A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Corvette ZR1 revelado antes da hora (e com 750 cv!), Chevrolet Cruze “RS” roda pelo Brasil, Honda revela “mini” NSX nos games e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Corvette ZR1 foi revelado antes do lançamento oficial

hmfxpikhueqjrgckpscv

Nos últimos meses a nova geração do Corvette ZR1 vinha sendo flagrada cada vez menos camuflada durante testes nos EUA, mas por se tratar apenas de uma versão de um carro que conhecemos há quase cinco anos, as fotos não revelavam muito sobre o carro. A menos que você estivesse esperando um ZR1 com visual comportado…

Mas como é de praxe neste final de década, o Corvette ZR1 C7 acabou “vazando” antes de sua apresentação oficial, quando a matéria de capa da edição de dezembro da versão americana da revista Car and Driver foi publicada acidentalmente na internet. Sim: ela traz o novo Vette ZR1 escancarado, em um close da dianteira, revelando tomadas de ar imensas que deixariam qualquer Lamborghini do momento enciumado.

23319352_1692232467495417_2116476856392144166_n_c045952034d710e9dc71ad02c79823eaa52c1bb0

Além do design mais agressivo e aerodinâmico, com um imenso splitter dianteiro, uma asa traseira igualmente grande e um capô ainda mais saliente que o do irmão menos rebelde, o Z06, o vazamento da revista também revelou detalhes sobre o conjunto mecânico do carro e as modificações que fazem dele um Z06 com o botão de volume no 11.

O motor é quase mesmo do Z06, V8 com 6,2 litros e um compressor, mas com um supercharger de maior volume, virabrequim reforçado, borboleta de admissão de maior diâmetro e um novo sistema de injeção de combustível. Por essas diferenças ele recebeu uma nova designação — em vez de LT4 ele se chama LT5. O resultado são 750 cv e 93,8 kgfm.

23244347_1692232574162073_8580092716207556333_n_40b0226b8b38734ce95f30bb006f8cac0dfd5e2a

 

Ao contrário do que se imagina, ele não ficou mais leve que seu irmão. Apesar de ser idêntico da coluna A para trás, ele é 63,5 kg mais pesado que o Z06. Ainda não sabemos onde estão estes quilos extra, mas nosso palpite é que as rodas com meia polegada a mais de tala, os suportes da asa traseira, os freios maiores, o compressor de maior volume e o virabrequim reforçado tenham dado uma força na dieta de engorda. Os pneus são os mesmos, bem como a suspensão, que tem apenas um acerto diferente do Z06.

A data de lançamento foi revelada pela Chevrolet Arabia em seu canal do YouTube (é este vídeo acima): 12/11/17, também conhecido como “próximo sábado”.

 

O que a Chevrolet está fazendo com um Cruze “RS” no Brasil?

WhatsApp Image 2017-11-09 at 14.18.52

O Chevrolet Cruze foi lançado há pouco mais de um ano, e embora não seja um fenômeno de vendas (qual sedã médio além do Corolla é?), ainda é cedo demais para vermos um modelo disfarçado rodando por aí. Mas foi exatamente o que o leitor Arthur Episcopo encontrou em São Paulo nesta quinta-feira (9).

O modelo está quase irreconhecível, mas se você for um bom observador notará que trata-se de um Cruze — e aparentemente equipado com o pacote RS oferecido como opcional da versão Premier nos EUA. A dica são as rodas, inéditas no Brasil e com o mesmo desenho do modelo exclusivo do pacote esportivado, e também o volume nas soleiras, que parece como as saias laterais do RS. Curiosamente, o diâmetro das rodas deste modelo flagrado parece uma ou duas polegadas menor que o do pacote oferecido nos EUA.

O RS package também inclui novos para-choques e um spoiler tipo lip na tampa do porta-malas — o que explicaria a camuflagem pesada no sedã. A motorização, infelizmente, não muda: o pacote mantém o motor 1.4 turbo de 153 cv das demais versões. Aliás, os pacotes RS da Chevrolet sempre foram estéticos desde que foram criados no final dos anos 1960 para o Camaro.

Por aqui não seria diferente. A Chevrolet talvez esteja planejando oferecer o pacote esportivado para fazer frente ao Civic Sport e ao Corolla XRS, uma vez que esta “esportivação” dos sedãs é meio que tendência nesses tempos em que todos preferem SUVs.

