A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos Salão de Genebra 2016

Corvette Grand Sport: este especial para as pistas é o invasor americano em Genebra

Normalmente as fabricantes americanas usam o Salão de Detroit para apresentar novos modelos e versões importantes, por razões óbvias (e patrióticas). No entanto, em um esforço para globalizar a imagem do Chevrolet Corvette e mostrar que sim, os entusiastas do Velho Mundo também podem e devem ter a chance de acelerar um bom e velho esportivo americano, a Chevrolet decidiu apresentar a versão Grand Sport do bicho em Genebra, na Suíça. E dá para dizer que ele fez bonito, sem dúvida!

Primeiro, vamos deixar uma coisa bem clara: a gente adora o Corvette Z06 e seu insano motor V8 6.5 supercharged de 658 cv — afinal, quem não gosta de um bom vê-oitão barulhento e potente. Em um mundo com hipercarros de 1.500 cv, às vezes a gente esquece que 658 cv são muita coisa.

Aliás, no mundo real, mesmo os 466 cv a 6.000 rpm e 64,2 mkgf do V8 6.2 aspirado do Corvette Stingray comum já são mais que suficientes para garantir a diversão de qualquer entusiasta que tenha os miolos no lugar. A Chevrolet sabe disso e assim, quando criou o novo Corvette Grand Sport, decidiu mantê-lo exatamente como estava, e concentrou as modificações, bem, em todo o resto.

grandsport63

O Corvette Grand Sport tem tradição: era este o nome de uma das versões especiais mais lendárias do Corvette. Feito para competições em 1963, o Corvette C2 Grand Sport tinha peso aliviado (com direito a buracos na carroceria) e um V8 de 6,2 litros com quatro carburadores Weber, coletor de admissão cross ram e mais de 550 cv. Só fizeram cinco deles.

E, só porque podemos, vamos colocar o aqui este onboard de 25 minutos do carro #3 em Laguna Seca

Depois, em 1996, o Corvette Grand Sport voltou — desta vez, como uma edição comemorativa marcando o fim da produção do Corvette C4. Ele tinha pintura especial azul e branca, um motor V8 LT4 de 5,7 litros e 334 cv, pneus traseiros maiores e alargadores nos para-lamas. No total, 1.000 exemplares foram fabricados, sendo 810 cupês e 190 conversíveis.

grandsport96

Não dá para ver o carro direito mas é a foto mais legal

Agora, o Grand Sport está de volta e, desta vez, o nome se justifica de verdade. Isto porque, apesar de não ter tanta potência, na prática ele é um Z06 sem compressor mecânico. Quer ver só?

chevrolet_corvette_107

 

Começando pela carroceria: o kit aerodinâmico está praticamente todo lá — saias laterais, asa traseira e uma versão do splitter frontal que é um tantinho assim mais discreta que a encontrada no Z06. A suspensão com amortecedores magnetorreológicos — que possuem um fluido magnético em seu interior, que muda de densidade de acordo com as condições de rodagem, alterando a dureza da suspensão — também.

Os pneus maiores são abrigados por para-lamas alargados — um jogo de Michelin Pilot Super Sport de medidas 285/30 R19 na dianteira e 335/25 R20 na traseira. A suspensão ainda recebeu molas e barras estabilizadoras exclusivas. Os freios são Brembo nos quatro cantos, e trazem discos de 355mm com pinças de seis pistões na dianteira, e 340 mm com pinças de quatro pistões na traseira. E tudo isto é suficiente para que, nas curvas, o Grand Sport consiga gerar aceleração lateral de até 1.05G, de série.

chevrolet_corvette_180

Isto porque, além de tudo, o pacote opcional Z07 acrescenta todo o kit aerodinâmico de fibra de carbono do Z06, além de freios de carbono-cerâmica e pneus ainda melhores para a pista — os Michelin Sport Cup 2. Nesse caso, a aceleração lateral pode chegar a até 1,2G!

1AQ2Y0829

A Chevrolet não fala em tempos de aceleração e velocidade máxima mas, honestamente, isto é só um detalhe. E, considerando que o Stingray vai até os 100 km/h em cerca de 3,7 segundos com máxima de 290 km/h, uma coisa é certa: mesmo sendo feito para curvas, o ‘Vette Grand Sport não vai decepcionar na arrancada. O câmbio pode ser manual de sete marchas ou automático de oito.

1AQ2Y0821

Para marcar a versão especial, a Chevrolet também vai colocar à venda uma série limitada chamada Grand Sport Collector Edition. Os carros são cinza metálico “Watkins Glen Gray”, em homenagem ao famoso autódromo americano, com detalhes em azul “Tension Blue” — cor que se repete no revestimento dos bancos concha e remete à carroceria dos Corvette Grand Sport da década de 1960.

Matérias relacionadas

Novo BMW Série 8: a volta do grand tourer de luxo alemão – com um V8 biturbo de 530 cv

Dalmo Hernandes

Mercedes-AMG Project One: conheça os detalhes mecânicos do hipercarro com motor de F1

Dalmo Hernandes

Camaro Hennessey Z/28: 644 cv para brigar com o Challenger Hellcat

Dalmo Hernandes