata Flash Pro com conexão Bluetooth. A embreagem é de cerâmica, de 1.200 lb. Os freios usam discos Fremax Carbon, slotados, e pastilhas Bosch Ceramic. As rodas de 17 polegadas foram pintadas de preto, mas a suspensão foi mantida original e foi revisada recentemente. Outra modificação estética foram são os faróis com piscas âmbar, usados no Civic de especificação americana e importados dos Estados Unidos.

img_49388_4_546c7c91-fd3b-4a40-a28f-3663eb264e44

Guilherme diz que o carro tem o óleo trocado a cada 5.000 km, sempre com adição de Militec ou Alpha X, e que jamais sofreu um acidente ou precisou de consertos na lataria ou pintura.

Se o Si turbinado fez sua cabeça, clique aqui para acessar o anúncio no GT40.com.br e ver todos os detalhes e contatos do seu dono.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Aceleramos o Jaguar F-Type P300 em Interlagos: 2.0 turbo Ingenium. E aí, como é a tocada?

Juliano Barata

Hyundai Veloster terá versão veloz de verdade, BMW começa a mostrar novo Z4, Aston Martin fará shooting brake e mais!

Leonardo Contesini

Este raro BMW 2000 CS feito pela Karmann foi premiado e agora está à venda no Brasil

Gustavo Henrique Ruffo