A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo Virtual

Dicas de setups no Project CARS 2, próximas novidades no Automobilista, FFB correto do Fanatec CSL Elite no PS4 e mais!

Caros pilotos virtuais! Bem vindos ao SimRacer House, a seção semanal do FlatOut integralmente dedicada ao mundo do automobilismo virtual em todo o seu espectro – do Gran Turismo ao iRacing, do Forza ao Assetto Corsa! Notícias, lançamentos de mods, softwares e hardwares (de volantes a placas de vídeo), atualizações, campeonatos, recordes, você irá encontrar tudo aqui. Acelere conosco!

banner_3wide_flatout
youtube_3wide
facebook_3wide


3wide

 

Como baixar os setups dos Pros no Project CARS 2

As opiniões podem variar, mas é nítido que o Project CARS 2 da Slightly Mad Studios fez um grande salto para ser um simulador de corrida completo, em comparação com seu antecessor. Project CARS 2 ficou mais detalhado e elevou consideravelmente o fator de diversão. Além da fantástica física de pista dinâmica, as diferenças mais visíveis com o título original são a física do veículo remanejada e o incrível modelo de pneu.

Embora esta seja uma novidade maravilhosa para o exigente piloto virtual, também significa que configurar seu carro corretamente se tornará muito mais importante se você quiser ser competitivo. Isso pode tornar as coisas um pouco mais difíceis para o jogador novato ou pilotos virtuais que não estão em dia na parte técnica do nosso hobby. Como ponto de partida, os aspirantes a pilotos virtuais e jogadores de corrida casual que estão lutando para encontrar uma boa configuração podem fazer uso da ferramenta de engenheiro de corrida muito útil no simulador.

Mas há mais maneiras de se aprofundar na arte das configurações do carro. Stella Stig criou um vídeo (em inglês, mas facilmente assimilado ao acompanhar os cliques na tela) de dicas rápidas mostrando-nos como baixar as configurações criadas pelos profissionais. O Project CARS 2 permite que você baixe as configurações do carro de quase todos os pilotos no Time Trial. Ser capaz de rever e experimentar as configurações é uma maneira divertida de ajudá-lo a reunir os conhecimentos para criar sua própria configuração personalizada.

Tenha em mente que uma boa configuração pessoal não necessariamente tornará o carro mais rápido, mas pode tornar o carro melhor e se adequar ao seu próprio estilo de pilotagem. Combinado com alguma boa prática, isso certamente irá melhorar seus tempos de volta e fator de diversão.

 

Últimas atualizações de desenvolvimento do Automobilista

ams3

Como de costume, a nova atualização de desenvolvimento revela mais detalhes sobre o próximo Automobilista v1.4.9 e posterior na versão v1.5.0. Atualmente, Alex Sawczuk da Reiza está trabalhando em um novo sistema de HUD e TV que poderemos testar quando o v1.4.9 for lançado. A atualização inicial não contém um recurso de mapa de pista, mas Reiza Studios está planejando resolver isso em V1.5.0.

Enquanto isso, Niels Heusinkveld está fazendo um bom progresso em um modelo de física turbo, enquanto a equipe está atualizando o circuito de Spielberg, para trazê-la para especificações com a configuração do mundo real de 2017.

Outra opção de realismo significativo atualmente é a adição de conjuntos de pneus limitados – os pilotos terão a opção de limitar o número de conjuntos de pneus disponíveis para corridas online e offline, o que acumulará o desgaste à medida que forem usados ​​durante todo o fim de semana da corrida. Os pilotos poderão então alternar entre conjuntos de pneus usados ​​e novos (em vez de apenas recarregar infinitamente os pneus para um novo conjunto sempre que ele voltar para o menu de box).

Além disso, estamos trabalhando na adição de opções para o tempo perdido nas mudanças dos principais componentes do carro, de modo que, se, por exemplo, o piloto explodir um motor ou danificar significativamente o carro, ele será obrigado a ir para os boxes e esperar enquanto os mecânicos fazem os reparos necessários.

Tudo isso tem o objetivo de adicionar uma dimensão extra do realismo à simulação para que os pilotos tenham que estar atentos ao gerenciamento de seus pneus e equipamentos, um elemento sempre presente em corridas reais.

Por último, mas não menos importante, Reiza nos permite admirar algumas novas capturas de tela no jogo do próximo protótipo LMM da Metalmoro AJR, que estará disponível com a atualização v1.4.9 como conteúdo de base livre.

ams1 ams4 ams2 ams5

 

As configurações de force feedback corretas no PS4 para Fanatec CSL Elite Racing Wheel

fanatec

O CEO da Fanatec, Thomas Jackermeier, publicou um guia interessante de como fazer as configurações de force feedback corretas na Fanatec CSL Elite Racing Wheel para o PlayStation 4.

