A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

É oficial: Dodge Challenger SRT Hellcat tem 717 cv e é o muscle car mais potente do universo!

Há pouco mais de um mês, a Dodge revelou a peça que faltava na atualização do Dodge Challenger para 2015: o Challenger SRT Hellcat, com seu motor V8 supercharged.. A Dodge garantiu que o Hellcat é o Dodge V8 mais potente da história, mas dizia apenas que a potência era de “mais de 600 cv”. Mais quanto? Bem, agora a gente sabe. E a verdade é assustadora.

717 cv. Setecentos e dezessete cavalos. Você tem noção do que isto significa?

Que, entre os muscle cars topo de linha equipados com compressor mecânico, o Hellcat é o mais potente. O Shelby GT500, o mais estúpido dos Mustang, tem um motor V8 de 5,8 litros e 671 cv. O Camaro ZL1 tem um V8 de 6,2 litros e 588 cv. O Hellcat supera estes dois com folga.

E tem mais: ele é o muscle car produzido em série mais potente da história. Claro que existem o Shelby GT500 Super Snake, com até 861 cv, e o Shelby 1000, com mais de 1.100 cv, mas estes são pacotes oferecidos à parte e você precisa levar seu carro para a Shelby executar as modificações. E, mesmo que eles vendam os carros prontos, não são muscle cars produzidos em série.

Já o Hellcat é, de fato, uma versão do Challenger que você, em tese, pode ir até qualquer concessionária Dodge nos EUA e levar para casa.

O motor é um V8 Hemi de 6,2 litros — em essência, uma versão com curso reduzido do Hemi 6.4. Além dos 717 cv, o Hellcat também entrega 89,8 mkgf de torque. Contudo, o carro tem duas chaves: uma vermelha e uma preta. Para liberar toda a cavalaria, você tem que usar a chave vermelha — a preta é uma espécie de “modo valet” e, com ela, a potência é limitada a “apenas” 500 cv. Vale lembrar que, segundo a Dodge, 90% dos componentes do motor são novos — entre eles, o virabrequim é de aço forjado e os pistões e bielas de liga, também forjados.

 

A responsabilidade de levar toda esta força para as rodas traseiras pode ser do câmbio automático Torqueflite de oito velocidades ou, para quem não tem medo de morrer, do câmbio manual de seis velocidades Tremec T6060 — o mesmo do Viper. Leia tudo sobre o Hellcat aqui!

Os dados de desempenho ainda não foram divulgados, mas temos todas as razões do mundo para ficar otimistas: Tim Kuniskis, presidente da Dodge e da SRT, fez questão de afirmar neste vídeo da revista Car and Driver:

Esse ronco… 

Primeiro: este é o muscle car mais rápido da história. Ponto final. Fim de papo. Segundo: este é o muscle car mais potente da história: 707 hp.

O Camaro ZL1 leva 3,9 segundos no 0-96 km/h. O GT500, 3,5 segundos. O Hellcat precisa superar estes dois. Mas quem está dizendo é o presidente da Dodge quem disse, não nós, não uma revista, não um site.

Ele está confiante. E nós, ansiosos.

Matérias relacionadas

Series 2: o primeiro esportivo feito pela Shelby volta renovado e dá as caras em Paris

Dalmo Hernandes

Os 36 lançamentos de 2019 que você precisa saber – no Brasil e no mundo

Leonardo Contesini

Lamborghini Huracán Performante: menos peso, mais potência e a caminho do Brasil

Dalmo Hernandes