FlatOut!
Image default
Project Cars

Conte a evolução do seu projeto no FlatOut – 1ª fase

No post de boas-vindas do FlatOut (aliás, ficamos abismados: foram mais de 450 comentários!), comentei que haveria maior envolvimento da comunidade dos car lovers com o site. Eu não estava falando isso da boca pra fora, não. Pra transformar essa teoria em realidade, nós temos muitos planos bacanas – e vocês vão conhecer o primeiro deles neste post.

Imagino que boa parte de vocês conheceu o Dart Games no Jalopnik. Se isso é novidade para você, segue o resumo: é o meu Dodge Dart 1978, que está sendo todo restaurado e será preparado para participar de track days. Peças de fibra de vidro, motor 340 de curso ampliado (418 polegadas), câmbio de seis marchas, gaiola, etc, tudo com visual old school, como se fosse um carro de corrida de época nas entranhas, com a casca de um muscle bandido de raiz, respeitando a cultura dos muscle cars.

dartgamessquare4

Mas o grande barato não é a sua ficha técnica – é o fato de eu ter transformado o projeto em uma espécie de diário, compartilhando tudo: apresentei o projeto, mostrava as peças que chegavam e falava sobre para que elas serviam, dividia os dilemas e dificuldades, apresentava as mudanças de planos que aconteciam no meio do caminho, mostrava a evolução de cada passo, enfim. Por causa do nascimento do FlatOut e de nossa incerteza comercial, o Dart Games vai entrar na geladeira em 2014 – uma ou outra coisa ainda vai acontecer e eu compartilharei com vocês, mas o ritmo será bem mais lento.

Por outro lado, estamos abrindo uma oportunidade única – algo que nunca vi ser feito no Brasil. Se você está tocando um projeto de restauração, preparação, customização ou simplesmente tem um carro muito icônico e quer dividir com a comunidade as suas experiências e histórias, estamos abrindo com este post um processo seletivo.

Na boa, acho que é uma pequena revolução que estamos fazendo, em nome de algo em que acredito: pessoas envolvidas profundamente com o seu carro normalmente acabam se tornando especialistas dentro do universo daquele automóvel. Eu só sei o que sei sobre motores V8 porque tenho um projeto insano – e conheço muita gente que manja muito de JDM, de motores Peugeot, de AP turbinados, exatamente pelo mesmo motivo. Note que não precisa ser um carro preparado: pode ser uma restauração. Ou a simples experiência de ter um carro muito icônico, mas que muita gente tem medo de abraçar e morre de curiosidade em saber como seria ter um, fazer a manutenção, as sensações de pilotá-lo, de passear ou viajar com ele, etc. De qualquer época.

Os eleitos terão um usuário WordPress, no qual poderão escrever matérias sobre a evolução de seus projetos, exatamente como no Dart Games. E nós vamos ajudar em tudo o que for necessário: como usar a ferramenta (é absolutamente ridículo de simples), dar dicas de como armar um texto, ajudar a escolher assuntos, tudo isso.

 

Que tipos de projetos nos interessam

Carros modernos / originais: precisam ser icônicos, preferencialmente esportivos. Se for um Gol, por exemplo, precisa ser algo como um GTS ou GTi. Se for um Civic, precisa ser algo como um VTi ou um coupé EJ1, Del Sol, etc. Raridades e exclusivos no País são muito bem-vindos. Marcas passionais, como Alfa Romeo, também.

Carros modernos / preparados: aqui o leque abre virtualmente para quase todo tipo de carro preparado. Vale de um Passat Pointer turbinado a um Mustang moderno com compressor. A regra aqui é o projeto não estar finalizado, senão não tem graça alguma para os leitores – vira só um “show my ride”, uma auto massagem de ego, e não queremos isso nesta iniciativa. Quanto mais ousado o projeto, maior será a receptividade dos leitores – projetos com swap são muito bem-vindos.

