A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

É uma pena que a Audi nunca tenha feito este belíssimo A8 Coupé

A BMW está prestes a lançar o novo Série 8, marcando a volta de seu cupê grand tourer depois de quase vinte anos – a primeira geração foi produzida entre 1989 e 1999. A Mercedes Benz tem a versão cupê do Classe S, lançada em 2014, que é um dos carros mais bonitos do segmento. A Audi? Bem, o topo-de-linha A8 jamais teve uma versão cupê de duas portas. Mas esta história poderia ter sido diferente.

O Audi A8 foi lançado em junho de 1994 e está atualmente em sua quarta geração. Apesar de ter um visual bastante tradicional, o A8 era um dos veículos mais avançados de seu tempo – ele foi o primeiro Audi a utilizar o chamado Audi Space Frame, uma estrutura monobloco feita de alumínio que garantia peso bem mais baixo que uma estrutura equivalente em aço sem comprometer a rigidez. O Audi A8 era mais bem mais leve que os rivais – o Mercedes-Benz Classe S W140 por exemplo, pesava 1.880 kg em sua versão mais esbelta, enquanto o A8 pesava 1.630 kg. Mesmo com um sistema de tração integral que pesava cerca de 100 kg a mais que os sistemas de tração traseira da época.

autowp.ru_audi_asf_concept_2

Conceito Audi ASF (Audi Space Frame), com sua carroceria de alumínio polido sem pintura. Ele foi a base para o Audi A8 em estilo e engenharia

O A8 era o sucessor do Audi V8, que foi produzido entre 1988 e 1993 e foi o primeiro modelo da marca a usar um motor V8. Apesar de suas linhas serem uma evolução do visual do Audi V8, o A8 tinha aspecto bem mais moderno e limpo, com cantos mais arredondados e formas extremamente harmônicas e agradáveis sem apelar para a sensualidade – um carro de luxo tipicamente alemão. Este conceito acompanhou o A8 da primeira à atual geração, que foi a primeira a adotar linhas um pouco mais agressivas, porém sem abandonar as proporções mais harmônicas e sóbrias.

audi-a8-coupe-concept-ivm-automotive-1997-03

Audi A8 Coupé no Salão de Genebra de 1997

Em 1996 a Audi apresentou o S8, versão de alto desempenho do A8 com motor V8 de 4,2 litros e 340 cv capaz de ir de zero a 100 km/h em 5,6 segundos, com velocidade máxima limitada a 250 km/h. Era um grand tourer e tanto, e a Audi sabia muito bem que uma carroceria cupê lhe cairia muito bem. Por isso, no Salão de Genebra de 1997, foi apresentado o Audi A8 Coupé.

A8-02-1

2ecf249e838683e10e7863cb5f421f98-audi-a-car-stuff

O carro foi fabricado pela IVM Automotive, empresa sediada em Munique, na Alemanha, e especializada no desenvolvimento de protótipos para a indústria automotiva. Eles foram os responsáveis por retrabalhar a carroceria de alumínio do Audi A8 para a configuração cupê de duas portas e, honestamente, o resultado não poderia ter ficado melhor.

Koncepcyjne-Audi-A8-coupe

Tal qual o Mercedes Classe CL (que era o cupê do Classe S na época, lançado em 1992 e fabricado até 1998), o A8 cupê criado pela IVM Automotivo não tinha coluna “B”, sendo portanto um cupê legítimo, e tinha o caimento do teto mais suave, com um quê de fastback, embora tivesse o terceiro volume bem pronunciado. A carroceria foi pintada na cor exclusiva azul “Ming Blue Pearl”.

190389_source-800x445

Dat arsen!

Os elementos horizontais do desenho do carro, como os faróis e lanternas, harmonizavam muito bem com as linhas gerais do A8 Coupé, que trazia no interior bancos de couro feitos sob medida e capacidade para levar quatro pessoas com bastante conforto, mesmo com o entre-eixos aparentemente mais curto. Os bancos dianteiros tinham os cintos de segurança embutidos, com um sistema adaptado do Audi 80 Cabriolet da época.

356a1f6s-1920 216a1f6s-9601d6a1f6s-1920

Olhando para o protótipo do A8 Coupé não conseguimos deixar de pensar que ele estava praticamente pronto para as ruas – e até imaginamos o quanto seria incrível um S8 Coupé. E a própria Audi estava bem disposta a colocá-lo em produção. No entanto, como acontece com quase todos os carros legais que jamais se tornam realidade, os bean counters da Audi não deixaram que isto acontecesse.

Estudando o mercado e os rivais, o pessoal da Audi viu que os prováveis adversários do A8 Coupé no mercado – os já citados Classe S cupê e BMW Série 8 – não eram exatamente sucessos de vendas. Eram carros de alto custo de desenvolvimento e fabricação que não fechavam a conta na hora das vendas. Tanto que o Série 8 saiu de linha pouco depois.

ae6a1f6s-1920

Então o A8 Coupé foi cancelado. O único protótipo feito ficou com a IVM Automotive, que de tempos em tempos expõe o modelo em algum evento ou permite que ele seja fotografado. Sua última aparição pública aconteceu em 2002.

Matérias relacionadas

Este Fiat 126 com motor V-TEC turbinado de 170 cv é um foguete de bolso soviético

Dalmo Hernandes

Deslocamento variável: como funciona a desativação de cilindros do motor?

Leonardo Contesini

Os destinos mais incríveis para uma viagem gearhead

Dalmo Hernandes