A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Como regularizar uma troca de motor no Detran? Veja o passo-a-passo!

Uma das receitas de preparação mais populares para ganhos expressivos de potência está a troca de motor, ou "engine swap". A fórmula geralmente consiste em descolar o motor de um modelo maior e colocá-lo no cofre de um carro menor, ou ainda fazer um cruzamento de espécies, usando um motor de uma marca em modelo de outra — algo não muito bem visto por muitos entusiastas, ainda que o resultado possa ser surpreendente. Nos anos 1970 e 1980, por exemplo, era comum instalar o motor 2.5 do Opala no lugar do 1.4 ou 1.5 do Chevette, criando os "Chepala". Também era muito comum a troca do motor seis-cilindros dos Jeep Willys por motores mais novos e mais potentes ou a diesel. Antes de 1998 o swap de motores era fácil: você só precisava comprar o motor e instalar no carro. Mas com o novo Código de Trânsito e a expansão do segmento de peças usadas de origem duvidosa, o Conselho Nacional de Trânsito passou a exigir certas formalidades para colocar um novo motor no seu carro. Por outro lado, isso

Matérias relacionadas

The Gobstopper – ou “Como transformar o Subaru Impreza em um supercarro de 860 cv”

Leonardo Contesini

Lendas de Le Mans: 250 e 330 TR, as Ferrari que dominaram La Sarthe na virada dos anos 60

Dalmo Hernandes

Precisamos falar sobre as tais peças “réplica”

Juliano Barata