Embora essas dicas estejam focadas no uso da CSL Elite Racing Wheel no PS4, o guia também será útil para usuários de PC e Xbox One.

 

Antes de começar a ajustar:

  • Antes de ajustar todos os parâmetros, certifique-se de ter o firmware mais recente instalado. Certifique-se de que o volante está no modo PC (Vermelho) se você abrir as opções do controlador do jogo para fazer a atualização do firmware.
  • Alguns jogos (por exemplo, Assetto Corsa, WRC 7) também exigem que você primeiro configure o jogo com o controlador Dualshock e escolha um volante no menu de opções do controlador.
  • Selecionar o modo certo para PS4 é importante. Você precisa fazer isso antes de começar o jogo.
  • Para a maioria dos jogos, você pode usar o modo azul. Esta lista irá mostrar-lhe quais jogos requerem o modo de compatibilidade (Purple).
  • Para Dirt Rally, F1 2015 e Project Cars 1, Thomas recomenda que você use o modo Amarelo. Você precisa pressionar e segurar o botão de modo por 10 segundos para ir ao modo de compatibilidade amarelo.
  • Por favor, note que o Project Cars 2 atualmente tem um grande erro no suporte desse volante, então a Fanatec recomenda que você use o modo Purple até que haja uma correção disponível. (Slightly Mad Studios está atualmente trabalhando em uma correção.)
  • Todo novo jogo usará o modo azul.

 

Nas configurações do jogo:

A questão mais importante é evitar o corte de force feedback. Isso significa que o jogo envia sinais que são muito altos para que o motor reproduza. Você perderá sinais finos da pista. Se o force feedback for muito ativo em retas, você só sentirá o poder total nas curvas, mas não há mais detalhes. Então você provavelmente experimentará corte de force feedback. Abaixe a força no jogo (não no volante) para evitar estes cortes.

Thomas sugere adicionar uma pequena zona morta no eixo do pedal, o que evitará que você pressione acidentalmente um pedal se o pé descansar sobre ele.

 

Parâmetros de configuração no volante:

FEI Force Effects Intensity
Sempre comece com 100% e se os efeitos são muito afiados ou há um chocalho forte e ruidoso que você não gosta, depois, baixe-o para um valor menor.

FF Force Feedback
Alguns jogos, como o Gran Turismo Sport, não têm a opção de ajustar a force feedback geral. Portanto, você pode reduzir a força do volante. Caso contrário, a sugestão é manter esse valor em 100 e ajustar a força do force feedback no jogo.

SPR Spring
Muito poucos jogos usam efeitos de mola em vez de efeitos de força. Esse valor controla o sinal proveniente do jogo. Mantenha-o em 100, a menos que você observe um force feedback maçante porque há uma mola permanente sobre todos os outros efeitos de força.

DPR Damper
Esta opção controla apenas os sinais de efeito amortecedor provenientes do jogo. Realmente faz sentido mantê-lo em 100, a menos que um efeito realmente o aborreça. Normalmente, um amortecedor faz sentido, por exemplo, quando o carro está parado e você tenta girar o volante.

DRI Drift
O padrão é -5, mas todos os valores de -5 a 0 adicionarão um amortecedor sobre todos os outros efeitos. Um amortecedor natural evitará agitar nas curvas e também tornará o carro mais realista, mas você pode querer escolher um valor maior se preferir uma resposta mais rápida do volante. Os valores acima de 0 usarão a potência do motor para acelerar artificialmente o volante. Por favor, note que isso pode fazer com que o volante agite fortemente se você o soltar. Esses valores mais altos são recomendados para volantes pesados ​​ou para drifting em jogos.

Se você sentir que suas configurações alteradas estão incorretas, você sempre tem a opção de simplesmente executar uma reinicialização pressionando o botão de Nenu Tuning por 10 segundos até aparecer “RST” no visor.

 

Thrustmaster Sparco R383 Mod Addon Wheel em pré-venda

thrusmaster

A Thrustmaster introduziu oficialmente um novo aro de volante: O Sparco R383 Mod Add-On Wheel.

O novo complemento de volante está disponível no site Thrustmaster ao preço sugerido de R$ 634,21 (em conversão direta com impostos incluídos).

Este aro em forma circular produzido sob uma licença oficial da Sparco é o primeiro volante temático disponível para a série da Thrustmaster. O volante Theis é uma réplica de 1:1 do volante original Sparco Rally do mundo real. Ele mede 33 cm de diâmetro. O aro de metal maciço é revestido com uma capa de couro de camurça preta e apresenta uma placa frontal de metal escovado preto.

