A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

De volta para o futuro: como fazer um carro clássico “zero km” usando carrocerias novas

Nos últimos anos, o vírus da ferrugem se espalhou de forma epidêmica mundo afora e isso resultou em um boom no mercado de veículos antigos. A demanda aumentou, a oferta diminuiu e os preços dispararam — afinal, você não pode voltar no tempo para produzir mais carros clássicos e trazê-los de volta para o futuro. Mas o que impede alguém de produzir carros do passado com tecnologia e materiais modernos?

É exatamente isso o que algumas empresas têm feito recentemente. Na verdade elas não produzem os carros completos, e sim a parte que mais interessa para um Project Car: o monobloco. Os primeiros modelos que apareceram no mercado foram as carrocerias dos anos 1930 para hot rods, que eram mais simples de fabricar por serem montadas em chassi separado, mas recentemente o negócio evoluiu e agora até mesmo a Ford entrou no jogo.

65bodyresize1_171100

Em 2011 a marca do oval azul começou a produzir o monobloco do Mustang 1965 conversível para restaurações. Em vez de gastar tempo e dinheiro para reparar ou até mesmo construir seu Mustang clássico, agora basta ligar para a Ford (nos EUA) e encomendar um monobloco. E o negócio não para por aqui: desde o começo do ano a Ford passou a oferecer o Coupé 1932, um dos modelos mais usados para hot rods, tudo feito por ferramental moderno e com tratamento anti-corrosão bem diferente daquele usado há 80 anos — e que geralmente não durava muito tempo.

1932 Ford 5-Window Coupe body

Outra empresa que fabrica monoblocos de clássicos é a americana Dynacorn, que tem uma bela seleção de muscle cars em seu catálogo. Eles produzem sob licença dos fabricantes originais o Chevrolet Camaro 1967 e 1969, Pontiac Firebird 1969, Chevrolet Chevelle 1970, Ford Mustang de 1967 a 1970, e picape Chevrolet 1947. Eles também preparam o lançamento do Dodge Challenger 1970, que será oferecido a partir de 2015.

69-mustang-fastback-collage

 67-camaro-coupe-collage

Os fãs da Mopar, contudo, não precisam esperar até o ano que vem para ter seu monobloco clássico. Há ainda uma terceira empresa sugestivamente chamada Dart Bodies. Eles são especializados no Dodge Dart e em suas variações, e fabricam monoblocos totalmente novos do Dodge Dart/Plymouth Valiant 1967, Dodge Dart/Plymouth Scamp 1970 e, sob encomenda, do Plymouth Duster/Demon 1972.

6661804885_45fb800175_b

Quanto aos preços, a Dart Bodies é a mais barata delas, e oferece monoblocos simples a partir de US$ 6.000 e aceita encomendas personalizadas para adicionar suspensão e outros componentes. A Dynacorn, por sua vez, não oferece opções, mas entrega os monoblocos com portas e tampa do porta-malas por US$ 12.000. A Ford cobra US$ 15.000 pelo Mustang, com portas e dianteira completa com para-choques.

Curtiu a ideia? Então aqui vai uma galeria com carros prontos para você se inspirar:

Matérias relacionadas

Quem é quem: conheça cada um dos novos apresentadores de Top Gear

Dalmo Hernandes

Como é acelerar a LaFerrari? Descubra neste vídeo em primeira pessoa

Dalmo Hernandes

Sim, isto é um Honda Civic coupe EJ8 com motor de S2000 e tração traseira

Dalmo Hernandes