A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

Dos carros de papel à equipe de design da Red Bull: conheça Paul Bischof

Paul Bischof, estudante de engenharia mecânica na Universidade de Graz, na Áustria, constrói réplicas de carros de corrida usando papel desde 2004. Nestes dez anos ele ficou tão bom no que faz que, em 2012, foi chamado para trabalhar na Red Bull Racing. Este vídeo mostra como ele chegou até lá — e ainda te deixa embasbacado pelo detalhismo da réplica.

Se você acompanhava nosso antigo site, deve conhecer a história de Bischof. Aos oito anos, ele ganhou um kit para montar um aeromodelo de papel. Anos se passaram, mais kits foram montados, e depois de um tempo ele passou a criar seus próprios modelos. Eem 2004 ele conheceu a Fórmula 1 — e desde então, se dedica a recriar os carros da categoria mais alta do automobilismo usando papel de todo tipo: caixas de papelão, embalagens de bicoito, sulfite, cartolina… tudo o que se possa imaginar.

Ao todo ele já construiu cerca de 40 carro. Cada um deles tem milhares de componentes únicos — e a lista inclui coisas como os comandos do volante, partes da suspensão, e até coisas que não dá para ver com o carro pronto, como bombas de combustível, discos de freios, mangueiras e fiação. É realmente um trabalho incrível.

Rennauto, Modell mit Bastelwerkzeug

Tão incrível que, em 2012, Paul recebeu um email do chefe de design da Infiniti Red Bull Racing, Rob Marshall. Ele havia visto o trabalho de Paul em uma revista — mais precisamente, o Red Bull RB7, usado na temporada de 2011 por Mark Webber e Sebastian Vettel. Um dos modelos mais detalhados, construído com mais de 6.500 peças individuais, o RB7 pode ser considerado sua obra prima (até agora) e, como ele mesmo diz, é o “carro que mudou sua vida”.

Rob Marshall gostou tanto do trabalho de Paul que o chamou para uma entrevista na sede da equipe. “Eu li o e-mail, li de novo, e de novo e de novo. Eu estava sozinho em casa e saí correndo, pulando e gritando”, conta.

Depois da entrevista ele foi contratado — no início, como estagiário, mas hoje ele faz parte da equipe de design de componentes em compósito, com ênfase nas asas e outros elementos aerodinâmicos. Ele colabora com a equipe responsável pelo design do Red Bull RB10, o carro feito para a temporada de 2014, fazendo ajustes finos antes de cada corrida e projetando novas peças. E se o RB10 não tem um daqueles apêndices esquisitos no bico, sim, pode agradecer, em partes. a Paul Bischof.

red-bull-racing-rb10

Obrigado, Paul!

Ele continua atualizando seu blog, o PaulsF1, com novidades sobre seus projetos de papel. Lá também está disponível uma lista com todos os carros que ele já fez até agora (tem até um Porsche 917!), e o processo de fabricação de vários deles — vale a visita.

Matérias relacionadas

Fiat 500 Abarth Motore Centrale é exatamente o que você está pensando

Dalmo Hernandes

Qual foi o primeiro carro com vidros elétricos? E travas elétricas?

Dalmo Hernandes

Veja como foram feitas algumas das cenas mais incríveis de “Velozes e Furiosos 7”

Dalmo Hernandes