Dois grandes paddle shifters de metal ajustáveis, que medem 13 cm de altura, estão montados diretamente no aro do volante. O R383 Mod Add-On Wheel também apresenta áreas com botões de carbono com nove botões e um direcional com funcionalidade de botão.

O Thrustmaster Sparco R383 Mod é compatível com: T300RS Servo Base, T500 RS, T300RS, T300 Ferrari GTE, T300 Ferrari Integral Racing Wheel Alcantara Edition, T300 RS GT Edition, TX Servo Base, TX Racing Wheel Ferrari 458 Italia Edition, TX Racing Wheel Leather Edition, TS-PC RACER, TS-XW Racer Sparco P310 Competition Mod e T-GT.

Para tornar compatíveis, a Thrustmaster lançou um novo firmware. Certifique-se de que sua base de volante seja atualizada com o software mais recente. Você pode baixar o novo firmware (Pacote 2017_TTRS_6) no site Thrustmaster.

 

Nota: A Comunidade do Automobilismo Virtual no Brasil possui diversos Clubes e Ligas independentes. Neste espaço, iremos divulgar o máximo possível os campeonatos online e eventos realizados seguindo uma ordem alfabética nos resumos e uma ordem cronológica na agenda de eventos. Qualquer Clube, Liga, Equipe e Piloto Virtual pode nos enviar seu release (via Portal do 3Wide) para divulgarmos semanalmente aqui no Flatout.

 

Raphael Camelo vence a Cascavel de Ouro Virtual 2017 do 3WideClub

cascavel4

No último dia 30 de Outubro, o 3Wide realizou sua 1ª Edição da Cascavel de Ouro Virtual 2017. Foram 28 pilotos presentes acelerando durante 90 minutos na versão virtual de um dos eventos de automobilismo mais tradicionais do Brasil.

Utilizando os novíssimos Brazilian Touring Car Classics do Automobilista, os pilotos escolheram entre Uno, Passat e Gol 1.6, cada um com suas características, em uma prova com diversas possibilidades estratégicas.

Depois de dominar na Classificação marcando a pole com 1:19,842 (mais de 0,5 segundo a frente do 2º colocado), Raphael Camelo não largou bem com seu Passat e foi superado por Edsilon Freshi, Yuri Bascope e Aldrin Robson. A esperada grande confusão não aconteceu, com todos os pilotos se respeitando em pista. E aí começou o show de Camelo. Após uma briga que durou até a volta 7, Camelo foi passando um a um até recuperar a liderança.

Já nas posições intermediárias, as trocas de posições foram constantes, principalmente pelos Unos estarem em estratégia de apenas duas paradas, enquanto os Passats e Gols tentavam economizar para fazer 3 paradas.

Mesmo economizando, Raphael Camelo marcou a melhor volta com 1:20,117 com seu Passat. O Gol mais rápido foi Edilson Freshi com 1:20,590 e o Uno mais veloz foi Yuri Bascopé com 1:20,716.

Entretanto, na volta 14, ainda disputando a posição no pódio com Edilson e Aldrin, Yuri encontrou um carro mais lento na pista e acabou se acidentando, dando adeus prematuramente à prova.

Após 67 voltas e um splash and go na volta final, Raphael Camelo venceu a prova com 1:32:24,909 de duração, 45,6 segundos a frente de Edilson Freshi. Luciano Rocha, que largou em P8, fez uma excelente prova no meio do pelotão, se livrando das confusões e fechou o pódio em P3, 1min09seg atrás do líder. Chmiel Junior, piloto que irá participar da versão real do evento, terminou em P4 e Bruno Povoa, melhor Uno completou o Top 5 com uma volta de atraso.

A Cascavel de Ouro Virtual do 3WideClub foi um sucesso e já estamos preparando um próximo evento para Novembro. Então, deixamos aqui o convite para todos acelerarem conosco nesse fim de ano!

Confira abaixo a transmissão oficial do evento na íntegra e algumas imagens.

cascavel1 cascavel8 cascavel2 cascavel6 cascavel7

 

Escuderia Sul-Brasil presente em torneio com os principais nomes do Automobilismo Virtual brasileiro

escuderia

A Escuderia Sul-Brasil vai participar de mais uma edição da Deep Art Cup Series, competição de 5 etapas baseada no simulador iRacing e que utilizará as picapes semelhantes a categoria norte-americana Nascar Truck Series. Perto de completar 10 anos de existência, a Escuderia Sul-Brasil é uma das equipes mais tradicionais do automobilismo nacional do país..

