A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos Projetos Gringos Sessão da manhã

Como eram os tourist days no Nürburgring Nordschleife nos anos 1990?

Entre os especialistas em vestuário, existe uma fórmula que diz que a moda se relê a cada 20 anos — desde os anos 1950, quando tendências estilísticas dos anos 1930 vieram à tona. Nos anos 1970, a inspiração foram os anos 1950 e, vinte anos depois, os anos 90 beberam na fonte setentista. E agora, na segunda década do século XXI, voltamos a olhar para os anos 1990 como fonte de inspiração.

“Tá, mas o que isto tem a ver com carros e com o FlatOut?” Calma, que já chegamos lá. Esta teoria sobre os ciclos, surgiu na indústria da moda, mas pode ser aplicada a outras coisas. Na música, por exemplo: no fim dos anos 1970 aconteceu um revival do rockabilly dos anos 1950, representado principalmente pelos Stray Cats, banda formada em 1979. A virada da década de 90 viu o rock alternativo tomar altas doses de fuzz setentista, e a segunda metade dos anos 2000 trouxe de volta as batidas retrô dos anos 80 na música eletrônica.

Stray Cats ao vivo em 1981. OK, passou um pouco dos vinte anos, mas a música é boa e você não vai reclamar, vai?

“Ok, FlatOut, chega de enrolar. Isto não é um post sobre o Nürburgring Nordschleife? Pra que toda essa conversa sobre moda?” Calma. Lembra que há alguns dias falamos sobre os novos clássicos japoneses dos anos 1990? Pois então, as palavras clássicos e anos 1990 dão as pistas: talvez você não tenha percebido, mas os anos 1990 estão “de volta” nesse aspecto cultural.

Muita gente já está atrás dos carros mais famosos e legais daquela época para garantir o seu antes que a típica especulação sobre os clássicos dê as caras, e até mesmo algumas preparações e personalizações já começam a trazer de volta elementos daquela época. Duvida? Nosso Project Cars já tem restaurações de Omega, Vectra GSi, Calibra, Tempra e versões esportivas do Uno.

E, bem, já que estamos começando a entrar em um “revival” dos anos 1990, você deveria realmente tirar uns minutos da sua manhã para apreciar esta preciosidade encontrada pelo pessoal do Carscoops, e despertar seus sentimentos mais nostálgicos em relação àquela década:

Trata-se de um canal do  YouTube dedicado, principalmente, a filmagens amadoras dos tourist days que aconteciam no Nürburgring nos anos 1990. E a impressão que temos, como eles bem observaram, é a seguinte: nada mudou!

Exceto pela ausência de carros atuais, o que se vê nos vídeos feitos em fitas cassete e convertidos para o formato digital (processo que é bem trabalhoso para quem não lida com esse tipo de coisa diariamente) é exatamente a mesma coisa que temos nos vídeos feitos hoje com action cams e os onipresentes smartphones. Trânsito pesado, esportivos de alto nível dividindo a pista com carros mais comuns e motocicletas, visitantes aplaudindo e comentando com igual empolgação os erros e acertos dos pilotos amadores e, claro, muitos sustos de quem vai ao Inferno Verde achando que está em Gran Turismo 6. Mesmo que a franquia ainda estivesse no primeiro game, e nem tivesse Nürburgring entre seus circuitos. Enfim.

O fato é que dá para voltar no tempo ao assistir a este material. É curioso como, ao mesmo tempo em que há certo ar de “vídeo cassetada” em vídeos feitos nos anos 90, tudo acontece de forma tão parecida com os tourist days de hoje que, não fosse pela imagem granulada ou pela data estampada ali no cantinho, daria até para acreditar que os vídeos são recentes. Claro, imaginando o tamanho da coincidência que levou apenas carros fabricados até os anos 1990 ao Nürburgring naquele dia.

Bem, mas chega de papo. Que tal voltar ao passado e ver o que a galera aprontava no Nürburgring Nordschleife há 20 anos?

Uma pequena demonstração de que tudo pode acontecer em Nürburgring Nordschleife. Afinal, você já viu um Mitsubishi Pajero ultrapassando uma Ferrari Testarossa? Vai ver agora. Além disso, é impressionante como o nosso Chevettinho está em todo lugar, não é? Detalhe: estamos falando dos anos 1990, quando os carros mais antigos (dos anos 1950 e 1960) não valiam quase nada — ainda mais na Europa. Isto os impedia de acelerar? Não!

 

Um punhado de Golf GTI (de primeira, segunda e terceira gerações), um Mini Cooper clássico e alguns Alfa Romeo mostram que tração dianteira pode sim ser divertida. E perigosa!

 

Realmente perigosa, às vezes, como no caso deste VW Corrado que capota logo nos primeiros 15 segundos. Neste vídeo também dá para perceber como a “fauna” automotiva europeia dos anos 1990 era bem parecida com a nossa: modelos como Kadett, Vectra e diversas gerações do Escort dão as caras. No entanto, a gente não tem taaantos BMW E21 e E30 (que também custavam uma merreca na Europa dos anos 1990) ou Porsche 911. Fazer o que, não é?

 

Um dos melhores hot hatches do universo, o Renault 5 Turbo também era traiçoeiro graças à combinação de motor central-traseiro, tração traseira e entre-eixos curto.

 

Carros americanos, como o Shelby Cobra e o Chevrolet Corvette, também se aventuravam no Inferno Verde. E, democrático, o Nordschleife tratava a todos com a mesma selvageria.

 

E isto é só um aperitivo. Você realmente deveria dar uma conferida no canal — tem diversão para horas!

Matérias relacionadas

Afinal, qual é a diferença entre spoiler e aerofólio?

Dalmo Hernandes

O Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport usa mesmo maconha no interior e na asa traseira?

Dalmo Hernandes

Esta versão de controle remoto do General Lee de “Dukes of Hazzard” salta feito gente grande

Dalmo Hernandes