A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Notícias WTF?

É por isso que você não deve abandonar seu Audi RS5 Coupe em qualquer lugar

O belo monobloco que você vê nesta foto foi, um dia, um Audi RS5 — a versão mais potente do cupê alemão. Ele foi abandonado depois de uma enchente no Reino Unido no início do mês passado e, em questão de semanas, estava assim. Quanta eficiência, hein?

Se você tem medo de comprar um carro que já esteve submerso, pode ter certeza que este RS5 não oferece este risco. Não se sabe ao certo porque o dono não tentou resgatá-lo (talvez ele fosse um cara desapegado e rico que, logo depois do ocorrido, foi até uma concessionária Audi para comprar outro RS5), mas o fato é que depois da enchente em Chertsey, Reino Unido, não demorou para que o carro, abandonado ao lado do asfalto, fosse visto por oportunistas como um grande repositório de peças.

audi rs5 depenado, triste, solitário (2)

Ladrões levaram literalmente tudo o que pudesse ser reaproveitado — e isto inclui todos os painéis da carroceria, teto, portas, retrovisores, faróis e lanternas, rodas e pneus, suspensão e todo o interior. Tudo o que sobrou foi o monobloco, que só pode ser identificado visualmente como um RS5 pelo caimento da traseira.

O Audi RS5 é um dos nossos carros de Ingolstadt favoritos: um cupê musculoso, agressivo, com motor V8 de 4,2 litros aspirado que rende 450 cv — o mesmo motor do Audi RS4 Avant. É assim que ele se parece quando não está totalmente depenado depois de uma enchente na Inglaterra:

audi rs5 inteiro, novo, lindo (1) audi rs5 inteiro, novo, lindo (3)

audi rs5 inteiro, novo, lindo (2)

Segundo o site GetSurrey, alguns moradores tiraram fotos do carro e postaram na internet. Um deles diz que sempre passava de carro pelos arredores, e que a depredação foi gradual. “Quando abriram a estrada e eu fui ver o Audi, fiquei chocado com o quanto ele foi vandalizado.”

Algumas fotos (já bem deprimentes) mostram o carro ainda (quase) inteiro, no meio da água:

rs5 abandon (3)

Depois foram quebrando os vidros e arrancando peças de acabamento:

rs5 abandon (2)

E o processo continuou, até só sobrar a o monobloco:

rs5 abandon (1)

Em qualquer país é comum ver carros abandonados nas ruas, por várias razões: falta de espaço para guardar, multas demais, falta de dinheiro para pagar o conserto, o carro é roubado… O que nunca vimos foi um carro relativamente caro ser depenado tão rápido.

Qual é o procedimento correto a ser tomado com um carro abandonado?

Ainda não existe uma lei nacional a respeito. Na cidade de São Paulo, qualquer cidadão pode solicitar a remoção de um carro abandonado à subprefeitura de sua região. Os peritos do município são enviados para averiguar as condições do veículo, cujos dados são levantados com a Secretaria de Segurança Pública. Encontrado o dono, a responsabilidade pela retirada é dele, sob pena de multa e apreensão do veículo se o mesmo não for removido em até cinco dias. Se o dono não for encontrado depois deste prazo, o carro é recolhido pela prefeitura e depositado em um pátio. O processo demora, em média 30 dias, e os carros costumam ir a leilão, pois geralmente os carros abandonados têm débitos que ultrapassam seu valor real.

Em dezembro passado, foi encaminhado ao Senado um projeto de lei que modifica as regras para veículos abandonados. Para veículos sem possibilidade de conserto, o dono tem até 60 dias para tentar recuperá-lo, pagando todas as despesas de transporte, multas e depósito do veículo. Caso isto não ocorra, o carro vai a leilão e o novo proprietário não herda os débitos — o que soa bem mais vantajoso do que levar para casa algo irrecuperável.

Caso o carro abandonado seja uma raridade ou algo de seu interesse, você procurar o o Detran para tentar localizar o proprietário e negociar a compra com ele. Há pessoas que se especializam em negociar carros abandonados, por que não é incomum encontrar um clássico ou raridade em estado razoável.

Pena que o RS5 não teve a mesma sorte…

[ Fotos: GetSurrey, Zero2Turbo ]

Matérias relacionadas

Nós assistimos à estreia da segunda temporada de The Grand Tour e… gostamos!

Leonardo Contesini

R$ 430 mil: é quanto custa esta VW Kombi Samba Bus 1966 restomod. Mas por quê?

Dalmo Hernandes

Os carros favoritos de Jeremy Clarkson em 2016 (e em 2015 também)

Dalmo Hernandes