Esta será a segunda edição da Deep Art Cup Series, torneio que vem revolucionando o cenário do Automobilismo Virtual no Brasil ao oferecer inscrição gratuita e premiação em dinheiro aos seus participantes, o que tem atraído os principais nomes desta modalidade de e-Sport. “É muito bom ver o automobilismo virtual ganhando cada vez mais espaço no Brasil. Estamos nesta jornada há quase 10 anos e são inciativas como esta que mostram o crescimento desta modalidade de e-Sport no país. Todos saem mais fortes com eventos de alto nível como o Deep Art Cup Series: pilotos, equipes, patrocinadores, enfim, toda a comunidade que acompanha o Automobilismo Virtual”, disse Souza.

A Escuderia Sul-Brasil alinhará três picapes no torneio, conduzidas pelo gaúcho Romar Arns, o paranaense Ellery Souza e o paulista Rodrigo “Pancho” Favoretto, todos com grande experiência nas competições com simuladores de automobilismo. Já o simulador iRacing que será usado no torneio, é um dos preferidos pelos pilotos virtuais espalhados pelo mundo e organiza versões virtuais de campeonatos importantes como os promovidos pela Nascar (Stock Car norte-americana) e Blancpain Endurance Series, também com premiação em dinheiro para os ganhadores, além de ter sido utilizado pela equipe McLaren de Fórmula 1 no programa “World Fastest Gamer”, competição que selecionará um piloto virtual para trabalhar como piloto de teste nos simuladores do time.

 

Eduardo Silva vence corrida conturbada em Silvertone

h2o

O campeonato BMW M3 E30 Step 1 chegou à sua metade e, apesar de termos 2 favoritos ao título, o campeonato ainda está aberto e muita coisa pode acontecer. Prova disso foi a corrida no circuito de Silverstone 1967, marcada por várias escapadas de pista, acidentes e abandonos.

Nesse contexto, Eduardo Silva foi quem conseguiu passar ileso e com a ajuda de sua estratégia, conseguiu vencer a corrida.

No warm-up, Eduardo já demonstrava que tinha ritmo para brigar entre os ponteiros, mas dividia os melhores tempos com Ricardo Binda, Paulo Filho, Philippe Ferraiol e Raphael Martins. Também nesta sessão foi possível notar que o lastro já fazia mais diferença entre os pilotos.

Na qualificação, o destaque foi a volta de Philippe Ferraiol que marcou a pole com 1:47.838, registrando a volta mais rápida do final de semana. Em segundo ficou Ricardo Binda com pouco menos de 1 décimo da volta de Philippe e, em terceiro, Paulo Filho com pouco menos de 1 décimo em relação ao tempo de Binda.

Na corrida, Eduardo Silva, que partia da 4ª posição, fez uma ótima largada e assumiu o terceiro lugar ainda na primeira volta e pouco depois, saltou para segundo, acompanhando Philippe Ferraiol até o momento da primeira parada. Foi aí que sua estratégia começou a fazer diferença. Ao conseguir fazer uma entrada de pit precisa e realizar uma parada mais rápida por ter colocado menos combustível, conseguiu sair na frente e assumir a liderança da corrida. Com a diferença no tempo de parada, nem sempre esteve na liderança, mas bastava os demais efetuarem suas paradas para que Eduardo voltasse a liderar e assim ocorreu até o final quando Eduardo cruzou a linha de chegada em primeiro.

Philippe Ferraiol que também andou forte o tempo todo e conseguiu não se envolver em acidentes, chegou em segundo, apesar de ter rodado a poucas voltas do fim, conseguiu se manter na posição. E Amir Moss, nosso piloto veterano que esteve fora das competições por bastante tempo, completou o pódio e mostrou que voltou em boa forma.

 

H2O Race Challenge

014-Focus-flatout

No próximo dia 6 de Novembro a H2O fará um evento gratuito a partir das 20h30 com o Ford Focus MK2 TimeAtack Evolution by BetoFR em Daytona Road Course. Para participar, só acessar a página do evento neste link.

Matérias relacionadas

Grã-Bretanha proíbe escaneamento a laser em autódromos, diário de desenvolvimento da Reiza Studios, F1 2016 chega ao Mac, DiRT 4 em ação e muito mais!

Andrei Fonseca

Os avanços do Automobilismo Virtual em 2017, os problemas do GT Sport, Laguna Seca no Assetto Corsa e Project CARS 2 e muito mais

Andrei Fonseca

Project CARS vende 2 milhões de cópias, sai versão 1.9 do Assetto Corsa com DLC Porsche e versão 1.1 do Automobilista com Brit Pack e muito mais!

Andrei Fonseca