A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Sessão da manhã

De carona com um Toyota Chaser de 1.000 cv na touge mais famosa do Japão

O nome de Daigo Saito certamente é familiar entre os leitores adeptos do dorifuto, e talvez entre o resto dos leitores do FlatOut — não faz muito tempo que falamos de seu novo carro para a Formula Drift, um Nissan GT-R de tração traseira e 1.000 cv. Hoje, porém, vamos dar um passeio em seu outro carro — o carro pelo qual Saito é mais conhecido: um Toyota Chaser, que também tem 1.000 cv e é conhecido como JZX100. O cenário? Uma das touge mais famosas do Japão. Aperte os cintos e o play!

Daigo Saito é um dos maiores nomes do drift mundial, competindo na categoria mais alta do Japão desde 2004 e um dos concorrentes mais fortes da Formula Drift americana desde 2012. Sendo assim, não é à toa que seu Toyota Chaser é um dos carros de drift mais famosos do planeta. Em seu último vídeo, feito por Luke Haxham (produtor que está por trás de alguns dos vídeos automotivos mais legais que já vimos, como a história dos protótipos Le Mans que rodam nas ruas de Tóquio ou o Motorhead Hillclimb), o Chaser de Saito é guiado como deve ser — de lado — por uma bela estrada sinuosa nas montanhas. São só dois minutos e pouquinho, mas vale a pena:

Mas que estrada é esta, afinal? Nada menos que a Gunsai Touge. Não esperamos que os leitores menos versados na car culture japonesa reconheçam o lugar, mas os fãs certamente sabem que se trata da touge onde os caras das revistas Best Motoring Hot Version realizam duelos de drift com carros preparados e, normalmente, com o lendário Keiichi Tsuchiya ao volante de um deles.

Para quem não lembra, Keiichi foi um dos pioneiros do drift no Japão e, há muitos anos, dedica-se a produzir vídeos demonstrando carros e técnicas de pilotagem, como a famosa série Drift Bible, que ensina tudo o que se precisa saber sobre derrapagens controladas. Ele também foi consultor na produção dos animes e games da série Initial De tem um belo Toyota AE86 preparado que, segundo consta, foi a inspiração para o carro de Takumi Fujiwara.

DaigoSaito1-620x412

Foto: Wrecked Magazine 

Mas vamos voltar a Daigo Saito e seu Chaser. Produzido entre 1977 e 2000 em seis gerações, o Chaser sempre foi sedã de linhas sóbrias e projeto intimamente ligado aos modelos Cresta e Mark II. Apesar de, originalmente, ser dotado de uma personalidade pacata, o Chaser tem porte imponente e a combinação perfeita para se tornar um carro de drift: espaço no cofre, motor dianteiro e tração traseira. Não foi à toa que a Toyota o colocou para correr no Campeonato Japonês de Turismo (o JTCC) nos anos 90, assim como os adeptos do drift não precisam explicar porque muitos deles são transformados em máquinas de deslizar pelo asfalto.

Falando no Tsuchiya, olha ele aí fazendo um shakedown no Chaser do JTCC, no fim dos anos 90

O carro de Saito usa o monobloco original do Chaser, devidamente reforçado com novos pontos de solda e uma gaiola de proteção integral no interior. Ao passear os olhos pela carroceria, o que se vê são dezenas de buracos circulares — os famosos speed holes, que teoricamente reduzem peso sem afetar a rigidez do carro. Eles estão no capô, nas portas, nos para-lamas alargados e em diversos outros lugares.

noriyaro_daigo_saito_2014_JZX100_03 (1) noriyaro_daigo_saito_2014_JZX100_06

noriyaro_daigo_saito_2014_JZX100_07

Fotos: Noriyaro

O motor é o seis-em-linha biturbo 2JZ da Toyota, que originalmente equipou o Supra. Com deslocamento ampliado de três para 3,1 litros, dutos polidos e um novo intercooler, o motor desenvolve normalmente 800 cv. Com a injeção de óxido nitroso — o famoso gás do riso — a potência chega aos 1.000 cv.

motor

O interior é dominado pela detalhada gaiola de proteção e não resta qualquer tipo de acabamento: revestimentos de porta, capa do painel, carpete… Saito se livrou de tudo. Há apenas dois bancos concha (para os doidos/sortudos que conseguirem uma carona no Chaser), volante, painel digital, alavanca de câmbio e manopla do freio que trava as rodas traseiras — e só. All business, é o que dizem.

noriyaro_daigo_saito_2014_JZX100_02

Ei-lo aqui em ação durante os treinos de classificação para a etapa de Ebisu do Campeonato Japonês de Drift. A velocidade com que o sedã é guiado por Saito é impressionante. Vê-lo pilotando de forma alucinada no circuito depois de uma touge em uma bucólica estrada nas montanhas do Japão não nos deixa dúvidas do motivo pelo qual Saito é um dos maiores nomes do drift mundial.

Matérias relacionadas

O motor deste BMW E30 de drift é um seis-em-linha… de Toyota Supra!

Dalmo Hernandes

Mergulhe em um pit stop da Indy Car neste vídeo feito com o Google Glass

Dalmo Hernandes

Um Porsche 911 1976 com dois turbos e mais de 1.000 cv é nosso tipo de exagero

Dalmo Hernandes