 

“Mini” Honda NSX dá as caras como conceito Vision Gran Turismo

Já faz quase dois anos que vemos evidências de que a Honda está desenvolvendo um “mini” NSX — primeiro vimos imagens de registros de patente, depois ele apareceu em forma de mock-up conceitual, mas até agora não há nenhuma pista sobre sua produção ou não. Acontece que ele voltou a dar as caras, agora como um conceito da série Vision Gran Turismo, parte dos games de mesmo nome. E ainda que ele seja só um conceito, ele é muito mais realista que praticamente todos os modelos Vision Gran Turismo, o que nos faz perguntar se esta não é uma prévia do carro que veremos nas ruas em breve.

honda-sports-visiongt-concept-B

O conceito foi projetado pelo estúdio da Honda na Califórnia, e desenvolvido no Japão usando até mesmo um modelo em escala 1:1 testado em túnel de vento. Tudo isso só para um game? Ele também usa fibra de carbono para reduzir seu peso (virtualmente, claro) para 900 kg, pouco mais da metade do NSX e 30% mais leve que o S2000. Não soa como um rival de faróis puxados para o Alfa 4C, o Alpine A110 e até o Audi TT? Especialmente com um 2.0 turbo semelhante ao do Civic Type R, porém com pouco mais de 400 cv e combinado a um câmbio automatizado de oito marchas e dupla embreagem.

Agora só resta torcer para que a Honda esteja mesmo pensando em lançar este esportivo no mundo real, porque não temos dúvidas de que ele será impressionante como sua ficha técnica sugere. 400 cv e 900 kg? Onde assino?

 

Fernando Alonso pode disputar as 24 Horas de Le Mans pela Toyota

Fernando-Alonso-Toyota-Le-Mans-1

Como você sabe, Fernando Alonso renovou seu contrato para disputar a temporada de 2018 da F1 com os próximos McLaren-Renault (estranho, não?), mas isso aparentemente não irá impedi-lo de fazer um bico na Toyota (que é rival da Nissan, aliada da Renault). Segundo o pessoal do site Motorsport.com, Fernando Alonso recentemente esteve na Toyota Motorsports, em Colônia, Alemanha, para moldar seu banco — que será usado no Toyota TS-050 durante os testes para estreantes no Bahrein na próxima semana, parte da preparação do espanhol para tentar disputar as 24 Horas de Le Mans.

Fernando-Alonso-Toyota-Le-Mans- (1)

Alonso não esconde seu desejo de vencer a tríplice coroa do automobilismo — o GP de Mônaco, as 24 Horas de Le Mans e a Indy 500. Até hoje somente Graham Hill conseguiu o feito, e parece estar ao alcance somente de Fernando Alonso e Juan Pablo Montoya (que precisa só das 24 Horas de Mans). Se Alonso realmente largar nas 24 Horas de Mans, suas chances são grandes, afinal, a Toyota é a única fabricante na categoria LMP1 e provavelmente correrá sozinha na categoria de ponta do WEC.

 

Lotus Exige ganha versão de 430 cv

Lotus Exige Cup 430 (2) copy

Normalmente usamos a palavra “radical” para nos referirmos a versões mais extremas de esportivos de alto desempenho, mas depois deste Lotus Exige, talvez seja melhor repensar o uso da palavra. A marca britânica simplesmente pegou seu esportivo compacto peso-pena, retirou o motor 1.8 supercharged de quatro cilindros e em seu lugar colocou o V6 3.5 do Evora GT430. Isso significa que o esportivinho de 1.055 kg agora tem 430 cv para brincar por aí.

Lotus Exige Cup 430 (6) copy

Embora o número 430 não seja mais tão impressionante quando o assunto são esportivos — afinal, 1.000 cv é o novo 500 cv — a potência não é de forma alguma “só 430 cv”. Veja só: o BMW M4 tem 1 cv a mais. O Mustang GT tem 25 cv a mais, e o Porsche 911 Carrera GTS tem apenas 5 cv a mais. E todos eles pesam, no mínimo. 450 kg a mais que o pequeno Lotus. O torque também é brutal para um carro tão leve: 44,8 kgfm.

Lotus Exige Cup 430 (5) copy

O resultado não poderia ser diferente: zero a 100 km/h em 3,2 segundos e velocidade máxima de 290 km/h. Isso com uma asa traseira imensa, capaz de gerar 220 kg de downforce. Dio mio, se um Lotus Exige já é ágil por si, imagine com esta asa traseira. Que máquina, senhores!

Lotus Exige Cup 430 (7) copy

O único inconveniente é o preço: como se não bastasse a libra esterlina custar quase R$ 4,30, ele também é caro em libras: são 99.800 “queenelizabeths” pelo foguete, ou R$ 426.000 em conversão direta.

Matérias relacionadas

Fiscais orientados a se esconder para multar em SP, quadrilha vendia carros roubados na internet, idoso morre atropelado por bike em ciclovia e mais

Leonardo Contesini

Gasolina volta a subir (mais uma vez), Porsche interessada na F1, Mazda está desenvolvendo híbrido com motor Wankel e mais!

Leonardo Contesini

Só para as pistas: Porsche 911 GT2 RS Clubsport é a despedida matadora do 991

Dalmo Hernandes