Carros antigos / originais: da mesma forma, carros originais precisam ser icônicos – Maverick, Fusca, Corvette, Jaguar, Vemaguet, Renault 4L, Mini Cooper, etc. Mas há exceções: se você tem histórias muito, muito interessantes pra contar, ou se você está entrando em um projeto de restauração completa, o que muito interessaria aos nossos leitores.

Carros antigos / preparados: novamente, o leque abre bastante. Um Fusca da década de 1980 não seria interessante para nós, mas isso muda se o seu projeto é fazer dele um canhão. Mas a receita não precisa ser extrema: pense que legal seria para os leitores ver a evolução de um Chevette tubarão ou de um Opala com preparação leve.

Carros de corrida (circuito ou arrancada): está fazendo um carro de corrida? Pode ser muito interessante para nós também!

 

As regras do jogo

  • O projeto (no caso de restaurações ou modificações) não pode estar finalizado, senão não tem graça alguma para os leitores – vira só um “show my ride”. O projeto precisa estar no início, ou no máximo, no meio do caminho
  • Se você for eleito, deve postar regularmente: não dá pra postar a cada dois ou três meses, ou os leitores vão esquecer que você existe. Um textinho a cada quinze ou vinte dias seria o ideal
  • Você deve tirar fotos para ilustrar as postagens. Sim, pode ser de celular, não precisa convidar o Duran
  • Você precisa ter alguma base de conhecimento técnico. Em resumo: saber do que está falando. Não precisa ser um engenheiro da Nasa, mas se você começar a falar muita besteira, infelizmente seu convite será garfado no meio do caminho
  • Nós vamos ajudar você a formatar o texto, vamos dar uma pilha de sugestões de assuntos que você poderá escrever a respeito – fique tranquilo: estaremos lá contigo
  • Sobre o que você vai falar? Bem, você vai poder se apresentar, falar sobre sua relação com a marca e o carro, contar a história da compra, dar dicas de como comprar um carro igual ao seu, de como fazer a manutenção, onde comprar peças, compartilhar histórias de chegada de componentes, viagens, eventos e passeios, contar sobre coisas pontuais (exemplo: troca de painel, de lanternas, etc), tudo isso e muito mais
  • Você é dono de uma preparadora ou de uma oficina de restauração? Sinta-se convidado também – no fim de cada post, você inclusive poderá colocar seus contatos. Mas não faça das matérias um panfleto da sua empresa – o foco é 100%  nos automóveis. Cem por cento. Se você começar a fazer das matérias um pano de fundo para propaganda para mostrar como seu serviço e estrutura são fodásticos, seu convite também será garfado. É um espaço para car lovers, não para marketeiros

 

Como se candidatar?

Faremos isso na área dos comentários. Poste uma foto do seu carro e conte um resumo do que é o projeto, ou fale sobre o automóvel (no caso de um original). Serão pelo menos mais duas ou três etapas de convocação (faremos a última em janeiro, afinal, muita gente já está viajando) até começarmos a elencar os participantes. Os leitores podem votar e comentar para nos ajudar, mas nossa escolha será totalmente arbitrária: escolheremos aquilo que julgamos ser mais bacana para o FlatOut, levando em consideração o que vocês mesmos levarão como experiências para absorver! Nós também estamos elencando carros de conhecidos nossos. Não mande seu projeto “por fora”, seja por e-mail ou pelo sistemas de mensagens da fanpage. Só vale o que for postado na área de comentários, tudo bem?

Quantos projetos iremos escolher? Muitos. Estamos pensando entre cinco e dez.

Então simbora galera! E feliz natal!

Matérias relacionadas

Project Cars #331: a montagem (e a remontagem) do motor 1.9 turbo do meu Gol de track days

Leonardo Contesini

Project Cars #147: uma restauração com pegada racer clássica para meu Fusca 2.300 1961

Leonardo Contesini

Project Cars #54: um kit nitro e novos farois para o meu Jeep Grand Cherokee V8 Stroker

Leonardo Contesini